Violência discursiva: uma abordagem sociológica sobre a construção de inimigos na República Federal Alemã

Arim Soares do Bem

Resumo


“Inimificação” é o processo de construção de inimigos e relaciona-se à instrumentalização de modelos dicotômicos que promovem práticas de exclusão de indivíduos e grupos sociais. Este artigo tem o objetivo de discutir aspectos relacionados à construção de inimigos na República Federal Alemã, colocando em relevo o contexto discursivo que marcou o processo de unificação, no interior do qual o chamado “Asyl-Debatte” (debate sobre o asilo político) ganhou destaque entre os anos de 1989 e 1992 e promoveu uma proliferação discursiva favorável à produção de consensos antidemocráticos, levando à introdução de cláusulas restritivas na legislação. Ao explicitar o conteúdo e as formas de instrumentalização do “outro” no interdiscurso social da RFA, o artigo discute o papel da ideologia como mecanismo central de construção identitária e de delimitação e fixação de fronteiras.

Palavras-chave


Inimificação; Construção de inimigos na República Federal Alemã; Violência discursiva

Texto completo:

PDF







 

                                  Resultado de imagem para doajResultado de imagem para ibict