Representação e Recuperação da informação em Bibliotecas Universitárias: o tesauro como elo entre acervo, indexação e usuários da área de Física

Francisco Edvander Pires Santos, Juliana Soares Lima, Irlana Mendes de Araújo

Resumo


Discute a representação e recuperação da informação na área de Física tendo como base experiências adquiridas no ambiente de trabalho, mais especificamente no serviço de referência e no processo técnico em uma biblioteca universitária. Caracteriza a atividade de indexação, as publicações e o perfil da comunidade usuária de uma biblioteca cujo acervo é especializado na área de Física. Traz como procedimentos metodológicos as pesquisas bibliográfica e documental, a observação participante e a análise de conteúdo, para fins de coleta e análise dos termos descritores a partir da elaboração de fichas catalográficas, da inserção de dados bibliográficos em catálogo online e da submissão de trabalhos acadêmicos em Repositório Institucional. Apresenta uma estrutura sistemática como sugestão para a construção de um tesauro na área de Física, contendo os principais termos descritores utilizados na categorização, classificação e indexação das publicações.

Palavras-chave


Indexação; Elaboração de linguagens documentárias; Tesauros; Elos (entre termos de indexação); Física.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSUMPÇÃO, Fabrício Silva; SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa. Representação no domínio bibliográfico: um olhar sobre os Formatos MARC 21. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 1, p. 54-74, jan./mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 jun. 2015.

AUSTIN, Derek; DALE, Peter. Diretrizes para o estabelecimento e desenvolvimento de Tesauros Monolíngües. Tradução de Blanca Amaro de Melo. Brasília: IBICT, 1993. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

BACHA, Márcia Nunes; ALMEIDA, Maria do Socorro G. de. Vocabulário controlado e palavras-chave em repositórios digitais: relato de experiência do repositório institucional da FGV. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis, SC. Anais eletrônicos... São Paulo: FEBAB, 2013. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2015.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida; GOMES, Hagar Espanha. Taxonomia e classificação: o princípio de categorização. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4, ago. 2008. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2015.

______; ______. Taxonomia e a Web: construção em uso. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2015.

______; ______; MOTTA, Dilza Fonseca da. Elaboração de tesauro documentário: tutorial. jul. 2004. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2015.

CAVALCANTE, Ricardo Bezerra; CALIXTO, Pedro; PINHEIRO, Marta Macedo Kerr. Análise de conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 24, n. 1, p. 13-18, jan./abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 09 ago. 2015.

CAVATI SOBRINHO, Heliomar; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Metodologia de construção de tesauro no domínio da Economia. In: PINTO, Virgínia Bentes; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregório; CAVALCANTE, Lídia Eugênia (Org.). Aplicabilidades metodológicas em Ciência da Informação. Fortaleza: Edições UFC, 2015. p. 139-153.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino; SILVA, Roberto da. Metodologia científica. 6. ed. são Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CHAUMIER, Jacques. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1-2, p. 63-79, jan./jul. 1988. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2015.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. Tabela de áreas do conhecimento. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2015.

CUNHA, Murilo Bastos da. Metodologia para estudo de usuários de informação científica e tecnológica. Revista de Biblioteconomia, Brasília, v. 10, n. 2, p. 5-19, jul./dez. 1982. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2012.

DEWEY, Melvil. Dewey Decimal Classification and relative index. 22nd ed. Edited by Joan S. Mitchell et al. Dublin, OH: OCLC, c2003. 4 v.

EBECKEN, N. F.; LOPES, M. C. S.; COSTA, M. C. A. Mineração de textos. In: REZENDE, Solange de Oliveira (Org.). Sistemas inteligentes. São Paulo: Manole, 2003. p. 337-370.

EUROVOC: thesaurus multilíngue da União Europeia. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2015.

FERNEDA, Edberto. Ontologia como recurso de padronização terminológica em um Sistema de Recuperação de Informação. 2013. 97 f. Relatório de Pesquisa (Pós-Doutorado) – Departamento de Ciência da Informação, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2015.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. [Busca por Autoridades]. Disponível em: . Acesso em: 06 ago. 2015.

GROGAN, David Joseph. A prática do serviço de referência. Tradução: Antonio A. Briquet de Lemos. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1995.

INFOTHES: informação e tesauro. Tesauro: ferramenta de ação na recuperação da informação. 16 slides. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Diretrizes para Elaboração de Tesauros Monolíngues. Brasília, 1984. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2015.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Guidelines for Multilingual Thesauri. The Hague, c2009. (IFLA Professional Reports, n. 115). Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2015.

JACINTO, Solange de Oliveira. A importância do tesauro para a gestão do conhecimento na FUNASA. 2014. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Lato Sensu em Gestão do Conhecimento, Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2015.

JESUS, Jerocir Botelho Marques de. Tesauro: um instrumento de representação do conhecimento em sistemas de recuperação da informação. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 12., 2002, Recife. Anais eletrônicos... Recife, 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2015.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. rev. atual. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2004.

LARA, Marilda Lopes Ginez de; TÁLAMO, Maria de Fátima Gonçalves Moreira. Uma experiência na interface Lingüística Documentária e Terminologia. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 8, n. 5, out. 2007. Disponível em: . Acesso em: 18 ago. 2015.

LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Subject Headings. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2015.

LIVRARIA DA FÍSICA. [Catálogo de publicações na área de Física]. Disponível em: . Acesso em: 07 set. 2015.

MENDES, Paula Raphisa; REIS, Raquel Martins dos; MACULAN, Benildes Coura Moreira dos Santos. Tesauros no acesso à informação: uma retrospecção. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, SC, v. 20, n. 1, p. 49-66, jan./abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2015.

MURAKAMI, Tiago Rodrigo Marçal. Tesauros e a World Wide Web. 2005. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Departamento de Biblioteconomia e Documentação, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2015.

OXFORD Dictionary of Physics. 7th ed. Oxford: Oxford University Press, 2015.

PINTO, Virgínia Bentes. Indexação documentária: uma forma de representação do conhecimento registrado. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 223-234, jul./dez. 2001. Disponível em: . Acesso em: 06 abr. 2015.

PRÄSS, Alberto Ricardo. Física Net: o site da Física. Disponível em: . Acesso em: 06 set. 2015.

REDE PERGAMUM. Pesquisa por Autoridades da Rede Pergamum. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2015.

RODITI, Itzhak. Dicionário Houaiss de Física. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

SALES, Rodrigo de; CAFÉ, Ligia. Semelhanças e diferenças entre tesauros e ontologias. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4, ago. 2008. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2015.

SÓ FÍSICA. O que o físico faz? Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Biblioteca Universitária (Comissão de Catalogação). Política de Indexação do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2016. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2016.

VOGEL, Michely Jabala Mamede. Planejamento de Tesauros na Prática. In: EXTRALIBRIS. [Notas de aula]. [S.l.], 2015.






Direitos autorais 2019 Os autores são detentores dos direitos autorais e concedem à Ciência da Informação em Revista o direito de publicação simultaneamente disponibilizada de acordo com uma Licença Creative Commons 4.0 Internacional.


Ciência da Informação em Revista | E-ISSN 2358-0763 | Citações no Google Acadêmico

        

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes

Universidade Federal de Alagoas, Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n, Tabuleiro dos Martins, Maceió, Alagoas, Brasil
CEP: 57072-900 | Telefone: +55 82 3214 1342 | e-mail: cirev@ichca.ufal.br

 

Este periódico é afiliado à Associação Brasileira de Editores Científicos.


 Os originais publicados na Ciência da Informação em Revista estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.