Equipamentos Culturais e Políticas Públicas: a interoperabilidade em questão

Autores

  • Dalgiza Andrade Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais
  • Benildes C. M. S. Maculan Universidade Federal de Minas Gerais
  • Marcos Aurélio Gomes Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.28998/cirev.2016v3n1a

Palavras-chave:

Equipamentos culturais, Interoperabilidade informacional, Políticas público-culturais

Resumo

Trata-se sobre os equipamentos culturais, especificamente, sobre bibliotecas, arquivos e museus, que constituem uma sociedade em seus aspectos culturais, de memória, identidade e ideologia. O foco são os equipamentos culturais que se encontram sob a égide do serviço público e que, por essa razão, deveriam fornecer a possibilidade da apropriação simbólica e de ações de cidadania por diversos atores sociais. Nesse contexto, discute-se os elementos condicionantes que possibilitam a interoperabilidade informacional entre tais equipamentos, através da redefinição de políticas público-culturais que possam atender à diversidade de manifestações sociais nas distintas comunidades nacionais.

Biografia do Autor

Dalgiza Andrade Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Escola de Ciência da Informação/Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (PPGCI/UFMG-2011). Mestre em Ciência da Informação (PPGCI/UFMG-2005). Bacharel em Biblioteconomia (Escola de Biblioteconomia/UFMG-1991). Coordenadora do Programa Carro-Biblioteca/ECI (10/2013-10/2015). Tem experiência na área de Ciência da Informação e Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: fontes de informação, cidadania, prática informacional, comunicação científica e estudos bibliométricos, pesquisa cientifica, deontologia biblioteconômica, mercado de trabalho, formação e desenvolvimento de coleções, bibliotecas públicas e bibliotecas escolares. Ministra disciplinas sobre Recursos e Serviços de Informação. Diretora Técnica e Membro da Comissão de Legislação e Normas do Conselho Federal de Biblioteconomia - 17ª Gestão. 


Benildes C. M. S. Maculan, Universidade Federal de Minas Gerais

Bibliotecária e Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, na Escola de Ciência da Informação (ECI) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente Professora Assistente no Departamento de Organização e Tratamento da Informação, na ECI/UFMG. Pesquisadora integrante do Grupo de Pesquisa Modelagem Conceitual para Organização Hipertextual de Documentos ? MHTX. Interesses na linha de Organização e Uso da Informação, com ênfase em questões teóricas e metodológicas de desenvolvimento de Sistemas de Organização do Conhecimento (sistemas de classificação, taxonomias, tesauros e redes semânticas) e linguagens de indexação; relacionamentos semânticos; modelagens e arquiteturas conceituais (atores e cenários); processos de indexação e análise de assunto; comportamento informacional; recuperação da informação: acesso físico do documento e acesso ao seu conteúdo informacional (em bibliotecas tradicionais, digitais, hipertextos e arquivos), em distintos contextos de uso; Web semântica, dados linkados (Linked Data), integração de dados, compatibilidade de linguagens e interoperabilidade semântica; aportes interdisciplinares fundamentais (Estatística, Tecnologia da Informação e Comunicação, Computação, Engenharia de Software, Lógica, Linguística, Terminologia, Semântica (teórica e descritiva), Comunicação, entre outros).

Marcos Aurélio Gomes, Universidade Federal de Alagoas

Graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal do Espírito Santo (1984), especialização em Sistemas Automatizados de Informação (1995) e mestrado em Ciência da Informação (2005) ambos pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e doutorando em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente exerce atividades de ensino e pesquisa como Professor Assistente da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos de Usuários e Necessidades de Informação, Marketing em Unidades de Informação, Competência em Informação e Unidades de Informação: Públicas, Escolares e Especializadas.

Downloads

Publicado

19/07/2016

Como Citar

Oliveira, D. A., Maculan, B. C. M. S., & Gomes, M. A. (2016). Equipamentos Culturais e Políticas Públicas: a interoperabilidade em questão. Ciência Da Informação Em Revista, 3(1), 3–10. https://doi.org/10.28998/cirev.2016v3n1a

Edição

Seção

Artigos Originais | Original Articles