Novo Extremismo Francês e o Tempo por Subtração em Noé

Autores

  • Lohayne Gomes de Lima

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma tentativa de delinear mais claramente as concepções de filmes transgressivos do cinema contemporâneo francês, denominado pelo crítico da Artforum, James Quandt, de Novo Extremismo Francês. Analisarei um dos mais representativos cineastas desta tendência, com um título específico: Gaspar Noé, com “Irréversible” (2002). Essa tendência insurge no Cinema Francês com um retrato da sociedade contemporânea pela exacerbação da sexualidade, superficialidade das relações, individualismo. Tratam-se portanto de filmes cáusticos, que se agregam a uma crueza espantosa a fim de representar o que tem o mundo de excessivamente concreto e, por conseguinte, obsceno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-04-14

Como Citar

de Lima, L. G. (2015). Novo Extremismo Francês e o Tempo por Subtração em Noé. REVISTA ELETRÔNICA EXTENSÃO EM DEBATE, 1(3). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/extensaoemdebate/article/view/1721

Edição

Seção

ARTIGOS