Beleza e construção do corpo em narrativas de mulheres sobre a infância

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/lte.2015.n.2.2005

Palavras-chave:

Corpo, beleza, exigências sociais

Resumo

O presente artigo tem como foco interpretar as narrativas biográficas de mulheres cearenses, praticantes de musculação, e suas experiências em relação à aparência física no cotidiano, no trabalho, no lar e nas interações sociais. Com base nessas narrativas, o trabalho oferece uma compreensão de como essas mulheres, pertencentes a diferentes realidades sociais, econômicas e culturais, vivenciam seus corpos, os sentimentos daí deflagrados e, principalmente, o que essas experiências dizem sobre o contexto social em que estamos inseridos. As narrativas biográficas foram construídas – nos termos de Kofes (1994) – como fonte de inspiração do meio social, como uma evocação do sujeito e uma reflexão da relação entre biografado e pesquisador.  A análise das trajetórias dessas mulheres busca a reflexão sobre temas mais amplos da vida social, tais como as relações entre individualidade/sociedade, exigências sociais/discriminação, processo de socialização/construção do corpo, cultura/mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Paula Ponte, Universidade Federal do Ceará

Mestre em Sociologia (2008) e bacharel em Ciências Sociais (2005) pela Universidade Federal do Ceará.  Tem experiência como consultora na análise de programas sociais.. Participou do Projeto de Assistência Técnica à elaboração de Planos Municipais de Cultura no município de Fortaleza\CE, atuando na Secretaria de Cultura de Fortaleza, como consultora analista do Ministério da Cultura (MINC).  Participou como consultora de pesquisas sobre o PROCAMPO e Projovem Campo da Secretaria de Educação continuada, diversidade e inclusão (SECADI) numa parceria do Ministério da Educação (MEC) e (UNESCO).  Tem experiência em projetos que trabalham com jovens em situação de risco e vulnerabilidade social. Ministrou oficinas sobre gênero, sexualidade, consciência corporal, educação ambiental, redução de danos e sócio-economia solidária. Como pesquisadora do Núcleo de Pesquisa Cultura e Memória do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura realiza pesquisas e ações relacionadas à cultura, à memória e à oralidade cearenses, debruçando-se sobre questões como arte e cultura, cotidiano, trabalho e religiosidade. Tem experiência na organização de conferências e atividades culturais.Como docente ministrou disciplinas nas áreas de Sociologia, Educação e Antropologia para a graduação Tecnológica em Estética e Cosmética, UVA/UNIYQ - Estudos e Serviços Educacionais LTDA e para o Instituto de desenvolvimento, Educação e Cultura do Ceará (IDEEC). Foi professora Orientadora da Escola de Gestores da Universidade Federal do Ceará no ensino de Educação a distância. Orientou as ações de pesquisas e educativas do Projeto Museu e Cidadania Cultural do Museu da Cultura Cearense, promovendo discussões interdisciplinares sobre os conceitos de museu, cultura, memória, patrimônio cultural e protagonismo juvenil. Atualmente é professora supervisora da disciplina de Antropologia Cultural pelo Ensino de Educação a Distância (UAB) pela Universidade de Brasília (UNB) para o departamento de Artes Cênicas. 

Referências

BASSANEZI, Carla. Mulheres dos anos dourados. In: PRIORE, Mary Del. (Org.). História das mulheres no Brasil. 8. ed. São Paulo: Contexto, 2006. P.607-639.

______. Revistas Femininas e o Ideal de Felicidade Conjugal (1945-1964). Cadernos Pagu: olhares alternativos. São Paulo: Unicamp, 1994. p.111-145.

CASTRO, Ana Lúcia de. Culto ao corpo e sociedade: mídia, estilos de vida e cultura de consumo. São Paulo: Annablume: Fapesp, 2003.

______. Culto ao corpo . In: CONGRESSO LUSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS. Anais... Coimbra 16, 17 e 18 de setembro de 2004. Disponível em: sitehttpwww.ces.uc.ptlab2004inscriçãopdfspainel24analucia castro. Pdf consultei em 2007.

CLASTRES, P. Da tortura nas sociedades primitivas. In: _____. A sociedade contra o Estado. Rio de Janeiro: F. Alves, 1978. cap. 10, p. 123-131.

COUTINHO, Maria Lúcia da Rocha. Tecendo por trás dos panos: mulher brasileira nas relações familiares. Rio de Janeiro: Rocco,1994.

DEL PRIORE, Mary. História da criança no Brasil . São Paulo: Contexto, 2004.

______. Historia do amor no Brasil, São Paulo, CONTEXTO, 2005.

______. (Org.). Histórias das mulheres no Brasil. 8 .ed. São Paulo: Contexto, 2006.

GEERTZ, Clifford. Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura. In: GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LCT, 1989, p. 13-41.

KOFES, Suely.História de vida, biografias, trajetórias. Campinas-SP: UNICAMP, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, 2004.

LOPES, Louro. Pedagogia da sexualidade. In: ________. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p. 7- 34.

______. Corpos que escapam. Labrys. Estudos feministas, n. 4, agos. Dez. 2003.

MALINOWSKI, Bronislaw. A vida sexual dos selvagens: descrição etnográfica do namoro, do casamento e da vida de família entre os nativos das Ilhas Trobiand. Rio de Janeiro: Francisco Alves,1983.

MAUSS, M. As técnicas corporais. In: _____. Sociologia e antropologia. São Paulo: Edusp, 1974. p. 211-33.

______. Ensaio sobre a dádiva. Forma e razão da troca nas sociedades arcaicas. In: _____. Sociologia e antropologia. São Paulo: Edusp, 1974. p. 37-184.

O QUE VOCÊ PODE FAZER PELA AUTO-ESTIMA DA SUA FILHA. Revista Cláudia, fev. 2007, p. 46-49.

PONTE, Vanessa Paula. Cada sabe a dor e a delícia de ser o que é: uma etnografia de duas academias de musculação em Fortaleza. 209f. 2005. Monografia (Bacharelado em Ciências Sociais). Universidade Federal do Ceará. 2005.

______. Caminhantes: narrativas biográficas de mulheres praticantes de musculação / Fortaleza. 2008. 246f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Universidade Federal do Ceará. Fortaleza. 2008.

SANTANNA, Denise Bernuzzi de.Cuidados de si e embelezamento feminino: fragmento para uma história do corpo no Brasil. In: _____ (Org.). Políticas do corpo. São Paulo: Estação liberdade, 1999. cap. 7, p. 121-139.

______. Entrevista Marta Kanashiro. Consciência - Revista Eletrônica de Jornalismo Científico. 2005.

WOLF, Naomi. O mito da beleza: como as imagens de beleza são utilizadas contra as mulheres. Rio de Janeiro: Rocco 1992.

Downloads

Publicado

2018-05-15

Como Citar

PONTE, Vanessa Paula. Beleza e construção do corpo em narrativas de mulheres sobre a infância. Latitude, Maceió-AL, Brasil, v. 9, n. 2, 2018. DOI: 10.28998/lte.2015.n.2.2005. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/2005. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.