AS MANIFESTAÇÕES DE CATARSE NA OBRA HÉCUBA DE EURÍPEDES

Autores

  • Rayana Rezende Gomes Demétrio de Vasconcelos Barros

Resumo

Este trabalho, cuja metodologia possui caráter documental qualitativo e comparativo, tem como objetivo relatar e discutir acerca da catarse na obra de Eurípides, Hécuba. Buscamos especificar como as escolhas do autor sobre as ações, os aspectos físicos e mentais da personagem, são capazes de desencadear terror e piedade, visto que as tragédias de Eurípedes quebram os padrões dos autores trágicos como Esquilo e Sófocles, não trazendo mais o coro e implementando heroínas de excelente retórica, capazes de falar por si mesmas, desenvolvendo seu pathos. Para tal, usamos como aporte teórico Aristóteles (2006), Bocayuva (2011), Werner (2004) e Kibuuka (2006). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARISTÓTELES. Poética e Tópicos I,II, III e IV. 2 ed. São Paulo: Hunter Books, 2014.

BOCAYUVA, Izabela. Sobre a catarse na tragédia grega. Rio de Janeiro: Anais de filosofia clássica, vol 2 nº 3, 2008.

EURÍPEDES. Duas tragédias gregas: Hécuba e Troianas. São Paulo: Martins Fontes, 2004

QUEIROZ, A. Sobre o conceito de catarse na poética de Aristóteles, Revista Entrelinhas, 2011. Visto em: https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Wf0fqr22GvEJ:https://revistas.cesmac.edu.br/index.php/entrelinhas/article/view/214/160+&cd=2&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=br

dia: 05/ 06/ 2019

HOMERO. Ilíada. São Paulo: Nova Fronteira, 2015

KIBUUKA, Brian Gordon Lutalo. A caracterização de Hécuba na Ilíada, no ciclo Troiano e no drama de Eurípedes. Brasília: Revista de Letras, v. 4 nº 1.,2011.

WERNER, Chistian. Introdução. In: EURÍPEDES. Duas tragédias gregas: Hécuba e Troianas. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

Downloads

Publicado

2020-05-19

Como Citar

BARROS, Rayana Rezende Gomes Demétrio de Vasconcelos. AS MANIFESTAÇÕES DE CATARSE NA OBRA HÉCUBA DE EURÍPEDES. Revista Areia, [S. l.], n. 3, p. p. 121 – 132, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/rea/article/view/10262. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos