O candeeiro se apagou? A universidade brasileira sob fogo cruzado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/rchv11n21.2020.0018

Resumo

A revista Candeeiro, da Seção Sindical dos Docentes, da Universidade Federal de Sergipe, ao longo do seu período de existência entre 1998 e 2016, desempenhou relevante papel de discussão na comunidade universitária sobre as lutas pela democratização da universidade pública no Brasil. A pluralidade das contribuições dos articulistas revela as disputas políticas e impasses institucionais no enfrentamento às políticas educacionais de corte neoliberal. Apesar de serem publicadas por um “sindicato de intelectuais”, as revistas sindicais docentes não têm tido a devida atenção no campo da história da educação no Brasil, sendo mesmo preteridas. Esse artigo tem por objetivo analisar as implicações da reforma do Estado, de matriz neoliberal no Brasil e na América Latina, tomando como corpus os 22 números publicados pela revista, num recorte dos desdobramentos dessa reforma nas instituições de ensino superior.

Biografia do Autor

Antônio Fernando de Araújo Sá, Universidade Federal de Sergipe

Professor Titular do Departamento de História e professor permanente no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Referências

ANTUNES, Ricardo e PINTO, Geraldo Augusto. A Fábrica da Educação: da especialização taylorista à flexibilização toyotista. São Paulo: Cortez, 2017 (Coleção questões de nossa época, v. 58).

ARAÚJO, Ruy Belém de. As Instituições Federais de Ensino Superior e as Organizações Sociais. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano 1, v. 1, outubro de 1998, p. 4-9.

BOURDIEU, Pierre. Contrafogos 2. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

CIFUENTES, Luis. O Projeto de Melhoramento da Qualidade e Equidade da Educação Superior: Um exemplo de aplicação da política universitária do Banco Mundial. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano 2, v. 2, março de 1999, p. 5-10.

CRUZ, José Vieira da. O Movimento Estudantil no Início dos Anos 60 em Sergipe: Contribuições para seu estudo. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano V, v. 7-8, agosto de 2002, p.55-60.

Editorial. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano 1, v. 1, outubro de 1998, p. 1.

DOURADO, Luiz Fernandes & CATANI, Afrânio Mendes (orgs.). Universidade Pública: Políticas e identidade institucional. Campinas/SP-Goiânia/GO: Autores Associados/UFG, 1999.FREITAS, Anamaria Gonçalves Bueno de. Entrevista: Plano Nacional de Educação. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano XII, v. 19-20, 2010-2011, p. 23-26.

JESUS, Sônia Meire S. Azevedo (coord.). A Educação Superior e o Plano Nacional de Educação. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano XII, v. 19-20, 2010-2011, p. 9-15.

LACKS, Solange. Política Neoliberal, Universidade e Formação de Professores. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano IX, v. 13-14, novembro de 2006, p. 30-38.

LEHER, Roberto. Autoritarismo contra a universidade: O desafio de popularizar a defesa da educação pública. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo, Expressão Popular, 2019 (Coleção Emergências).

LIMA, Isabel Pires de. O tempo dos ‘inutensílios’: O lugar das humanidades na contemporaneidade. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2015 (Coleção Orações de Sapiência).

NASCIMENTO, Antônio. O fim da universidade. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano IX, v. 13-14, novembro de 2006, p. 5-9.

NAVARRO, Ignez Pinto. ANDES-SN: Um sindicato de intelectuais. História e Memória (1981-1994). Cuiabá: ADUFMAT, 2001.

RODRIGUES, Alberto Tosi. Brasil: De Fernando a Fernando: Neoliberalismo, corrupção e protesto na política brasileira de 1989 a 1994. Ijuí (RS): Editora UNIJUÍ, 2000.

SÁ, Antônio Fernando de. Universidade, Cultura e Interdisciplinaridade. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano IX, v. 17-18, 2008-2009, p. 41-44.

SÁVIO, Rivaldo; PIMENTEL, Sônia & AQUINO, Sandra. Projeto de Qualificação Docente II: Uma experiência educacional no nordeste brasileiro. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano VIII, v. 11-12, fevereiro de 2005, p. 9-14.

SCHNEIDER, Henrique Nou. Educação a Distância via Internet. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano IX, v. 13-14, novembro de 2006, p. 39-48.

SCHNEIDER, Henrique Nou. Inclusão Digital: Internet para a Educação e Cidadania. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano VIII, v. 11-12, fevereiro de 2005, p. 27-32.

SERRA, Eduardo G. e BARBASTEFANO, Rafael. Oferta de Recursos para Inovação Tecnológica no Brasil e Resposta do Sistema Produtivo: Razões do hiato atual e impactos na universidade. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano XIV, v. 22, 2016, p. 9-21.

SILVA, Carlos Alberto da, REIS, Bruno Almeida dos, MARTINS, Felipe Andrade e MONTEIRO, José Ricardo da Silva. Potencial Tecnológico da Universidade Federal de Sergipe (UFS): Um estudo comparativo. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano IX, v. 17-18, 2008-2009, p. 45-50.

SILVA, Edna Maria Lopes da. Educação e Reestruturação Produtiva no Brasil Contemporâneo. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano VI, v. 9-10, outubro de 2003, p. 43-47

SILVA, Franklin Leopoldo e. O papel das humanidades no contexto tecnológico. Revista USP. São Paulo, (4) p. 65-74, março de 1987.

SILVA, José Maria de Oliveira. O flagelo neoliberal. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano 2, v. 2, março de 1999, p. 55-56.

SILVA, Maria Neide Sobral da. Educação a Distância no Contexto Atual: Notas para uma reflexão. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano 2, v. 3, outubro de 1999, p. 32-37.

SOUZA, Eliana. História e Memória: Universidade Federal de Sergipe (1968-2012). São Cristóvão: Editora da Universidade Federal de Sergipe, 2015.

TAFFAREL, Celi. Contradições da Expansão e da Educação a Distância: Destruição da formação e desqualificação do trabalho docente. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano XII, v. 19-20, 2010-2011, p. 17-22.

TAFFAREL, Celi e LACKS, Solange. REUNI e a Educação a Distância. Candeeiro: revista de política e cultura da seção sindical dos docentes da UFS. Ano X, v. 15-16, p. 1-10, 2007.

TRAGTENBERG, Maurício. Sobre educação, política e sindicalismo. 3ª. Edição revista. São Paulo: Editora da UNESP, 2004.

UMBELINO, Luís Antônio. O fim das humanidades: ensino e aprendizagem em época de crise. Cadernos de Pesquisa. V. 48, n. 167, p. 192-202, jan./mar. 2018.

Downloads

Publicado

14/07/2020

Como Citar

Sá, A. F. de A. (2020). O candeeiro se apagou? A universidade brasileira sob fogo cruzado. Revista Crítica Histórica, 11(21), 447–462. https://doi.org/10.28998/rchv11n21.2020.0018