Arquitetura da informação no contexto de gênero: uma análise do website da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres

Autores

  • Gracione Batista Carneiro Almeida Universidade Federal do Ceará
  • Ana Karolyne Nogueira de Sousa Universidade Federal do Cariri
  • Henry Poncio Cruz Oliveira Universidade Federal da Paraiba

DOI:

https://doi.org/10.28998/cirev.2018v5n3d

Palavras-chave:

Arquitetura da informação. Gênero. Secretaria Nacional de Políticas para mulheres.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo a análise da arquitetura da informação da página da Internet da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, com intuito de diagnosticar possíveis problemas na estrutura arquitetural do site e sugerir modificações no sentido de corrigir inconsistências na arquitetura da informação. A presente pesquisa se apresenta como bibliográfica e exploratória tendo como base os pressupostos teóricos da arquitetura da informação em um contexto social vinculada ao debate sobre as questões de gênero. Metodologicamente, utiliza a Netnografia como caminho para coleta e análise dos dados. As análises apontam, entre outros resultados, necessidade de ajustes na arquitetura do site da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, na padronização das fontes tipográficas utilizadas na página, redefinição taxonômica nos tópicos do sistema de navegação, para melhoramento da recuperação das informações por meio do sistema de busca.

Biografia do Autor

Gracione Batista Carneiro Almeida, Universidade Federal do Ceará

Mestranda em Biblioteconomia

Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia

Universidade Federal do Cariri

 

Ana Karolyne Nogueira de Sousa, Universidade Federal do Cariri

Mestranda em Biblioteconomia

Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia

Universidade Federal do Cariri

Henry Poncio Cruz Oliveira, Universidade Federal da Paraiba

Doutor em Ciência da Informação

Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Universidade Federal da Paraíba

Referências

ALBUQUERQUE, A. R. R.; LIMA-MARQUES, M. Sobre os fundamentos da arquitetura da informação. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 1, n. Especial, art. 5, p. 60-72, 2011. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/pgc/article/view/10827/6075. Acesso em: 20 dez. 2018.

ALMEIDA, J. P. As multifaces do patriarcado: uma análise das relações de gênero nas famílias homoafetiva. 2010. 116f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) – Universidade Federal do Pernambuco, Recife, 2010.

AMARAL, A.; NATAL, G.; VIANA, L. Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Famecos/PUCRS, Porto Alegre, n. 20, p. 34-40, 2008.

BENTES PINTO, V.; RODRIGUES TABOSA, H.; VIDOTTI, S. A. Arquitetura da informação: uma teologia para a representação da informação de prontuário eletrônico do paciente In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. 12., 2011, Brasília. Anais.... Brasília: UNB/ANCIB, 2011. v. 1. p. 1–18.

BRASIL. Ministério da Justiça e Cidadania. Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres. 2017. Disponível em: http://www.spm.gov.br/. Acesso em: 21 ago. 2017.

CARDOSO, G. Os Media na sociedade em rede. Lisboa: Serviço de Educação e Bolsas; Fundação Calouste Gulbenkian, 2006

CARVALHO, M. P. O conceito de gênero: uma leitura com base nos trabalhos do GT Sociologia da Educação da ANPEd. Revista brasileira de Educação, v. 16, n. 46, p. 99-266, jan./abr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v16n46/v16n46a06.pdf. Acesso em: 20 dez. 2018.

CORRÊA, M. V.; ROZADOS, H. B. F. A netnografia como método de pesquisa em Ciência da Informação. Encontros Bibli: revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 22, n. 49, 2017. p. 1-18. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2017v22n49p1/34047. Acesso em: 20 dez. 2018.

JESUS, J. G. Orientações sobre identidade de gênero: conceitos e termos. Brasília: Publicação online, abr. 2012. Disponível em: http://www.diversidadesexual.com.br/wp-content/uploads/2013/04/GÊNERO-CONCEITOS-E-TERMOS.pdf. Acesso em: 20 dez. 2018.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, 1982.

OLIVEIRA, H. P. C.; VIDOTTI, S. A. B. G. Arquitetura da informação digital: conexões interdisciplinares dentro da abordagem sistêmica. In: CAVALCANTE, L. E.; BENTES PINTO, V.; VIDOTTI, S. A. B. G. Ciência da informação e contemporaneidade: tessituras e olhares. Fortaleza: Edições UFC, 2012. p. 184-202.

OLIVEIRA, H. P. C.; VIDOTTI, S. A. B. G.; BENTES PINTO, V. Arquitetura da informação pervasiva [recurso eletrônico] São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015.

ROSENFELD, L.; MORVILLE, P.; ARANGO, J. Information architecture for the Web and Beyond. 4th ed. Canadá: O’Reilly, 2015.

SAFFIOTI, H. I. B. Gênero, patriarcado, violência. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2004.

SANTOS, R. L. G. Usabilidade de interfaces e arquitetura de informação: alguns aspectos da organização de conteúdo para o meio digital. In: CONGRESSO DA BRASILEIRO DE ERGONOMIA, 11., 2001, Gramado. Anais... Gramado: Abergo, Associação Brasileira de Ergonomia, 2001.

SILVA, P. M.; DIAS, G. A. A arquitetura da informação centrada no usuário: estudo do website da biblioteca virtual em saúde (bvs). Encontros Bibli: revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, n. 26, 2o sem. 2008. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/viewFile/7200/6647. Acesso em: 23 ago. 2017.

TELES, M. A. A. Breve histórico do feminismo no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1999.

TORRÃO FILHO, A. Uma questão de gênero: onde o masculino e o feminino se cruzam. Cadernos pagu, Campinas, n.24, p.127-152, jan/jun, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cpa/n24/n24a07.pdf. Acesso em: 23 ago. 2017.

Downloads

Publicado

31/12/2018

Como Citar

Almeida, G. B. C., Sousa, A. K. N. de, & Oliveira, H. P. C. (2018). Arquitetura da informação no contexto de gênero: uma análise do website da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres. Ciência Da Informação Em Revista, 5(3), 30–42. https://doi.org/10.28998/cirev.2018v5n3d

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa | Research Reports