A educação escolar contemporânea: a formação do jovem no século XXI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n26p527-544

Resumo

O presente artigo constitui um balanço acerca dos valores predominantes que compõem o pensamento pedagógico empresarial de formação do jovem para o século XXI. Objetiva identificar propostas para a formação do jovem na atualidade, enfatizando especialmente as demandas do mundo do trabalho e seus impactos na educação escolar básica. Com aporte no método histórico-dialético, utilizamos como fontes referenciais a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações e o Portal de Periódicos da CAPES. Nesse sentido, identificamos algumas determinações que incidem sobre a formação do jovem, destacando-se, principalmente, as demandas requeridas pelo mundo da produção econômica sob influência do capitalismo contemporâneo.

Biografia do Autor

Fabrício Spricigo, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC)

Doutorando em Educação na Universidade do Estado de Santa Catarina. Mestre em Educação. Atua como Pedagogo no Instituto Federal de Santa Catarina.

Lourival José Martins Filho, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Professor Associado no Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado e Doutorado e no Departamento de Pedagogia da Universidade do Estado de Santa Catarina. Doutor em Teologia na área de concentração Educação e Religião na Escola Superior de Teologia de São Leopoldo e o Pós-Doutor em Educação e Religião na PUC/ Paraná. Coordenador Institucional do Programa Residência Pedagógica. É Coordenador de Pós-Graduação da Udesc.

Referências

BARBOSA, Marcelo Ponte. Ensaios sobre educação, produtividade e crescimento econômico. Tese de Doutorado, 2014

BATISTA, Roberto Leme; ARAÚJO, Renan. A reestruturação produtiva e o festival de teses sobre educação e qualificação profissional. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 33e, p. 162-180, out. 2012. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639533. Acesso em: 26 dez. 2018.

BATISTA, Roberto Leme. A ideologia da nova educação profissional no contexto da estruturação produtiva. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2010,

CARDOZO, Maria José Pires Barros. A reforma do ensino médio e a formação dos trabalhadores: a ideologia da empregabilidade. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira Fortaleza-CE, 2007.

CIAVATTA, Maria. A produção do conhecimento sobre a configuração do campo da educação profissional e tecnológica. Holos, 32(6), 33-49, 2016.

______ A Reforma do Ensino Médio: uma leitura crítica da Lei N. 13.415/2017 - Adaptação ou Resistência? Holos, 34(4), 207-222, 2018.

FERRETI, Celso (2016). Reformulações do Ensino Médio. Holos, 32(6), 71-91. doi:http://dx.doi-org.ez130.periodicos.capes.gov.br/10.15628/holos.2016.4988

GARAY, Angela Beatriz Scheffer. As representações sociais de jovens participantes de projeto social de inserção no mercado de trabalho. REGE, São Paulo – SP, Brasil, v. 18, n. 1, p. 93-109 jan./mar. 2011. Disponível em: www.revistas.usp.br/rege/article/download/36727/39448/

Acesso em 26 dez. 2018.

JUNQUEIRA, Victor Hugo; BEZERRA, Maria Cristina dos Santos. Trabalho e educação: o currículo da rede estadual paulista no contexto da reestruturação produtiva do capital. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 14, n. 57, p. 291-310, nov. 2014. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640416. Acesso em: 26 dez. 2018.

LIMA, Francisca das Chagas Silva. A formação técnico-profissional face aos processos de reestruturação produtiva maranhense e as diretrizes educacionais. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2007.

MACHADO, Marilene Salgueiro Berto. A qualificação profissional no contexto da reestruturação produtiva: impactos no trabalho e nos trabalhadores. 2012. 195 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2012.

MELO, Alessandro de. A educação básica na proposta da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nos anos 2000. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 38, n. 1, p. 29-46, Mar. 2012 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022012000100003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 26 Dez. 2018.

______ Basic and professional education in the Brazilian businessman view. Educ. Soc., Campinas , v. 30, n. 108, p. 893-914, Oct. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302009000300013&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 26 dez. 2018.

NOSELLA, Paolo. High school: in search of a pedagogical principle. Educ. Soc., Campinas , v. 32, n. 117, p. 1051-1066, Dec. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302011000400009&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 26 dez. 2018.

OLIVEIRA, Ramon de. Empresariado industrial e a educação profissional brasileira. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 29, n. 2, p. 249-263, Dec. 2003 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022003000200004&lng=en&nrm=iso . Acesso em: 26 dez. 2018.

PEREIRA, Joao Marcio. (2018). The world bank, state reform, and the adjustment of social policies in latin america. Ciência & Saúde Coletiva, 23(7)

PEREIRA, Valmir. A concepção de indivíduo e suas repercussões na crise da escola. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2011.

RIBEIRO, Eleazar Castro. Reestruturação produtiva, reengenharia e educação no trabalho: universidade corporativa para a nova fase do capitalismo. Tese de Doutorado. 2006.

ROCHA, Maíra; HELAL, Diogo Henrique. O discurso da empregabilidade: o que pensam a academia e o mundo empresarial. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 140 a 155, jan. 2011. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5195/3929. Acesso em: 26 Dez. 2018.

SILVA, Halline Mariana Santos. Juventude e debate político no processo de reestruturação do ensino médio brasileiro, Tese de Doutorado, 2013.

SOARES, José Manoel Montanha da Silveira. Os jovens brasileiros frente às transformações no mundo do trabalho: as políticas educacionais para o ensino médio no Brasil. 2012. xiv, 276 f., il. Tese (Doutorado em Política Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

SOUSA JUNIOR, Justino de. A reestruturação produtiva e a crise da escola. Tese de Doutorado, 2001.

THIESEN, Juares da Silva. Virada epistemológica do campo curricular: reflexos nas políticas de currículo e em proposições de interesse privado. Revista e-Curriculum, vol. 13, núm. 4, out-dez, 2015, p. 641-659. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=76643232004 . Acesso em 26 dez. 2018.

TREFF, Marcelo A. As consequências das transformações organizacionais pós-90 e o novo perfil do trabalhador: um estudo de caso. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

ZANELLA, Jose Luiz. O trabalho como princípio educativo do ensino. 2003. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/252569 . Acesso em: 3 ago. 2018.

Downloads

Publicado

06/04/2020

Como Citar

SPRICIGO, F.; MARTINS FILHO, L. J. A educação escolar contemporânea: a formação do jovem no século XXI. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 527–544, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12n26p527-544. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/8224. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê "PROEJA Artesanato"

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)