Governadores alagoanos e os “Tempos de Antes”

Autores

  • José Alberto Saldanha de Oliveira Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.28998/rchvl1n01.2010.0004

Resumo

Esse artigo se baseia nas noções de identidade, memória, e mito político ao analisar as Mensagens de Governo, enviadas à Assembléia Legislativa do Estado de Alagoas por aqueles que entre as elites e o imaginário popular disputam a condição de portadores da modernidade alagoana: Arnon de Mello (UDN – União Democrática Nacional), governador de 1951 a 1955 e Muniz Falcão (PST – Partido Social Trabalhista e depois PSP – Partido Social Progressista) governante de 1956 a 1960. 

Biografia do Autor

José Alberto Saldanha de Oliveira, Universidade Federal de Alagoas

História - História do Brasil República

Referências

Arquivo Público de Alagoas - Mensagem à Assembléia Legislativa – Governo Muniz Falcão – 1956.

Arquivo Público de Alagoas - Mensagem à Assembléia Legislativa – Governo Muniz Falcão – 1957.

Arquivo Público de Alagoas - Mensagem à Assembléia Legislativa – Governo Muniz Falcão – 1958

Arquivo Público de Alagoas - Mensagem à Assembléia Legislativa – Governo Muniz Falcão – 1960

Ferreira, Jorge. Prisioneiros do mito: cultura e imaginário político dos comunistas no Brasil (1930-1956). Tese de Doutoramento, Departamento de História, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo/USP, 1996.

Girardet, Raoul - Mitos e mitologias políticas. São Paulo, Cia. das Letras, 1987.

Mello, Arnon de. Uma Experiência de Governo. Rio de janeiro, José Olympio Editora, 1958. O livro e as Mensagens de Governo foram consultados no Arquivo Público de Alagoas – APA.

Pandolfi, Dulce. Camaradas e companheiros: memória e história do PCB. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 1995.

Pollack, Michael - “Memória e identidade social” in Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, 1992.

Downloads

Publicado

01/06/2010

Como Citar

Saldanha de Oliveira, J. A. (2010). Governadores alagoanos e os “Tempos de Antes”. Revista Crítica Histórica, 1(1). https://doi.org/10.28998/rchvl1n01.2010.0004