ASPECTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS DA UTILIZAÇÃO DO MODELO GTP (GEOSSISTEMA, TERRITÓRIO, PAISAGEM) NA COMPREENSÃO DA CADEIA PRODUTIVA DE CELULOSE NO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ – MARANHÃO – BRASIL

Autores

  • Allison Bezerra Oliveira Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL http://orcid.org/0000-0003-0320-5661
  • Paulo Bonfim Sousa Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL
  • Rafael de Oliveira Araújo Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL

DOI:

https://doi.org/10.28998/contegeo.v7i14.13637

Palavras-chave:

Modelo GTP (Geossistema, Território e Paisagem); Cadeia produtiva de papel e celulose; Imperatriz.

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo principal discutir a utilização do modelo GTP (Geossistema, território e paisagem) na compreensão da dinâmica de expansão da monocultura da silvicultura do eucalipto no município de Imperatriz, estado do Maranhão, Brasil. Neste contexto, aborda revisão sobre os conceitos de geossistema, território e paisagem e busca conecta-los com a dinâmica da cadeia produtiva da atividade econômica em questão. Metodologicamente, são utilizados dados primários originários de pesquisa de campo (Fotografias e mapas) além de dados secundários originários principalmente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Biografia do Autor

Allison Bezerra Oliveira, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA (2007), Especialização em Planejamento e Gestão Ambiental pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA (2007), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2010), e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2014). Foi professor do curso em Gestão Ambiental do Instituto Federal de Pernambuco - IFPE (2009-2015). Foi professor da Universidade Federal do Oeste da Bahia - UFOB (2014-2015), foi professor da Universidade Estadual do Maranhão (2015-2016), foi professor da Faculdade Pitágoras/Kroton (2016-2017), foi Coordenador de Projetos e Pesquisas Especiais na Pró Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação - PROPGI/UEMASUL (2017-2018). É Professor Adjunto do curso de geografia da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL. É líder do Grupo de Pesquisas Socioeconômicas do Maranhão - GPS. É revisor de revistas científicas e consultor ad hoc da Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico do Maranhão - FAPEMA. Como geógrafo atua na área de Geografia Econômica.

Paulo Bonfim Sousa, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL

Graduado em Geografia pela Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL.

Rafael de Oliveira Araújo, Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL

Doutorando em Geografia pela Universidade Federal de Jataí.

Referências

BERTRAND, Georges. Paisagem e geografia física global: esboço metodológico. Caderno de Ciências da Terra, São Paulo, n. 13, p. 1-27, 1972.

BERTRAND, Georges; BERTRAND, Claude. Uma geografia transversal e de travessias: o meio ambiente através dos territórios e das temporalidades. Tradução Messias Modesto dos Passos. Maringá: Massoni, 2007.

DAURA, Sandra Paula. Análise do setor de celulose e papel na era da globalização: um olhar sobre sua produção e mão-de-obra. 2004. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2004.

IBÁ – INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES. Relatório de produção da silvicultura no Brasil, 2018. Disponível em: https://www.iba.org/. Acesso em: 10 jun. 2020.

IBGE. Divisão regional do Brasil em regiões geográficas imediatas e região geográfica intermediária. Rio de Janeiro: IBGE, 2017.

IBGE. Manual técnico da vegetação brasileira. 2. ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: IBGE, 2012.

OLIVEIRA, Allison Bezerra. Implantação industrial, reestruturação produtiva e alterações no mercado de trabalho no sudoeste maranhense (2008-2018). In: SANTOS, Luiz Carlos Araújo; SEABRA, Giovanni de Farias; CASTRO, Cláudio Eduardo de (org.). Geografia: trabalho, sociedade e meio ambiente. São Luís: Eduema, 2018. p. 340-360.

OLIVEIRA, Allison Bezerra. Indústria de celulose e o avanço da silvicultura do eucalipto na fronteira agrícola da Amazônia maranhense. Geosul, Florianópolis, v. 34, n. 71, p. 301-327, abr. 2019. (Dossiê Agronegócios no Brasil).

OLIVEIRA, Allison Bezerra; SILVA, Daniely Lima. A indústria extrativista e o aprofundamento da divisão internacional do trabalho em regiões periféricas: o caso da Suzano Papel e Celulose no Maranhão. Geosul, Florianópolis, v. 34, n. 73, p. 313-332, set./dez. 2019.

OLIVEIRA, Allison Bezerra; PAZ, Diego Armando Souza; SILVEIRA, Keilha Correia da. Expansão da silvicultura do eucalipto e transformações no uso da terra em municípios do oeste maranhense. InterEspaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, Grajaú, MA, v. 6, p. 1-24, 2020.

PASSOS, Messias Modesto dos. Geossistema: um novo paradigma? In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA FÍSICA APLICADA, 7., 1997, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: UFPR, 1997. 1 CD-ROM.

PASSOS, Messias Modesto dos. O modelo GTP (Geossistema–Território–Paisagem): como trabalhar? Revista Equador, Teresina, v. 5, n. 1, 1-179, 2016. (Edição Especial. Publicação do livro.)

PÁDUA, Letícia. Noções acerca da paisagem. In: ENCONTRO DE PÓS-GRADUANDOS DA FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DA USP, 6., 2011, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: FFLCH/USP, 2011.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo; razão e emoção. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, Milton. Por uma Geografia Nova: da crítica da Geografia a uma Geografia crítica. 6. ed. São Paulo: Edusp, 2004.

SUZIGAN, Wilson. Indústria brasileira: origem e desenvolvimento. São Paulo: Hucitec; Campinas: Editora da Unicamp, 2000.

SUZANO PAPEL E CELULOSE. Central de Indicadores. [São Paulo]: Suzano Papel e Celulose, 2020. Disponível em: https://centraldeindicadores.suzano.com.br/. Acesso em: 28 maio 2022.

Downloads

Publicado

25/07/2022

Como Citar

Oliveira, A. B., Bonfim Sousa, P., & de Oliveira Araújo, R. . (2022). ASPECTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS DA UTILIZAÇÃO DO MODELO GTP (GEOSSISTEMA, TERRITÓRIO, PAISAGEM) NA COMPREENSÃO DA CADEIA PRODUTIVA DE CELULOSE NO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ – MARANHÃO – BRASIL. Revista Contexto Geográfico, 7(14), 87–103. https://doi.org/10.28998/contegeo.v7i14.13637