A Estética da Indeterminação nos filmes Serras da Desordem e Filmefobia

Autores

  • Wislan Esmeraldo de Oliveira

Resumo

A partir do visionamento dos filmes Serras da Desordem, de Andrea Tonacci e Filmefobia, de Kiko Goifman, busca-se discutir os elementos que atravessam tais filmes e os colocam numa fronteira de indeterminação entre a ficção e o documentário contemporâneo brasileiro. Parte-se, portanto, de uma análise de questões como a encenação e a representação em filmes-dispositivo, e também da compreensão do lugar do espectador ante as obras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-04-22

Como Citar

de Oliveira, W. E. (2015). A Estética da Indeterminação nos filmes Serras da Desordem e Filmefobia. REVISTA ELETRÔNICA EXTENSÃO EM DEBATE, 1(3). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/extensaoemdebate/article/view/1740

Edição

Seção

ARTIGOS