Entre a racionalidade produtiva e a conservação do ambiente: a produção oleira do município de Iranduba e suas consequências ambientais

Hamida Assunção Pinheiro, Antonio Carlos Witkoski

Resumo


No Estado do Amazonas, o município de Iranduba é conhecido como um dos principais polos de produção de tijolos. A indústria cerâmico-oleira se destaca na economia do município como uma das principais atividades econômicas. O objetivo do trabalho é problematizar alguns dos principais danos ambientais provenientes da atividade oleira no município de Iranduba. A investigação é de cunho qualitativo e se utiliza da observação, dos registros fotográficos e do diário de campo como instrumentos de coleta de dados. A pesquisa tem revelado que a indústria oleira ocasiona várias consequências ambientais, como por exemplo, a abertura de gigantescas cavas no solo para retirada de argila, o corte intenso de madeira para alimentação dos fornos, a excessiva emissão de fumaça proveniente da queima dos artefatos cerâmicos.

Palavras-chave


Indústria cerâmico-oleira; Racionalidade Produtiva; Racionalidade Ambiental

Texto completo:

PDF







 

                                  Resultado de imagem para doajResultado de imagem para ibict