Analisando a Opinião de Uso da Folksonomia pelos Funcionários da Biblioteca Central da UFPB

Autores

  • Andréa Moreira dos Santos Universidade Federal da Paraíba
  • Márcio Bezerra da Silva Faculdade de Ciência da Informação. Universidade de Brasília.

DOI:

https://doi.org/10.28998/cirev.2016v3n1c

Palavras-chave:

Sistema de automação de biblioteca, Representação da informação. Folksonomia, Hibridismo, Web 2.0, Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Mensura o desejo de uso da folksonomia pelos funcionários que usam o Ortodocs, sistema de automação de biblioteca (SAB) adotado pela Biblioteca Central (BC) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Discute biblioteca, representação da informação e Web 2.0, com enfoque na folksonomia. Adota, como percurso metodológico, as técnicas de pesquisa exploratória e bibliográfica, com a abordagem de coleta de dados quanti-qualitativa junto a 20 pesquisados da BC/UFPB. Encontra, como resultados da pesquisa, que a maioria dos pesquisados usa a Internet mais de 12 vezes na semana, sabe o significado do termo folksonomia, aprova o uso da folksonomia no SAB e acredita que a biblioteca pode ser considerada atualizada ao adotar a folksonomia, indo ao encontro dos preceitos da Web 2.0. Concluiu-se que o uso da folksonomia é desejado pela maioria dos funcionários pesquisados, pois os usuários poderiam colaborar uns com os outros, como também com os bibliotecários, apresentando sugestões de termos a serem inseridos na taxonomia padrão do sistema enquanto uma coexistência entre taxonomia e folksonomia. Almeja novos estudos, inclusive a realização de investigações sobre o Ortodocs após a atualização e/ou aquisição de novo sistema na BC/UFPB, pois o hibridismo de sistemas talvez seja o meio termo desse debate, ao qual um modelo potencializará e influenciará o outro com vistas à colaboração social. 

Biografia do Autor

Andréa Moreira dos Santos, Universidade Federal da Paraíba

Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba.

Márcio Bezerra da Silva, Faculdade de Ciência da Informação. Universidade de Brasília.

Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (início 2012). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (2011). Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba (2006). Tecnólogo em Processamento de Dados pela Escola Técnica Virgínia Patrick-RJ (1996). Professor da Faculdade de Ciência da Informação (FCI) da Universidade de Brasília (UnB). Experiência e formação na área de Processamento de Dados (Computação). Atualmente se dedicando a direcionar e utilizar tal experiência na Educação (ensino), Ciência da Informação e áreas afins. Interesse por Tecnologias; Banco de Dados; Arquitetura da Informação, Acessibilidade, Usabilidade e Web; Representação, Organização e Recuperação da Informação. Membro dos grupos de estudos Leitura, Organização, Representação, Produção e Uso da Informação (LORPUI) - UFPB; G-Acervos manuscriptológicos, bibliográficos, iconográficos, etnográficos: organização, preservação e interfaces das tecnologias da informação e comunicação - UFBA; e Publicações Eletrônicas - UNB. 

Downloads

Publicado

19/07/2016

Como Citar

Santos, A. M. dos, & Silva, M. B. da. (2016). Analisando a Opinião de Uso da Folksonomia pelos Funcionários da Biblioteca Central da UFPB. Ciência Da Informação Em Revista, 3(1), 30–42. https://doi.org/10.28998/cirev.2016v3n1c

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa | Research Reports