PLANEJAMENTO URBANO EM IMPERATRIZ (MA): UMA PERSPECTIVA CRÍTICA NA LÓGICA DO BAIRRO DE SANTA INÊS

Autores

  • José Geraldo Pimentel Neto Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
  • Keilha Correia da Silveira
  • Diego Quintino Silva

DOI:

https://doi.org/10.28998/contegeo.v7i14.13232

Palavras-chave:

Planejamento urbano, análise espacial, Imperatriz (MA)

Resumo

A cidade média de Imperatriz é a segunda cidade mais importante do Estado do Maranhão perdendo apenas em complexidade e quantidade de população para a capital regional São Luís. Esse condicionante coloca Imperatriz como uma importante cidade na região, sendo nó estratégico para as complexidades do mercado regional-nacional. Porém, foi verificado na pesquisa que a cidade possui grande problemas no planejamento urbano, pois mesmo com uma população acima de 250 mil habitantes ela ainda não possui institucionalizado um plano diretor, gerando grandes gargalos nas boas práticas da gestão pública. O resultado é que a cidade cresceu economicamente e se expandiu fisicamente, mas sem grandes ações na área do planejamento urbano e isso pode ser verificado na análise do Bairro de Santa Inês que é uma representação da parte da totalidade da cidade.

Biografia do Autor

José Geraldo Pimentel Neto, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Bacharel, licenciado, mestre em Geografia e doutorado em Desenvolvimento Urbano (com doutoramento sanduíche na Universidade de Buenos Aires (UBA) - Argentina), todos os títulos obtidos na UFPE. Trabalhou no Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP). Atualmente é pesquisador do grupo de pesquisa Observatório Pernambuco de Políticas Públicas e Práticas Sócio-Ambientais da UFPE, desenvolvendo pós-doutoramento (PNPD - CAPES) na área de Ciências Sociais Aplicadas. Suas principais áreas de atuação são: Ciências Humanas - Geografia Humana: geografia urbana, geografia econômica, geografia da população. Geografia Regional: análise regional, planejamento territorial, regionalização, teoria do desenvolvimento regional. Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento urbano e regional: Fundamentos, métodos e técnicas do planejamento urbano regional.

Referências

ABRUCIO, Fernando Luiz; FRANZESE, Cibele; SNO, Hironobu. Federalismo e Políticas Públicas: o impacto das relações intergovernamentais no Brasil. In: OLIVEIRA, R.P.de; SANTANA, W. (Org.). Educação e federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade. Brasília: UNESCO, v. 1, 2010, p. 39-70.

ANDRADE, Manuel Correia de. Geografia Econômica. 12ª ed. São Paulo: Atlas, 1998.

ARAÚJO, José Alencar Viana de. A região de influência de Imperatriz (MA): Estudo da polarização de uma capital regional, destacando a regionalização dos serviços públicos de saúde. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Urbano) - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2016.

BRADFORD, M.G. & KENT, W. A. Geografia humana teorias e suas aplicações. Lisboa, Portugal: Gradiva, 1987.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 01 set. 2020.

BRASIL. Estatuto da Cidade: guia para implementação pelos municípios e cidadãos. 2ª ed. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2002.

CASTELLS, Manuel. Sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, vol.1, 1999.

CASTELLS, Manuel; BORJA, Jordi. As cidades como atores políticos. Novos estudos CEBRAP, v. 45, 1996, p. 152-166.

CLARK, David. Introdução à Geografia Urbana. São Paulo: Difel, 1985.

CORRÊA, Roberto Lobato. O espaço urbano. São Paulo: Ática, 1995.

CORRÊA, Roberto Lobato. Espaço: um conceito-chave da geografia. In: CASTRO, Iná Elias, GOMES, Paulo César da Costa, CORRÊA, Roberto Lobato (Org.) Geografia: Conceitos e Temas. 5ª edição. Bertrand: Rio de Janeiro, 2003.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Coordenação de Geografia. Regiões de influência das cidades 2018. Rio de Janeiro: IBGE, 2020.

MARTINS, Francisco Robson Saraiva. Planejamento urbano: Uma abordagem da dimensão habitacional do município de Imperatriz (MA), 2013. Dissertação (Mestrado em Administração) - Departamento de Economia, Contabilidade e Administração. Universidade de Taubaté. Taubaté, 2013.

PEREIRA, José Carlos Matos. Importância e significado das cidades médias na Amazônia: uma abordagem a partir de Santarém (PA), 2004. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2004.

PIMENTEL NETO, José Geraldo [et al.]. Globalização e construção espacial: a redefinição do espaço nos países periféricos. In: AS AMÉRICAS: ENCRUZILHADAS GLOCAIS, 2007, Recife. Anais [...]. Recife, 2007, p. 354-367.

PIMENTEL NETO, José Geraldo. Arranjos institucionais e políticas públicas no Brasil: Uma análise preliminar para o desenvolvimento Urbano-territorial em Pernambucano. In: XVI Jornadas de Investigación del Centro de Investigaciones Geográficas y del Departamento de Geografía de la Universidad Nacional de La Plata, La Plata, 2014. Anais […]. La Plata: Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación (FaHCE), 2014.

SANTOS, Milton. Espaço e método. São Paulo: Nobel, 1985.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 10ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2000.

SOUZA, Maria Adélia Aparecida de. A identidade da metrópole. O Processo de Verticalização em São Paulo. São Paulo: HUCITEC, 1994.

SPOSITO, Maria E. Beltrão. As cidades médias e os contextos econômicos contemporâneos. In: Urbanização e Cidades. Perspectivas Geográficas. São Paulo: Gasper/EDUSP, 2001.

VAINER, Carlos Bernardo. Pátria, empresa e mercadoria: notas sobre a estratégia discursiva do planejamento estratégico urbano. In: ARANTES, O.; VAINER, C., MARICATO, E. A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis (RJ): Vozes, 2000, p.75-103.

Downloads

Publicado

25/07/2022

Como Citar

Pimentel Neto, J. G., Silveira, K. C. da ., & Silva, D. Q. . (2022). PLANEJAMENTO URBANO EM IMPERATRIZ (MA): UMA PERSPECTIVA CRÍTICA NA LÓGICA DO BAIRRO DE SANTA INÊS. Revista Contexto Geográfico, 7(14), 54–71. https://doi.org/10.28998/contegeo.v7i14.13232