Instrumento metodológico para implantação e desenvolvimento de planejamento descentralizado nas unidades de saúde

Autores

  • Quitéria Maria Ferreira da Silva Centro Universitário Cesmac e Secretaria Municipal de Saúde de Maceió
  • Antonio Carlos Silva Costa Professor Doutor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas - UFAL
  • Josineide Francisco Sampaio Professora Doutora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

DOI:

https://doi.org/10.28998/rpss.e02106034

Resumo

A experiência apresentada resulta de uma pesquisa empírica, realizada durante a pós-graduação em ensino na saúde pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas FAMED/UFAL, que discutiu o planejamento em saúde como instrumento de fortalecimento da relação ensino-serviço nas unidades de saúde.  Como produto de intervenção foi elaborado um instrumento metodológico descentralizado de planejamento, cujos passos estão descritos no relato.

Biografia do Autor

Antonio Carlos Silva Costa, Professor Doutor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Professor Doutor da Faculdade de Medicina da UFAL

Josineide Francisco Sampaio, Professora Doutora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Professora Doutora da Faculdade de Medicina da UFAL

Referências

Paim JS. Planejamento em saúde para não especialistas. In Campos GSE (Org.) Tratado de Saúde Coletiva. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Fiocruz; 2002, p.767-782.

Teixeira CF. Planejamento em Saúde: conceitos, métodos e experiências. Salvador: EDUFRA; 2010.

Furtado JP, Campos, GWS, Oda WY, Campos RO. Planejamento e Avaliação em Saúde: entre antagonismo e colaboração. Cad. Saúde Pública. 2018; 34(7):e00087917.

Matus C. Política, planejamento e governo. Brasília (DF): IPEA; 1993.

Testa M. Pensamento Estratégico e Lógica da Programação. Hucitec Abrasco: São Paulo-Rio de Janeiro, 1995.

Merhy EE. Planejamento como tecnologia de gestão: tendências e debates sobre planejamento em saúde no Brasil, in: E. Gallo. Razão e planejamento: reflexões sobre política, estratégia e liberdade. São Paulo: Hucitec, 1995, p. 117-49.

Paim JS, Teixeira CF. Política, planejamento e gestão em saúde: balanço do estado da arte. Rev. de Saúde Pública. 2006; 40: 73-78.

Jesus WLA, Teixeira CF. Planejamento governamental em saúde no estado da Bahia, Brasil: atores políticos, jogo social e aprendizado institucional. Ciênc. Saúde Coletiva. 2014; 19(9): 3839-3858.

Pinafo E, Carvalho BG, Nunes EFA. Descentralização da gestão: caminho percorrido, nós críticos e perspectivas. Ciênc. saúde coletiva. 2016; 21(5): 1511-1524.

Junges JR, Barbiani R, Zoboli ELCP. Planejamento Estratégico como exigência ética para a equipe e a gestão local da Atenção Básica em Saúde. Interface (Botucatu). 2015; 19(53): 265-274.

Downloads

Publicado

16/10/2021

Como Citar

Ferreira da Silva, Q. M., Silva Costa, A. C., & Sampaio, J. F. (2021). Instrumento metodológico para implantação e desenvolvimento de planejamento descentralizado nas unidades de saúde. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 6(Fluxo contínuo), e02106034. https://doi.org/10.28998/rpss.e02106034

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)