EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E FORMAÇÃO HUMANA: UM ENCONTRO POSSÍVEL E DESEJÁVEL

Autores

  • Maria das Graças Marinho de Almeida UFAL

Resumo

O artigo discute o conceito e as finalidades da educação, sua relação com a formação humana e a educação a distância como modalidade educacional capaz de promover um processo de humanização por meio da presença da mediação pedagógica como possibilitadora de um autêntico diálogo, que se constitui elemento primordial em processos educativos, presenciais ou a distância EAD. Defende que os desafios que estão postos para a educação, com vistas a uma formação humanizadora, são os mesmos para a educação a distância, sendo necessário, portanto, que não seja esta última discutida de forma descontextualizada das discussões que vêm sendo realizadas em torno desse tema e que partindo do princípio de que a EAD tem como parâmetros definidores a separação entre os professores e alunos (pelo menos em parte do tempo que duram as ações do processo em curso) e o uso de meios para compensar essa separação, chegamos ao entendimento de que esses meios devem ser objeto de particular atenção, possibilitando que seja uma alternativa capaz de efetivar uma formação humana para a plenitude, tendo como pilares a autonomia e a emancipação.

Downloads

Publicado

21/01/2009

Como Citar

ALMEIDA, M. das G. M. de. EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E FORMAÇÃO HUMANA: UM ENCONTRO POSSÍVEL E DESEJÁVEL. Debates em Educação, [S. l.], v. 1, n. 1, 2009. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/29. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos