Um estudo sobre a Prasada: o alimento como um fenômeno cultural, o elo entre o mundo material ao espiritual

Autores

  • Maria da Conceição Mariano Cardoso van Oosterhout Professora de antropologia no Curso de Ciências Sociais da UFCG;
  • Ane Iara Machado dos Santos Graduanda em Licenciatura em Ciências Sociais pela UFCG;

Palavras-chave:

Prasada, Hare Krishna, Ritual, Alimentação,

Resumo

O artigo busca desenvolver uma reflexão a respeito do ritual que envolve a preparação da Prasada: a comida vegetariana feita na cozinha do templo Hare Krishna, geralmente, a base de grãos, verduras, legumes, castanhas, frutas. O alimento é preparado e oferecido em um altar que cultua deidades de Krishna. Só após sua benção a comida pode ser ingerida por seus devotos. Por meio de estudo bibliográfico e observação participante em visitas ao Templo Hare Krishna da ISKCON, observamos que a consciência de Krishna, em contexto universal, nasce em 1965 com a chegada de A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, quem vem da Índia sob ordem de seu mestre espiritual, em missão para ensinar sobre a consciência de Krishna aos povos do ocidente. Para auxiliar nossa reflexão sobre o tema aqui citado, buscamos suporte teórico na literatura socioantropológica, especialmente em Geertz (1989), Mauss (2003), Durkheim (1912), Weber (1982) dentre outros.

Abstract

The article seeks to develop a reflection on the ritual that involves the preparation of Prasada: vegetarian food made in the kitchen of the Hare Krishna temple, usually based on grains, vegetables, legumes, nuts, fruits, etc. The food is prepared and offered on an altar that worships Krishna deities; only after Krishna’s blessing can the food be eaten by his devotees. Through bibliographic study and participant observation in visits to ISKCON, we observed that Krishna Consciousness in the universal context originated in 1965 with the arrival of AC Bhaktivedanta Swami Prabhupada from India under the order of his spiritual master, on a mission to teach Krishna consciousness to the peoples of the West. We seek theoretical support in socio-anthropological literature, especially in Geertz (1989), Mauss (2003), Durkheim (1912), Weber (1982) among others.

Biografia do Autor

Maria da Conceição Mariano Cardoso van Oosterhout, Professora de antropologia no Curso de Ciências Sociais da UFCG;

Professora de antropologia no Curso de Ciências Sociais da UFCG; Graduação em Ciências Sociais; Mestrado em Sociologia Rural pela UFPB; Dra. em Sociologia pela UFPE. Coordenadora do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Religião, Ruralidades e Movimentos Sociais. (RERUMOS)- UFCG-CNPQ.

Ane Iara Machado dos Santos, Graduanda em Licenciatura em Ciências Sociais pela UFCG;

Graduanda em Licenciatura em Ciências Sociais na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Participante do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Religião, Ruralidades e Movimentos Sociais (RERUMOS) -UFCG-CNPQ.

Referências

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. A ciência da Autorrealização. 2010.

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. Bhagavad-Gita Como Ele é. 2010.

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. Civilização e Transcendência. 1976.

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. Srimad Bhagavatam, Primeiro Canto. 2020.

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. O cantar Hare Krishna. 2012.

A.C BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA, Sua Divina Graça. O Néctar da Instrução. 2013.

BASTIDE, R, A. A cozinha dos Deuses: Alimentação e candomblé. Rio de Janeiro. 1960.

CANESQUI, Ana Maria. Olhares antropológicos sobre a alimentação. Rio de Janeiro. Editora Friocruz. 2005.

COSTA, A. P. D. Adoração ritual a Deidades no Templo Hare Krishna de Curitiba. Curitiba: UFP, 2013, p. 39-40. Disponível em:

<http://www.humanas.ufpr.br/portal/antropologia/files/2013/11/costa_krishna.pdf>. Acesso em: jan. 2020.

DURHAM, Eunice R.A. Pesquisa antropológica com populações urbanas: problemas e perspectivas. In: CARDOSO, Rute (Org). A Aventura Antropológica. São Paz e Terra,1986.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. Tradução: Paulo Neves. Editora: Martins Fontes. 1912.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan. 1989.

GIDDENS, Anthony. Sociologia. A Imaginação Sociológica. Porto Alegre. 2005.

GIRIDHARI, Das. Etiqueta Vaishava. Disponível em:

<http://giridhari.com.br/etiqueta-vaishnava/>. Acesso em: janeiro de 2020.

LÉVI-STRAUSS, Claude. O Feiticeiro e Sua Magia. In: Antropologia Estrutural I. Tempo Brasileiro. Tempo Universitário- 7. RJ, 1985. Pag.193-213.

MAUSS, Marcel. La prière. In: Oeuvres. Ed. cit. Liv.I.v.I,p, 357-414. (Introdução definitivamente acabada de sua tese inconclusa). Trad. por Lúcia de Moraes Morel. 1909.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a dádiva. In: MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo, Cosac Naify. 2003.

MAUSS, Marcel. Ensaio sobre a dádiva. Introdução de Claude Levi Strauss. LISBOA/PORTUGAL. Edições 70,1950.

O VEGETARIANISMO e o Movimento Hare Krsna. In: Volta ao Supremo, 2015. Adaptado da obra The Hare Krsna Book of Vegetarian Cooking. Disponível em:

<https://voltaaosupremo.com/artigos/artigos/o-vegetarianismo-e-o-movimento-hare-krsna/>. Acesso em: jan. 2020.

OLIVEIRA, A. S. A Índia muito além do incenso: um olhar sobre as origens, preceitos e práticas do vaishnavismo. Revista Eletrônica História em Reflexão (UFGD), v.3, p.5, 2009.

SAID, Edward W. Orientalismo. O Oriente como invenção do Ocidente. 1978

WEBER, Max. A Psicologia Social das Religiões Mundiais. In Ensaios de Sociologia. Zahar Editores. RJ,1982.

Downloads

Publicado

22/10/2020

Como Citar

Oosterhout, M. da C. M. C. van, & Santos, A. I. M. dos. (2020). Um estudo sobre a Prasada: o alimento como um fenômeno cultural, o elo entre o mundo material ao espiritual. Latitude, 14(1), 162–185. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/10638

Edição

Seção

Artigos