A PEDAGOGIA DAS CLASSES MULTISSERIADAS: UMA PERSPECTIVA CONTRA-HEGEMÔNICA ÀS POLÍTICAS DE REGULAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE

Autores

  • Terciana Vidal Moura UFRB
  • Fábio Josué Souza dos Santos UFRB/UNEB

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2012v4n7p65

Resumo

O trabalho apresenta um recorte de uma pesquisa realizada no contexto das classes multisseriadas cujo objetivo é compreender a prática pedagógica dos professores que atuam em turmas com esta configuração. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada através de estudo de caso etnográfico. Para o levantamento de dados foram realizadas entrevistas, aplicação de questionários, observação in locus e realização de grupo focal. Especificamente, o texto tem por finalidade problematizar o trabalho docente no contexto das classes multisseriadas, discutindo o impacto que as políticas de regulação oriundas do ideário neoliberal exercem sobre o trabalho dos professores e apontar as estratégias por eles utilizadas para superar os limites dessa regulação e construir práticas mais autônomas. Consideramos que mesmo neste contexto desfavorável onde pesam as políticas de regulação do trabalho docente, os professores das classes multisseriadas conseguem empreender estratégias didáticas que se revestem numa perspectiva contra-hegemônica na medida em que desafia e potencializa um fazer pedagógico que “burla” as orientações das políticas oficiais colocando-se como autor e sujeito de sua prática.

Downloads

Publicado

14/10/2012

Como Citar

MOURA, T. V.; SANTOS, F. J. S. dos. A PEDAGOGIA DAS CLASSES MULTISSERIADAS: UMA PERSPECTIVA CONTRA-HEGEMÔNICA ÀS POLÍTICAS DE REGULAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE. Debates em Educação, [S. l.], v. 4, n. 7, p. 65, 2012. DOI: 10.28998/2175-6600.2012v4n7p65. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/658. Acesso em: 19 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos