Limites institucionais ao desenvolvimento de propostas pedagógicas interculturais na pós-graduação: observações sobre o MESPT/UnB

Autores

Palavras-chave:

Educação intercultural, Pós-graduação, Pluralidade epistêmica

Resumo

O presente artigo pretende tratar dos limites institucionais identificados no desenvolvimento de propostas pedagógicas interculturais na pós-graduação a partir de observações empíricas realizadas junto ao Mestrado em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais da Universidade de Brasília (MESPT/UnB) entre 2017 e 2018.O foco da análise se concentra nas práticas de ensino e aprendizagem e nas atividades de pesquisa e dissertação. Para tanto, foi realizada uma breve revisão literária, considerando as noções de validação científica e pluralidade epistêmica. Esta revisão é seguida por um resumo das observações baseadas na minha experiência com o MESPT, destacando as estratégias desenvolvidas pelo programa para superar ou contornar alguns dos limites institucionais enfrentados.


Biografia do Autor

Layla Jorge Teixeira Cesar

Doutora em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação internacional (PPGDSCI/UnB, 2016-2020), com pesquisa em diversidade cultural e educação superior.

Mestra em Pesquisa e Inovação em Educação Superior pelo programa MARIHE (Masters in Research and Innovation in Higher Education, 2013-2015), um consórcio entre a Universidade Normal de Pequim (China), Universidade do Danúbio-Krems (Áustria), e Universidade de Tampere (Finlândia), com pesquisa sobre cooperação internacional em educação superior.

Mestra em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGSOL, 2010-2012) da Universidade de Brasília, com pesquisa em estratificação social e acesso à educação superior.

Bacharel em Sociologia pela Universidade de Brasília (2007-2010).

Colaboradora do NESUB, Núcleo de Estudos em Ensino Superior da UnB e do OVE, Observatório da Vida Estudantil da UnB (2010-2018).

Referências

AGUILLERA, Abigail; HELLAND, Leonardo. Beyond Acculturation: Political “Change”, Indigenous Knowledges, and Intercultural Higher-Education in Mexico. Journal for Critical Education Policy Studies, Volume 9, N. 2, 2011.

APURINÃ, Alan Miguel. Maloca das medicinas e sua relação com o pajé Arywka. Dissertação de Mestrado. MESPT/Unb, 2018.

CARNEIRO, Aparecida Sueli. A construção do outro como não ser como fundamento do ser. Tese (doutorado) em Educação. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2005.

CUNHA, Manuela Carneiro da. Relações e Dissensões entre Saberes Tradicionais e Saber Científico. Conferência realizada na Reunião da SBPC em Belém, Pará, em 12 de julho de 2007.

FEDERICI, Silvia. Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva. São Paulo: Elefante, 2017.

GROSFOGUEL, Ramon. A Estrutura do Conhecimento nas Universidades Ocidentalizadas: racismo/sexismo epistêmico e os quatro genocídios/epistemicídios do longo século XVI. Revista Sociedade e Estado – volume 31, número 1, janeiro/abril, 2016.

KRAHÔ, Creuza. Wato ne hômpu ne kãmpa: Convivo, vejo e ouço a vida Mehi (Mãkrarè). Pp 147. Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

LACEY, H.; MARICONDA, P. O modelo da interação entre as atividades científicas e os valores na interpretação das práticas científicas contemporâneas. Estudos Avançados, 28 (82), 2014.

SANTIAGO, John. Comunidades Quilombolas de Jambuaçu, Moju-Pa, contra as Agroestratégias do Capital: Juventude e Territorios de R-Existências. pp. 130. Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

SLAUGHTER, S.; LESLIE, L. Academic capitalism: Politics, policies and the entrepreneurial university. Maryland: John Hopkins University press, 1997.

TUBINO, Fidel. “La interculturalidad crítica como proyecto ético-político”, Encuentro continental de educadores agustinos, Lima, janeiro, 24-28, 2005. Disponível em: <http://oala.villanova.edu/congresos/educación/ lima-ponen-02.html>.

VERÓN, Valdelice. TEKOMBO’E KUNHAKOTY: MODO DE VIVER DA MULHER KAIOWA. pp. 42. Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

Downloads

Publicado

27/05/2021

Edição

Seção

Encontro de Saberes: Transversalidades e Experiências