Representações Sociais da pandemia e suas implicações para o processo de escolarização de estudantes de Ensino Médio

Autores

  • Laeda Bezerra Machado Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2024v16n38pe15827

Palavras-chave:

Pandemia, Representações Sociais, Estudantes

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar as representações sociais de estudantes de ensino médio acerca da pandemia e suas implicações para o processo de escolarização ensino médio. Adotamos a abordagem original das representações sociais.  Utilizando a entrevista semiestruturada e a indução por metáforas, desenvolvemos um estudo de campo com 34 estudantes matriculados em escolas de ensino médio de Recife-PE. Os resultados revelaram representações sociais marcadas por mudanças, adaptação, tristeza e atraso na educação. Ansiedade, tristeza, saudades da escola, das relações com a família e amigos foram os sentimentos compartilhados pelos estudantes. A análise simbólica, por meio de metáforas, convalidou os depoimentos. Caracterizados como animais, vegetais ou coisas, os estudantes representam a pandemia com um período de ociosidade, estagnação e clausura. Confirmamos o valor da escola como espaço de convivência social e aprendizagem para os adolescentes e jovens, bem como os prejuízos do isolamento social, decorrentes da pandemia, para formação dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laeda Bezerra Machado, Universidade Federal de Pernambuco

Doutora em Educação, professora Associado, vinculada ao Departamento de Administração Escolar e Planejamento Educacional e Programa de Pós-graduação em Educação - Núcleo de Formação de Professores e Prática Pedagógica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, Pernambuco, Brasil. Bolsista em produtividade de Pesquisa do CNPq.  E-mail: laeda01@gmail.com

 

Referências

ABRIC, J.C. O estudo experimental das representações sociais. In: JODELET, Denise. As representações sociais. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2001. p. 155-172

ANDRADE, D. B. da S. F. Se a escola pudesse ser outra coisa, que coisa ela seria? In: V Jornada Internacional e III Conferência Brasileira sobre Representações Sociais, Brasília. Anais eletrônicos Brasilia, 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo, SP: Edições 70, 2007.

CAMPOS, P.H.F. As Representações Sociais Como Forma de Resistência ao Conhecimento Científico. In: SÁ. C. P; OLIVEIRA, D; CAMPOS, P.H.F. (Orgs.). Representações Sociais e Práticas. 1 ed. Rio de Janeiro: Editora do Museu Histórico do Rio de Janeiro, 2005, v. 1, p. 85-98.

COUTINHO, M. P. L. et. al. Quarentena e aulas remotas representações sociais de universitários da saúde. Revista Diálogos em Saúde. Volume 3 - Número 1 - jan/jun de 2020

CONSELHO NACIONAL DE JUVENTUDE (CONJUVE). Pesquisa Juventudes e a Pandemia de Coronavírus [Relatório]. 2020 Jun [Disponível em: https://4fa1d1bc-0675-4684-8ee9-031db9be0aab.filesusr.com/ugd/f0d618_41b201dba b994b44b00aabca41f971bb.pdf Acesso em 20 .04. 2022.

FLAMENT, C. Estrutura e dinâmica das representações sociais. In: JODELET, D (Org). As representações sociais. Tradução: Lilian Ulup. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001. p. 173-186

LAKOFF, G. & JOHNSON, M. Metáforas da vida cotidiana. Campinas: Mercado das Letras.2002

JODELET, D. As representações sociais. Rio de Janeiro: UERJ. 2001

JODELET, D. Loucura e representações sociais, 2ª. ed. Petrópolis: Vozes. 2015

JOVCHELOVITCH, S. Os contextos do saber: representações, comunidades e culturas. Tradução de Pedrinho Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2008.

LOYOLA, C.M.D et al. Desafios da pandemia na relação da saúde mental com o meio ambiente. Rev Bras Enferm. 2021;74(Suppl 3) https://doi.org/10.1590/0034-7167.202174Suppl301 e74Suppl30

MACEDO, R. M. Direito ou privilégio? Desigualdades digitais, pandemia e os desafios de uma escola pública. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, vol 34, nº 73, p.262-280, Maio-Agosto 2021

MAZZOTTI, T. B.. Investigando os núcleos figurativos como metáforas. I Jornada Internacional sobre Representações Sociais. In: V Jornada Internacional e III Conferência Brasileira sobre Representações Sociais. Anais eletrônicos, Natal-RN, 1998 p. 1-12.

MACHADO, L. B. Incursões e investigações em representações sociais e educação. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2013.

MOSCOVICI, S. Representações Sociais: investigações em Psicologia Social. Tradução: Pedro Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2003.

MOSCOVICI, S. A psicanálise sua imagem e seu público. Petrópolis: Vozes. 9ª ed., 2012.

NERI, M; OSÓRIO, M.C. Evasão escolar e jornada remota na pandemia. Revista NECAT – Ano 10, nº 19, Jan-Jun/2021

NIZ, C. A. F; TEZANI, T. C. R. Educação escolar durante a pandemia: quais lições aprenderemos? Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 24, p. 1-9, e- 16068.035, 2021. Disponível em https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/16068/209209214209. Acessol em 20..06.2023

PUGLIESI, E. J. Desigualdades educacionais e pandemia: a necessidade de uma pedagogia revolucionária. Revista Brasileira de Educação Básica, ano 6,Número Especial. Setembro 2021

SANTOS, B de S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Edições Almedina, abr. 2020

SANTOS, B. M dos et. al. Enfrentamento à pandemia da COVID-19 por acadêmicos de uma universidade pública na Bahia: um relato de experiência. Práticas e Cuidado: Revista de Saúde Coletiva, Salvador, v.1, n.e10592, p.1-16, 2020.

SANTOS J.M. S et al. Repercussões da pandemia da Covid-19 para adolescentes em vulnerabilidade social. REVISA. 11(2): 182-6. 2022 Doi: https://doi.org/10.36239/revisa.v11.n2.p182a186

SANTANA, C. L; SALES, K. M. B. Aula em casa: educação, tecnologias digitais e pandemia COVID-19. Interfaces Científicas. Aracaju, V.10, N.1, p. 75 - 92 ( Número Temático) 2020

VAZQUEZ, D. A., CAETANO, S., SCHLEGEL, R., LOURENÇO, E., Nemi, A., SLEMIAN, A., & SANCHEZ, Z. M. Schoolless life and the mental health of public school students during the Covid-19 pandemic. In SciELO Preprints. 2021 https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.2329

WOLTER, R. P. & SÁ, C. P. (2013). As relações entre representações e práticas: o caminho esquecido. Revista Internacional de Ciencias Sociales y Humanidades. XXXIII(1 e 2), 87-105.

Downloads

Publicado

2024-01-30

Como Citar

MACHADO, Laeda Bezerra. Representações Sociais da pandemia e suas implicações para o processo de escolarização de estudantes de Ensino Médio. Debates em Educação, [S. l.], v. 16, n. 38, p. e15827, 2024. DOI: 10.28998/2175-6600.2024v16n38pe15827. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/15827. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.