Pisada de Caboclo: confluências afroindígenas

Autores

  • Marcos Donizetti da Silva UFMG

DOI:

https://doi.org/10.28998/rm.2021.n.especial.13115

Palavras-chave:

afroindigenas, caboclo, fotografia, terreiro, Umbanda, Candomblé, Omoloko

Resumo

A Pisada de Caboclo é uma manifestação cultural organizada pela Reunião Umbandista Mineira/RUM, que congrega cerca de 30 terreiros da cidade. É um reencontro histórico do povo afro com o povo indígena. Olhar para a Pisada de Caboclo é remontar no nosso imaginário as relações intrínsecas entre os povos indígenas e o povo africano, mais do que um encontro é uma (re)conexão ancestral de uma força que nos conectas de varias formas, assim como para os povos indígenas todos os elementos da natureza, é a vida pulsando, é olhar para o vento que balança as copas das arvores, é o chão que se pisa, é a agua dos rios, é o sol, é as matas são as Deusas e Deuses presentes em toda as partes.

Downloads

Publicado

17/12/2021