CONTRIBUIÇÕES DA EXPERIÊNCIA COM O PAESPE PARA A FORMAÇÃO DOCENTE DOS BOLSISTAS DO PET LETRAS

Autores

  • Fransuelly Raimundo Rêgo UFAL

Palavras-chave:

Formação Docente. PET. PAESPE

Resumo

Cônscios dos impactos promovidos por uma profícua formação para a atuação do profissional docente, o presente relato de experiência objetiva refletir acerca das contribuições advindas do Programa de Educação Tutorial, o PET, do curso de Letras da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), no processo formativo dos petianos enquanto docentes em processo de formação inicial através da experiência com o PAESPE. Para tal, destaca-se que o PET adota a perspectiva da formação reflexiva dos futuros profissionais (SHÖN, 2000) e um fazer docente responsivo e responsável (BAKHTIN, 2003). E como contribuições do programa destacam-se três: em primeiro lugar, a vivência de experiências enriquecedoras com o tripé universitário, rearticulando teoria e prática na ação docente; em segundo, uma desafiadora elaboração transdisciplinar dos conhecimentos docentes, e em terceiro, uma interação continua entre a comunidade acadêmica e a não acadêmica, aspecto que possibilita ação da responsabilidade social e ética do sujeito docente entre as comunidades.

Biografia do Autor

Fransuelly Raimundo Rêgo, UFAL

Graduada em Letras Espanhol pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas. Participou do PET Letras no período de 2014 a 2016. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Alagoas.

Referências

ANDRÉ, M. E. D. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação, Porto Alegre, v.33, n.3, p.174-181set./dez.2010.

BAKHTIN, M. Estética da Criação Verbal. 4. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 12. Ed. São Paulo: Cortez, 2006.

MARTIN, M. da G. M. O programa de educação Tutorial: Formação ampla na graduação. 2005. 96 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – UFP, Curitiba / PR.

MELO FILHO, J. F. Programa de educação tutorial: trajetória, desafios e articulações. Revista Eletrônica do Programa de Educação Tutoria l- Três Lagoas/MS - vol. 1, n. 1, Outubro 2019, p. 33-56

MORIN, E. Os desafios. In. ______. A cabeça Bem-Feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 8. ed. Trad. Eloá Joacobina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL – PET. Manual de Orientações Básicas. Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior, Coordenação geral de Relações Acadêmicas de Graduação, Secretaria de Educação Superior, Ministério da Educação, 2006.

SCHÖN, D. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SEVERINO. Antonio Joaquim. Pesquisa, pós-graduação e Universidade. In: Revista da Faculdade Salesiana, Lorena, v. 24, n. 34, p. 60-68, 1996.

SUASSUNA, L. Ensino de língua portuguesa: os gêneros textuais e a ortodoxia escolar. In: ZOZZOLI, Rita Maria Diniz; OLIVEIRA, Maria Bernadete Fernandes. (Org.). Leitura, escrita e ensino. Maceió: EDUFAL, 2008, v. único, p. 111-136.

USP. Programa de Educação Tutorial – PET/USP: Projeto de Políticas e Diretrizes Pedagógicas. Pró-Reitoria de Graduação, Universidade de São Paulo, 2009.

ZOZZOLI, R. M. D. Levando o diálogo social para a sala de aula: o enunciado-acontecimento-tema no ensino de língua portuguesa. In: FIGUEIREDO, F. J. Q. de; SIMÕES, D. (Orgs.). Linguística Aplicada, prática de ensino e aprendizagem de línguas. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

Downloads

Publicado

15/11/2021

Como Citar

RÊGO, F. R. CONTRIBUIÇÕES DA EXPERIÊNCIA COM O PAESPE PARA A FORMAÇÃO DOCENTE DOS BOLSISTAS DO PET LETRAS. Revista Areia, [S. l.], v. 4, n. 5, p. 58–67, 2021. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/rea/article/view/12520. Acesso em: 17 ago. 2022.