Da sala de concerto ao estúdio eletroacústico: mudanças na cena cultural musical de Nova York no pós-guerra

Autores

  • Cláudio de Melo Filho Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF
  • Paula Guerra Universidade do Porto

Palavras-chave:

Escuta, Jazz, Estúdio eletroacústico,

Resumo

A escuta musical tem vindo a sofrer modificações significativas com a difusão das tecnologias de reprodução do século XX. A elite tradicional – detentora dos valores tradicionais de música sinfônica – havia perdido sua hegemonia em decorrência as práticas populares surgidas no pós-guerra. Este ensaio propõe a compreensão das mudanças estruturais que permeiam os locais de execução de música, tanto tradicional quanto o “novo experimentalismo”, o Jazz, estúdio eletroacústico e sua difusão pelas rádios na cidade de Nova York, criando uma nova cena.

Palavras-chave:Escuta. rádio. Jazz. estúdio eletroacústico. cena.

Abstract

The music listening received significant changes with the expanse of reproduction technologies of XX century. The traditional elite – owner of symphonic music values – had lost your hegemonic status because of newest popular praxisin postwar. This essay aims the comprehension of structural changes that permeate places of music – traditional and ‘new experimentalism’ – Jazz, electroacoustic and radio’s propagation in New York City, creating a new scene.

Keywords:Listening. radio. Jazz. electroacoustic studio. scene.

Biografia do Autor

Cláudio de Melo Filho, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF

Cláudio Filho é mestrando do programa de pós-graduação em Arte Cultura e Linguagens (PPG-ACL) na linha Arte, Moda: História e Cultura, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF/MG), Brasil. Tem como foco de pesquisa: Arte e tecnologia Estudos musicais; Bienais e instituições; Som e tecnologia, Sound Art, Corpos tecnologicos e Bioart

Paula Guerra, Universidade do Porto

Doutora em Sociologia pela Universidade do Porto. Professora no Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Professora Associada Convidada Visitante dos Programas de Pós-Graduação em Artes, Cultura e Linguagens e de Ciências Sociais, Universidade Federal de Juiz de Fora, Brasil. Investigadora Integrada do Instituto Sociologia Universidade do Porto (ISFLUP); Ajunct Associate Professor do Griffith Centre for Social and Cultural Research (GCCR); Investigadora colaboradora do Centro de Estudos de Geografia e do Ordenamento do Território (CEGOT) e do Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória» (CITCEM).

Referências

ADORNO, Theodor W. Introduction a la sociologie de la musique. Genebra: Éditions Contrechamps, 1962.

BECKER, Howard S. Art Worlds. University Of California Press, 1982.

BENNETT, Andy. Cultures of popular music. Buckingham: Open University Press, 2001.

CAMPESATO, Lilian. Discursos e ideologias do - “experimentalismo” na música do pós-guerra. In: MATESCO (org.), Poiésis Sonoridade – Revista do Programa de Pós-graduação em Estudos Contemporâneos das Artes, ano 16 – Julho de 2015.

CHASE, Gilbert. Do Salmo ao Jazz: a musica dos Estados Unidos. Editora: O Globo, 1957.

COX, Christoph & WARNER, Daniel (Eds.). Audio Culture: Readings in Modern Music. New York: Continuum, 2004.

DENORA, Tia. Music and everyday life. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

DENORA, Tia. Beethoven and the construction of genius: musical politics in Vienna, 1792 – 1803. Berkeley: University of California Press, 1995.

FENERICH, Alexandre. Obra musical opaca: a confluência de valores da música experimental em Pierre Schaeffer e John Cage. In: MATESCO (org.), Poiésis Sonoridade – Revista do Programa de Pós-graduação em Estudos Contemporâneos das Artes, ano 16 – Julho de 2015.

FRANCIS, André. Jazz. 2 ed. - São Paulo: Martins Fontes, 2000.

GIORDANO, Nicholas J. Physics of the piano. 1ed N.Y: Oxford University Press Inc, 2010.

GUERRA, Paula. A instável leveza do rock. Porto: Edições Afrontamento, 2013.

GUERRA, Paula (org.). More Than Loud. Os mundos dentro de cada som. Porto: Edições Afrontamento, 2015.

GUERRA, Paula. Rádio Caos: Resistência e experimentação cultural nos anos 1980. Análise Social, Volume LIV (2.º), N.º 231, pp. 284-309, pp. 2019.

GRIFFITHS, Paul. A música moderna: Uma história concise de Debussy a Boulez. Trad. Clovis Marques – 2.ed. – Rio de Janeiro:Zahar,2011.

HALLAM, Susan. The effects of music in Community and educational settings. In: Oxford Handbook of Music Psychology, 2012.

HINDEMITH, Paul. A composer’s world. Cambridge: Mass,1952.

IAZZETTA, Fernando. Música e mediação tecnológica. 1. ed. São Paulo: Perspectiva, 2009. v. 1.

KAHN, Douglas. Noise, water, meat: a history of sound in the arts. The MIT Press, Cambridge, 1999. LABELLE, Brandon. Background noise: perspectives in soundart. Bloomsbury, 2006

LABELLE, Brandon. Background Noise. Nova York: Bloomsbury Academic, 2006.

MAHKER, Alma Maria. Gustav Mahler: Memories and Letter. Nova York, 1946

MILLER, Hugh M. History of music: a survey from ancient times to the present with record and score lists and glossary. 3 ed. N.Y: Barnes & Noble, 1958.

MITCHELL, Donald. Gustav Mahler: The wunderhorn years. The Boydell Press, Woodbridge. The Boydell Press, 2005.

PUCKETTE, Miller. The theory and technique of electronic music. New Jersey: WorldScientific Publishing Co. Pte. Ltd, 2006.

REIS, Bruno Carriço. Considerações sobre o saber autónomo da sociologia da música. Uma questão em aberto. Revista Aurora: revista de arte, mídia e política, São Paulo, Ano I, Volume 1, N. º1, pp. 37-52, 2007.

RISCHIN, Rebecca. Quartour. Livro or the end of time: The Story of the Messiaen Quartet Paperback – March 24, 2006.

ROSS, Alex. O resto é ruído: escutando o século XX. Trad. Claudio Carina e Ivan Weisz Kuck. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

STERNE, Jonathan. The Sound Studies Reader. New York: Routledge, 2012.

STRAW, Will. Systems of articulation, logics of change: communities and scenes in popular music”, Cultural Studies, 5 (3), pp. 368‐388, 1991.

ZOLBERG, Vera L. Cultura de Nova York: ascendente ou descendente?. Cultura Vozes – N°3, Maio-Junho, 1997.

Periódicos de jornais:

CORREIO DA MANHÃ. Panorama da Música de Vanguarda. Segundo Caderno – São Paulo, 19 de setembro de 1961.

KRIEGER, Edino. A linguagem do Deutscher Jazz. Jornal do Brasil, Caderno b – Rio de Janeiro, 4 de setembro de 1968.

Downloads

Publicado

13/10/2019

Como Citar

Filho, C. de M., & Guerra, P. (2019). Da sala de concerto ao estúdio eletroacústico: mudanças na cena cultural musical de Nova York no pós-guerra. Latitude, 12(2), 75–96. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/5160

Edição

Seção

Dossiê "Cenas musicais: performances artísticas, consumos e estilos de vida"