A noção de gramática em Saussure

Autores

  • Aline Moretto Costa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Luiza Milano Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.28998/2317-9945.2019v1n62p107-126

Palavras-chave:

arbitrariedade, epistemologia da linguística, gramática, mecanismo, valor linguístico

Resumo

Acreditamos que o legado saussuriano é e deve ser um ponto de partida para refletirmos sobre o funcionamento da língua e da linguagem, visto que hoje temos uma significativa fortuna crítica acerca dos escritos saussurianos e da atualização de seu pensamento. Este texto apresenta e desenvolve a ideia acerca da noção de Gramática em Saussure, a partir de três princípios fundamentais, a saber, a arbitrariedade, o valor e o mecanismo linguístico. Nosso objetivo é mostrar como esses três princípios fundam um conceito de gramática em Saussure. Inicialmente, desenvolvemos o que entendemos como a grande virada do mestre ao resolver um problema metodológico a partir dos dois primeiros princípios – arbitrariedade e valor. Por fim, mostramos como estes estão em jogo no mecanismo linguístico. A concepção de Gramática em Saussure, sem deixar de lado a ação da massa de falantes sobre ela, decorre, portanto, desses três grandes princípios.


The notion of grammar in Saussure

This text presents and develops the idea concerning the notion of grammar in Saussure, based on three essential principles, namely arbitrariness, value, and the linguistic mechanism. We aim to show how these three principles establish a concept of grammar in Saussure. Initially, we discuss the development of the author’s line of thought by resolving a methodological issue based on the first two principles – arbitrariness and value. Our reading of the Course in General Linguistics enables us to extract these notions, which then lead us to the conclusion that it is possible to perceive the functioning of language in its use. Finally, we show how arbitrariness and value are at stake in the linguistic mechanism. We understand that analogy, one of the phenomena that explain the linguistic mechanism, is the main example of how the speaker and the notion of parole [speech] itself are present in the Saussurean perspective. Therefore, the conception of grammar in Saussure stems from these three major principles that are interconnected.

Keywords: Arbitrariness. Epistemology of linguistics. Grammar. Mechanism. Linguistic value


DOI: 10.28998/2317-9945.2019v1n62p107-126

Biografia do Autor

Aline Moretto Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

É licenciada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Língua Espanhola e Literaturas de Língua Espanhola pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2015). Durante a graduação, atuou como monitora do PAG - Português (2012-2013), como bolsista do PIBID - Espanhol (2014-2015) e como bolsista do NELE (Núcleo de Ensino de Línguas em Extensão), atuando como professora de Espanhol. Fez intercâmbio na Universidad Nacional del Litoral - ARG (2013). Atualmente, é mestranda em Estudos da Linguagem e bolsista da CAPES e professora de espanhol em cursinho popular.

Luiza Milano, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Federal de Santa Maria (1989), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2006). É Professora do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas do Instituto de Letras da UFRGS e professora e orientadora do Programa de Pós-graduação em Letras da mesma Universidade. Tem experiência na área de Estudos da linguagem, com ênfase em linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: epistemologia da linguística, linguística saussuriana, linguística jakobsoniana, linguística da enunciação, aspectos fônicos da língua, leitura compartilhada em voz alta, escuta.

Downloads

Publicado

04/12/2018

Como Citar

MORETTO COSTA, A.; MILANO, L. A noção de gramática em Saussure. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 62, p. 107–126, 2018. DOI: 10.28998/2317-9945.2019v1n62p107-126. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/4826. Acesso em: 4 dez. 2021.