PROPOSTAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL EM LIVROS DIDÁTICOS DE PORTUGUÊS: REFLEXÕES SOBRE A CRIATIVIDADE

Autores

  • Cesar Augusto Gomes Rosa Universidade Federal de Alagoas
  • Adna de Almeida Lopes

Resumo

Este trabalho busca a identificação e o levantamento de categorias de propostas de produção textual escrita em Livros Didáticos de Português (LDP), delimitando e analisando os processos criativos nelas presentes, com o apoio de pesquisas que demonstram a relação intertextualidade e criatividade, como em Koestler (1967), Grainger, Goouch & Lambirth (2005), Perrone-Moisés (1990); Dias (2014) e Dias, Lopes & Calil (2017); e de discussões sobre o ensino da produção textual, como em Antunes (2017); Brasil, BNCC (2019) e Carvalho & Ferrarezi (2015). A metodologia da pesquisa caracteriza-se, inicialmente, como descritiva, com um trabalho de levantamento das propostas de produção textual presentes na coleção Português Linguagens, de William Cereja e Thereza Cochar (2017 – 2019); e, posteriormente, adota-se uma abordagem analítica, com recortes das propostas de produção textual, para um olhar aprofundado sobre os elementos do enunciado que possivelmente evocamos senso criativo dos alunos. Os resultados apontam que a criatividade requerida nas propostas de produção textual da coleção estabelece diálogo com a intertextualidade, quando apresentam liberdade de expressão e ancoramento, confirmando os conceitos sobre o ato criativo retomar conhecimentos anteriores. As propostas encaminham a criação de enredo, personagens e cenários, relacionada às experiências que os alunos possam ter para tomar como base a criação de elementos para suas histórias; como também apresentam mudanças no que diz respeito ao limite criativo no decorrer dos anos — do 6º ao 9º —, fato possivelmente ligado ao gênero textual proposto. Todas as quatro propostas analisadas trabalham com o fator criatividade intrínseco à liberdade de escolha do assunto que será abordado, retomando, desse modo, o conceito de intertextualidade, que dialoga com a cultura e as experiências dos alunos. Espera-se que a pesquisa promova uma reflexão sobre o uso efetivo e dinâmico do LDP, como um recurso produtivo para o ensino e a aprendizagem.

Biografia do Autor

Cesar Augusto Gomes Rosa, Universidade Federal de Alagoas

Graduando em Letras Português pela Universidade Federal de Alagoas

Adna de Almeida Lopes

Professora Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Alagoas

Referências

ANTUNES, I. Textualidade: noções básicas e implicações pedagógicas. São Paulo: Editora Parábola, 2017.

ARAUJO, D, L. Enunciado de atividades e tarefas escolares: modos de fazer. 1 ed. São Paulo: Parábola editorial, 2017.

BAZERMAN, Charles. Gênero, Agência e Escrita. Org: HOFFNAGEL, Judith;

DIONÍSIO, Angela. São Paulo: Cortez, 2011. BRASIL. MEC/PNLD. BNCC – Base Nacional Curricular para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. http://basenacionalcomum.mec.gov.br, 2019.

CALHETA, Patrícia. O lugar da alimentação temática no ensino de gêneros discursivos. Percursos Formativos - Portal da Olimpíada de Língua Portuguesa-OLP. Acesso em: 28/01/2021. Disponível em:

https://www.escrevendoofuturo.org.br/percursos#/escrita/alimentacao-tematica/contribuicoesteoricas/2792/o-lugar-da-alimentacao-tematica-no-ensino-de-generos-discursivos.

CARVALHO, R, S; FERRAREZI, C. Produção de texto na educação básica: O que saber como fazer. 1 ed. São Paulo: Parábola editorial, 2015.

CEREJA, William Roberto; COCHAR, Thereza. Português Linguagem. 9 ed. Reform. – São Paulo, 2015.

DIAS, Bruno J. M. A intertextualidade como critério para textos criativos. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação/PPGE, do Centro de Educação da Ufal, 2014.

DIAS, Bruno J. M.; LOPES. Adna de A. & CALIL. Eduardo. Sobre remodelar e dar novas vozes: A Intertextualidade Como Potencial Índice de Criatividade na Produção Escrita de Contos Etiológicos. Revista Entre textos, v. 17, n. 2. Londrina-PR, 2017.

GRAINGER, Teresa; GOOUCH, Kathy; LAMBIRTH, Andrew. Creativiy and writing:developing voice and verve in the classroom. New York: Routledge, 2005.

KOESTLER, Arthur. The three domains of creativity. In: Bugental, J.F.T. Challenges of Humanistic Psychology. New York: McGraw Hill, 1967, p. 31-40.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. A criação do texto literário. In PERRONE-MOISÉS, Leyla, Flores da escrivaninha: Ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1990, p. 100 -110.

Downloads

Publicado

21/04/2021

Como Citar

GOMES ROSA, C. A.; DE ALMEIDA LOPES, A. PROPOSTAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL EM LIVROS DIDÁTICOS DE PORTUGUÊS: REFLEXÕES SOBRE A CRIATIVIDADE. Revista Areia, [S. l.], v. 1, n. 4, p. p. 86 – 102, 2021. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/rea/article/view/12084. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos