ENTRE FLAMENCA E EL MAL QUERER DE ROSALÍA: TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA DA PERSONAGEM FEMININA

Autores

  • Iago Espindula de Carvalho
  • Kall Lyws Barroso Sales

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar o álbum El Mal Querer (ROSALÍA, 2018), como uma tradução intersemiótica de Flamenca (ANÔNIMO, 1995; 2015; 2019), romance occitano do século XIII, e a relação estabelecida entre as personagens principais de ambas as obras. Para isso, foram utilizados como referencial teórico a Tradução Intersemiótica (PLAZA, 2003) e a Teoria dos Polissistemas (EVEN-ZOHAR, 2013). A análise foi feita levando em consideração as características de composição da obra original (CHAMBON, 2018) e sua inserção dentro do amor cortês (BARROS, 2018; DOMINGUES, 2000), bem como aspectos das linguagens verbais e não verbais presentes nas canções do álbum. Assim, foi possível concluir que a personagem da Idade Média de Flamenca é traduzida como uma representação geral da mulher em qualquer momento da história, inserida em diversos contextos culturais e pertencente a qualquer classe social, caracterizada no álbum através de elementos musicais e literários.

Referências

ALTOZANO, Jaime. ROSALÍA: Lo que nadie está diciendo sobre EL MAL QUERER, 2019. (38m23s). Disponível em: <https://youtu.be/NgHXFTgaVT0>. Acesso em: 30 set. 2019.

ANÔNINO. Flamenca. Tradução prólogo e notas de Anton M. Espadaler, Barcelona, Publicacions i Edicions de la Universitat de Barcelona, 2015.

ANÔNINO. Flamenca. Tradução prólogo e notas de Anton M. Espadaler, Barcelona, Roca Editorial, 2019.

ANÔNIMO. The Romance of Flamenca. Tradução e Edição de E.D. Blodgett, Garland, New York, 1995.

BOTELHO, Carlos. Você acredita em vida após o pop? E o excelente El Mal Querer de Rosalía. Persona, 13 nov. 2019. Disponível em: <http://personaunesp.com.br/el-mal-querer-rosalia-critica/>. Acesso em 13 nov. 2019.

CHAMBON, Jean-Pierre. Sur la date de composition du roman de “Flamenca”. Etudis Romànics, Barcelona, n. 40, p. 349-355, 2018. Disponível em: <http://revistes.iec.cat/index.php/ER/article/viewFile/144548/143160>. Acesso em: 29 out. 2019.

BARROS, José D‘Assunção. A poética do amor cortês e os trovadores medievais -caracterização, origens e teorias. Aletria, Belo Horizonte, v.25, n.1, p. 215-228, 2015. Disponível em: < http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/aletria/article/view/6290/8292>. Acesso em: 3 out. 2019.

DOMINGUES, Ana Beatriz Ferreira Fernandes. O silenciamento da mulher no discurso do amor cortês. Revista Leitura, Maceió, n. 28-29, p. 139-151, 2001. Disponível em: < http://200.17.114.107/index.php/revistaleitura/article/view/7513/5234>. Acesso em: 3 out. 2019.

EL MAL QUERER. [Compositora e Interprete]: ROSALÍA. Lugar: Sony Music. 1 CD. 30min15sec.

EVEN-ZOHAR, Itamar. Teoria dos polissistemas. Tradução de Luis Fernando Marozo,

Carlos Rizzon e Yanna Karlla Cunha. Revista Translatio, Porto Alegre, n. 5, 2013, p. 2-21. Disponível em: < https://seer.ufrgs.br/translatio/article/view/42899/27134>. Acesso em: 28 ago. 2019.

FACCHI, Cleber. Resenha: “El Mal Querer”, Rosalía. Miojo Indie, 7 nov. 2018. Disponível em: <http://miojoindie.com.br/resenha-el-mal-querer-rosalia/>. Acesso em 13 nov. 2019.

FLAMENCA: roman occitan du XIIIe siècle [fiche d’inventaire] [Œuvre]. Occitanica. Disponível em: <https://occitanica.eu/items/show/5160>. Acesso em: 3 out. 2019.

MCGUIRE, M; SCRIVNER, O. Lo Roman de Flamenca. Indiana University. Disponível em: <https://cl.indiana.edu/~mpmcguir/flamenca01.php>. Acesso em: 14 set. 2019.

Downloads

Publicado

19/05/2020

Como Citar

ESPINDULA DE CARVALHO, I.; SALES, K. L. B. ENTRE FLAMENCA E EL MAL QUERER DE ROSALÍA: TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA DA PERSONAGEM FEMININA. Revista Areia, [S. l.], n. 3, p. p. 133 – 149, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/rea/article/view/10263. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)