Etnografia Fílmica: Lugares, corpos e subjetividades nas cenas de Amarelao Manga

Autores

  • Cícero Rogério do Nascimento

Resumo

Este artigo faz uma análise do filme Amarelo Manga ao relacionar os conceitos sociológicos de tempo, espaço e biografias de vida como elementos que caracterizam as subjetividades políticas contemporâneas. Trata-se de estabelecer conexões entre a produção da imagem cinematográfica e a construção de sentidos culturais nos campos da sociologia eda antropologia que permitem a compreensão de expressões subjetivas de uma técnica de reprodução artística, em especial, o cinema. Os procedimentos metodológicos utilizados neste artigo seguem os seguintes passos: 1- a análise da imagem,a partir dos conceitos descritos por Deleuze de imagem-movimento e imagem-tempo. 2 - As decupagens das cenas que compõem o filme presente nesse trabalho, bem como a construção/desconstrução dessas imagens. 3- A construção de uma metodologia própria de análise de imagens cinematográficas, que desloca as cenas dos filmes do écran (tela escura) para o artigo, sendo a palavra o recurso de descrição dessas imagens aqui reagrupadas, ora seguindo a sequência das cenas tal qual é apresentada nos filmes, ora realizando uma nova sequência de imagens para melhor analisar a temática aqui proposta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-04-14

Como Citar

do Nascimento, C. R. (2015). Etnografia Fílmica: Lugares, corpos e subjetividades nas cenas de Amarelao Manga. REVISTA ELETRÔNICA EXTENSÃO EM DEBATE, 1(3). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/extensaoemdebate/article/view/1732

Edição

Seção

ARTIGOS