Habitabilidades e sociabilidades nas relações de vizinhança de um conjunto habitacional popular em Campos dos Goytacazes/RJ

Autores

  • Diogo da Cruz Ferreira Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)
  • Teresa de Jesus Peixoto Faria Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Palavras-chave:

Política habitacional, Camadas populares, Habitar, Sociabilidades, Moralidades.

Resumo

O artigo tem como objetivo descrever e interpretar as habitabilidades e sociabilidades que emergiram nas relações de vizinhança após a ocupação do conjunto habitacional Novo Jockey, edificado no quadro do Programa Morar Feliz (PMF), em 2011, na cidade de Campos dos Goytacazes (região Norte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil). Os relatos e as situações apresentadas foram colhidos ao longo da observação participante realizada entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2018. De um lado, descrevemos a trajetória do programa Morar Feliz e analisamos as reconfigurações dos padrões de sociabilidades nas relações de vizinhança (ampliada e interna) na área em que o conjunto habitacional Novo Jockey foi construído. Situaremos estas redefinições a partir da fixação dos residentes selecionados pelo PMF. De outro, focalizamos em algumas situações entre os residentes do conjunto habitacional nas quais eles mobilizam objetos, repertórios e disposições anteriormente adquiridas como modo de tornar o ambiente urbano praticável. Observamos que as interações apontam para uma ação coletiva que envolveu atores muito heterogêneos, tornando o ambiente urbano habitável e praticável, os quais foram impulsionados por um programa municipal de moradia popular executada em uma cidade média distante de contextos metropolitanos.

Abstract

The article aims to describe and interpret the housing and sociability that emerged in the neighborhood relations after the occupation of the housing complex Novo Jockey, built within the framework of the Morar Feliz program (PMF)in 2011, in the city of Campos dos Goytacazes (northern region of Rio de Janeiro State, Brazil). The reports and situations presented were collected during the observation of ethnographic inspiration carried out between February 2016 and February 2018. On the one hand, we describe the trajectory of the Morar Feliz program and analyze the reconfigurations of sociability patterns in the extended and internal neighborhood relations in the area in which the Novo Jockey housing complex was built. We will locate these redefinitions from the fixation of the residents selected by the PMF. On the other hand, we focus on some situations among residents of the housing complex in which they mobilize objects, repertoire and dispositions previously acquired as a way of making the urban environment practicable. We observe that the interactions point to a collective action that involved very heterogeneous actors, making the urban environment of the area habitable and practicable, which were driven by a popular municipal housing policy carried out in a middle city far from metropolitan contexts.


Biografia do Autor

Diogo da Cruz Ferreira, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Doutor em Políticas Sociais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darrcy Ribeiro. Membro do grupo de pesquisa CEP28 (Cidades, Espaços públicos e Periferias) (UFF) e Cidades: história, desigualdades socioespaciais e políticas (UENF).

Teresa de Jesus Peixoto Faria, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Docente e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Sociais da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darrcy Ribeiro (PPGPS/UENF). Coordenadora do  grupo de pesquisa Cidades: história, desigualdades socioespaciais e políticas (Diretório CNPq).

Referências

ARRUDA, A. P. S. N. Política habitacional e direito à cidade: a experiência do programa “Morar Feliz” em Campos dos Goytacazes/RJ. 2014. 273 fls. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Centro de Ciências do Homem, Campos dos Goytacazes, 2014.

ASSIS, R, L. Morador de Custodópolis e morador de Guarus: a moradia como um símbolo de estigma na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ. 2016. 214 f. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Estadual do Norte-Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2016.

BECK, U. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. 2º edição. São Paulo. Editora 34, 2011.

BECKER, H. S. Outsiders: estudos de sociologia do desvio. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BREVIGLIERI, M. L’horizon du ne plus habiter et l’absence de maintien de soi en public. In : CEFAI, D.; JOSEPH, I. (org). L’héritage du pragmatisme. Conflit d’urbanité et èpreuves de civisme. 2002.

BREVIGLIERI, M. Penser l'habiter estimer l'habitabilité. Traces, n. 23, p. 9-14, 2006.

BREVIGLIERI, M. L’intranquillité du voisin. Étude sur la potentialisation de la dispute en régime liberal. Cahiers de Rhizome. Bulletin national santé mentale et précarité, n° 29, p. 15-19, 2007.

BREVIGLIERI, M. Pensar a dignidade sem falar a linguagem da capacidade de agir: uma discussão crítica sobre o pragmatismo sociológico e a teoria do reconhecimento de Axel Honneth. Revista Terceiro Milênio, v. 6, n. 1, p. 11-34, 2017.

CAVALCANTI, M. À espera, em ruínas: urbanismo, estética e política no Rio de Janeiro da PACificação. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v. 6, p. 191-228, 2013.

CARDOSO, A. L.; ARAGÃO, T.A. Do fim do BNH ao programa Minha Casa, Minha Vida: 25 anos da política habitacional no Brasil. In: CARDOSO, A. L. (org). O programa Minha Casa Minha Vida e seus efeitos territoriais. Rio de Janeiro. Letra Capital, 2013.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano. 1. Artes do fazer. 3ª edição. Petropólis: Vozes, 1998.

COUTINHO, M. B. S. A expansão dos condomínios residenciais em Campos dos Goytacazes: uma análise do bairro Novo Jockey. 189 fls. 2017. Dissertação (Mestrado em Planejamento Regional e Gestão de Cidades), Universidade Candido Mendes, Campos dos Goytacazes, 2017.

DAMATTA, R. A casa e a rua: espaço, cidadania, mulher e morte no Brasil. 5ª ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES (DOMCG). Decreto nº. 055 /2011. Estabelece os critérios e o procedimento para concessão das casas populares do Programa Morar Feliz ou outro programa habitacional de moradia popular instituído neste Município. Ano II, nº CCXV, fev. 2011. Disponível em: Acesso em: 22 fev. 2015.

DOUGLAS, M. The Idea of a home: a kind of space. Social Researh, v. 58, n. 1, p. 287-307, 1991.

ELIAS, N; SCOTSON, J. L. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

FARIAS, J. Da asfixia: reflexões sobre a atuação do tráfico de drogas nas favelas cariocas. In: MACHADO DA SILVA, L. A. (org.). Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, p. 173-191, 2008.

FELTRAN, G. S. Fronteiras da tensão: política e violência nas periferias de São Paulo. São Paulo. UNESP, 2011.

FERREIRA DOS SANTOS, C. N. Condomínios exclusivos: o que diria a respeito um arqueólogo? In: FERREIRA DOS SANTOS, C. N. (Coletânea organizada por Maria de Lourdes Pinto Machado Costas e Maria Lais Pereira da Silva). Sementes urbanas 1. Niterói/RJ: Eduff, 2017a. p. 200-219.

FERREIRA DOS SANTOS, C. N. A desordem é só uma ordem que exige uma leitura mais atenta. In: FERREIRA DOS SANTOS, C. N. (Colêtanea organizada por Maria de Lourdes Pinto Machado Costa e Maria Lais Pereira da Silva). Sementes urbanas 1. Niterói/RJ: Eduff, 2017b. p. 191-199.

FERREIRA DOS SANTOS, C. N. A cidade, os comportamentos e as leis. In: FERREIRA DOS SANTOS, C. N. (Coletânea organizada por Maria de Lourdes Pinto Machado Costa e Maria Lais Pereira da Silva). Sementes urbanas 2. Niterói/RJ: Eduff, 2017c. p. 182-189.

FERREIRA, D. C. Das consequências do programa Minha Casa, Minha Vida na sociabilidade de um condomínio em uma cidade média de Minas Gerais. 2015. 101 fls. Dissertação (Mestrado em Políticas Sociais), Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - Centro de Ciências do Homem. Campos dos Goytacazes, 2015.

FERREIRA, D. C.“Nosso novo endereço, Morar Feliz”: os sentidos de habitar um conjunto habitacional popular em Campos dos Goytacazes. 2019. 233 fls. Tese (Doutorado em Políticas Sociais) – Centro de Ciências do Homem, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes/RJ, 2019.

GEERTZ, C. Do ponto de vista dos nativos: a natureza do entendimento antropológico. In: GEERTZ, C. O saber local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Petrópolis: Vozes, 1997. p. 85-107.

GEERTZ, C. A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 2004.

GOFFMAN, E. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4º edição. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GOFFMAN, E. Os quadros da experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis, RJ. Vozes, 2012.

GUIMARÃES, D.; CAVALCANTI, L. Morar: a casa brasileira. Rio de Janeiro: Avenir Editora, 1984.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA. Cidades, Rio de Janeiro, Campos dos Goytacazes. 2015. Disponível em: <http://cod.ibge.gov.br/23318>. Acesso em: 28 out. 2015.

MACHADO DA SILVA, L. A. “Violência urbana”, segurança pública e favelas: o caso do Rio de Janeiro atual. Caderno CRH, Salvador, v. 23, n. 59, p. 283-300, maio/ago. 2010.

MACHADO DA SILVA, L. A. (Org.). Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/FAPERJ, 2008.

PARK, R. E. A comunidade urbana como configuração espacial e ordem moral. Ecologia humana. In: PIERSON, D. Estudos de ecologia humana. São Paulo: Livraria Martins Editora, 1945a [1925]). p. 38-52.

PARK, R. E. A cidade: sugestões para investigação do comportamento no meio urbano, tradução Sérgio Magalhães Santeiro. In: VELHO, O. G. (Org.). O Fenômeno Urbano. 2ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1973. p. 27-67.

SANTOS, A. M. S. P. Urbanização brasileira: um olhar sobre o papel das cidades médias na primeira década do século XXI. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, nov. 2010.

SIMMEL, G. A natureza sociológica do conflito. In: FILHO, E. M. (Org.) Georg Simmel: sociologia. São Paulo: Editora Ática, 1983. p.122-134.

SIMMEL, G. Questões fundamentais da sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

SIQUEIRA, C. O.. Territórios proibidos? Uma análise das circulações e práticas sociais de jovens das periferias de Campos dos Goytacazes/RJ. 2016. 197 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Sociais) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2016.

THÉVENOT, L. 1986. Les investissements de forme. Conventions économiques, n. 29, p. 21-71, 1986.

THÉVENOT, L. La acción en plural: una introducción a la sociología pragmática. Traducido por Horacio Pons. 1ª ed. Buenos Aires: Siglo Veintiuno Editores, 2016.

Downloads

Publicado

29/12/2020

Como Citar

Ferreira, D. da C., & Faria, T. de J. P. (2020). Habitabilidades e sociabilidades nas relações de vizinhança de um conjunto habitacional popular em Campos dos Goytacazes/RJ. Latitude, 14(2), 82–105. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/6438

Edição

Seção

Dossiê: "Moralidades nas cidades da periferia"