Patriarcado, heteronormatividade e misoginia em debate: pontos e contrapontos para o combate à homofobia nas escolas

Autores

  • Zulmira Newlands Borges UFRGS
  • Fátima C. V. Perurena PUC-SP
  • Guilherme Rodrigues Passamani UFSM
  • Muriel Bulsing UFSM

Palavras-chave:

Heteronormatividade, Patriarcado, Misoginia, Homofobia, Escolas.

Resumo

Este artigo se propõe a analisar alguns conceitos centrais para o debate e a inclusão do tema homofobia nas escolas. Para além de nossas experiências de pesquisa, buscamos uma dimensão mais teórica na abordagem do assunto. Consideramos que, antes mesmo de uma educação voltada para o respeito à homossexualidade e à diversidade sexual, é necessário discutir com os professores as bases das discriminações homofóbicas presentes na sociedade brasileira. Destacamos três pontos que consideramos estratégicos para a discussão do tema: o patriarcado, a heteronormatividade e a misoginia. Tomando como base esses três conceitos, analisamos entrelaçamentos entre eles e a homofobia presente em nossa sociedade. 

Downloads

Publicado

13/10/2013

Como Citar

Borges, Z. N., Perurena, F. C. V., Passamani, G. R., & Bulsing, M. (2013). Patriarcado, heteronormatividade e misoginia em debate: pontos e contrapontos para o combate à homofobia nas escolas. Latitude, 7(1). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/1065

Edição

Seção

Dossiê "Homofobia"