Representação e Recuperação da informação em Bibliotecas Universitárias: o tesauro como elo entre acervo, indexação e usuários da área de Física

Autores

  • Francisco Edvander Pires Santos Universidade Federal do Ceará http://orcid.org/0000-0002-9469-1775
  • Juliana Soares Lima Universidade Federal do Ceará
  • Irlana Mendes de Araújo Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.28998/cirev.2017v4n1d

Palavras-chave:

Indexação, Elaboração de linguagens documentárias, Tesauros, Elos (entre termos de indexação), Física.

Resumo

Discute a representação e recuperação da informação na área de Física tendo como base experiências adquiridas no ambiente de trabalho, mais especificamente no serviço de referência e no processo técnico em uma biblioteca universitária. Caracteriza a atividade de indexação, as publicações e o perfil da comunidade usuária de uma biblioteca cujo acervo é especializado na área de Física. Traz como procedimentos metodológicos as pesquisas bibliográfica e documental, a observação participante e a análise de conteúdo, para fins de coleta e análise dos termos descritores a partir da elaboração de fichas catalográficas, da inserção de dados bibliográficos em catálogo online e da submissão de trabalhos acadêmicos em Repositório Institucional. Apresenta uma estrutura sistemática como sugestão para a construção de um tesauro na área de Física, contendo os principais termos descritores utilizados na categorização, classificação e indexação das publicações.

Biografia do Autor

Francisco Edvander Pires Santos, Universidade Federal do Ceará

Bibliotecário da Universidade Federal do Ceará. Mestrando em Ciência da Informação na Universidade Federal do Ceará.

Juliana Soares Lima, Universidade Federal do Ceará

Bibliotecária da Universidade Federal do Ceará. Secretária editorial da Revista Informação em Pauta, do Departamento de Ciências da Informação (DeCInf) da UFC.

Irlana Mendes de Araújo, Universidade Federal do Ceará

Bibliotecária da Universidade Federal do Ceará. Integrante do Grupo de Pesquisa Competência e Mediação em Ambientes de Informação do Departamento de Ciências da Informação da UFC.

Referências

ASSUMPÇÃO, Fabrício Silva; SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa. Representação no domínio bibliográfico: um olhar sobre os Formatos MARC 21. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 1, p. 54-74, jan./mar. 2015. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/2054>. Acesso em: 27 jun. 2015.

AUSTIN, Derek; DALE, Peter. Diretrizes para o estabelecimento e desenvolvimento de Tesauros Monolíngües. Tradução de Blanca Amaro de Melo. Brasília: IBICT, 1993. Disponível em: <http://livroaberto.ibict.br/handle/1/731>. Acesso em: 26 jul. 2015.

BACHA, Márcia Nunes; ALMEIDA, Maria do Socorro G. de. Vocabulário controlado e palavras-chave em repositórios digitais: relato de experiência do repositório institucional da FGV. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013, Florianópolis, SC. Anais eletrônicos... São Paulo: FEBAB, 2013. Disponível em: <http://portal.febab.org.br/anais/article/view/1361>. Acesso em: 21 set. 2015.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida; GOMES, Hagar Espanha. Taxonomia e classificação: o princípio de categorização. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4, ago. 2008. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago08/Art_01.htm>. Acesso em: 06 ago. 2015.

______; ______. Taxonomia e a Web: construção em uso. Disponível em: <http://www.conexaorio.com/biti/taxonomianaweb.pdf>. Acesso em: 06 ago. 2015.

______; ______; MOTTA, Dilza Fonseca da. Elaboração de tesauro documentário: tutorial. jul. 2004. Disponível em: <http://www.conexaorio.com/biti/tesauro>. Acesso em: 06 ago. 2015.

CAVALCANTE, Ricardo Bezerra; CALIXTO, Pedro; PINHEIRO, Marta Macedo Kerr. Análise de conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 24, n. 1, p. 13-18, jan./abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 09 ago. 2015.

CAVATI SOBRINHO, Heliomar; FUJITA, Mariângela Spotti Lopes. Metodologia de construção de tesauro no domínio da Economia. In: PINTO, Virgínia Bentes; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregório; CAVALCANTE, Lídia Eugênia (Org.). Aplicabilidades metodológicas em Ciência da Informação. Fortaleza: Edições UFC, 2015. p. 139-153.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino; SILVA, Roberto da. Metodologia científica. 6. ed. são Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CHAUMIER, Jacques. Indexação: conceito, etapas e instrumentos. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 21, n. 1-2, p. 63-79, jan./jul. 1988. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000011407&dd1=6442e>. Acesso em: 10 abr. 2015.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. Tabela de áreas do conhecimento. Disponível em: <http://www.cnpq.br/documents/10157/186158/TabeladeAreasdoConhecimento.pdf>. Acesso em: 06 ago. 2015.

CUNHA, Murilo Bastos da. Metodologia para estudo de usuários de informação científica e tecnológica. Revista de Biblioteconomia, Brasília, v. 10, n. 2, p. 5-19, jul./dez. 1982. Disponível em: <http://bogliolo.eci.ufmg.br/downloads/CUNHA_1982.pdf>. Acesso em: 22 set. 2012.

DEWEY, Melvil. Dewey Decimal Classification and relative index. 22nd ed. Edited by Joan S. Mitchell et al. Dublin, OH: OCLC, c2003. 4 v.

EBECKEN, N. F.; LOPES, M. C. S.; COSTA, M. C. A. Mineração de textos. In: REZENDE, Solange de Oliveira (Org.). Sistemas inteligentes. São Paulo: Manole, 2003. p. 337-370.

EUROVOC: thesaurus multilíngue da União Europeia. Disponível em: <http://eurovoc.europa.eu/drupal/?q=pt/node>. Acesso em: 18 jul. 2015.

FERNEDA, Edberto. Ontologia como recurso de padronização terminológica em um Sistema de Recuperação de Informação. 2013. 97 f. Relatório de Pesquisa (Pós-Doutorado) – Departamento de Ciência da Informação, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013. Disponível em: <http://www.marilia.unesp.br/Home/Instituicao/Docentes/EdbertoFerneda/pos-doutorado.pdf>. Acesso em: 19 jul. 2015.

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. [Busca por Autoridades]. Disponível em: <http://acervo.bn.br/sophia_web>. Acesso em: 06 ago. 2015.

GROGAN, David Joseph. A prática do serviço de referência. Tradução: Antonio A. Briquet de Lemos. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1995.

INFOTHES: informação e tesauro. Tesauro: ferramenta de ação na recuperação da informação. 16 slides. Disponível em: <http://www4.prefeitura.sp.gov.br/seme/CEDOC/iiegi/pdfs/2-Tesauro-ferramenta_de_acao_e_recuperacao_da_informacao.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Diretrizes para Elaboração de Tesauros Monolíngues. Brasília, 1984. Disponível em: <http://livroaberto.ibict.br/bitstream/1/995/5/Diretrizes%20para%20elabora%C3%A7%C3%A3o%20de%20tesauros%20monol%C3%ADngues.pdf>. Acesso em: 11 out. 2015.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Guidelines for Multilingual Thesauri. The Hague, c2009. (IFLA Professional Reports, n. 115). Disponível em: <http://www.ifla.org/files/assets/hq/publications/professional-report/115.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2015.

JACINTO, Solange de Oliveira. A importância do tesauro para a gestão do conhecimento na FUNASA. 2014. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Lato Sensu em Gestão do Conhecimento, Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2014. Disponível em: <http://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/10869/3701/1/Solange%20de%20Oliveira%20Jacinto.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2015.

JESUS, Jerocir Botelho Marques de. Tesauro: um instrumento de representação do conhecimento em sistemas de recuperação da informação. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 12., 2002, Recife. Anais eletrônicos... Recife, 2002. Disponível em: <http://www.ndc.uff.br/OLD2013/repositorio/Tesauros.pdf>. Acesso em: 18 jul. 2015.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. rev. atual. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2004.

LARA, Marilda Lopes Ginez de; TÁLAMO, Maria de Fátima Gonçalves Moreira. Uma experiência na interface Lingüística Documentária e Terminologia. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 8, n. 5, out. 2007. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/out07/Art_01.htm>. Acesso em: 18 ago. 2015.

LIBRARY OF CONGRESS. Library of Congress Subject Headings. Disponível em: <http://id.loc.gov/authorities/subjects.html>. Acesso em: 07 ago. 2015.

LIVRARIA DA FÍSICA. [Catálogo de publicações na área de Física]. Disponível em: <http://www.livrariadafisica.com.br>. Acesso em: 07 set. 2015.

MENDES, Paula Raphisa; REIS, Raquel Martins dos; MACULAN, Benildes Coura Moreira dos Santos. Tesauros no acesso à informação: uma retrospecção. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, SC, v. 20, n. 1, p. 49-66, jan./abr. 2015. Disponível em: <http://www.revista.acbsc.org.br/racb/article/download/980/pdf_110>. Acesso em: 21 set. 2015.

MURAKAMI, Tiago Rodrigo Marçal. Tesauros e a World Wide Web. 2005. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Departamento de Biblioteconomia e Documentação, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: <http://core.ac.uk/download/pdf/11882067.pdf>. Acesso em: 18 jul. 2015.

OXFORD Dictionary of Physics. 7th ed. Oxford: Oxford University Press, 2015.

PINTO, Virgínia Bentes. Indexação documentária: uma forma de representação do conhecimento registrado. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 6, n. 2, p. 223-234, jul./dez. 2001. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/download.php?dd0=12859>. Acesso em: 06 abr. 2015.

PRÄSS, Alberto Ricardo. Física Net: o site da Física. Disponível em: <http://www.fisica.net>. Acesso em: 06 set. 2015.

REDE PERGAMUM. Pesquisa por Autoridades da Rede Pergamum. Disponível em: <http://www.pergamum.pucpr.br/redepergamum/consultas/site_pa/pesquisa.php>. Acesso em: 07 ago. 2015.

RODITI, Itzhak. Dicionário Houaiss de Física. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

SALES, Rodrigo de; CAFÉ, Ligia. Semelhanças e diferenças entre tesauros e ontologias. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 9, n. 4, ago. 2008. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago08/Art_02.htm>. Acesso em: 19 jul. 2015.

SÓ FÍSICA. O que o físico faz? Disponível em: <http://www.sofisica.com.br/profissao.php>. Acesso em: 03 set. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Biblioteca Universitária (Comissão de Catalogação). Política de Indexação do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2016. Disponível em: <http://www.biblioteca.ufc.br/images/arquivos/documentos_tecnicos/politica_indexacao_BU-UFC_09_04_2016.pdf>. Acesso em: 14 maio 2016.

VOGEL, Michely Jabala Mamede. Planejamento de Tesauros na Prática. In: EXTRALIBRIS. [Notas de aula]. [S.l.], 2015.

Downloads

Publicado

17/05/2017

Como Citar

Santos, F. E. P., Lima, J. S., & Araújo, I. M. de. (2017). Representação e Recuperação da informação em Bibliotecas Universitárias: o tesauro como elo entre acervo, indexação e usuários da área de Física. Ciência Da Informação Em Revista, 4(1), 43–58. https://doi.org/10.28998/cirev.2017v4n1d

Edição

Seção

Relatos de Experiência | Experience Reports

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)