As representações sociais da educação física na formação docente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14840

Palavras-chave:

Representação Social, Formação de Professores, Formação Inicial

Resumo

Objetivou-se discutir as representações sociais da Educação Física na formação inicial de professores e suas associações com as subáreas biodinâmica, sociocultural e pedagógica. A pesquisa procurou observar se as representações sociais dos estudantes ingressantes são diferentes dos concluintes, sendo assim influenciadas pelo curso. Para atingir o objetivo da pesquisa, 220 estudantes, de três cursos de graduação em Educação Física da cidade do Rio de Janeiro, responderam ao Teste de Associação Livre de Palavras. Os resultados observados mostram que as representações sociais sobre Educação Física estão associados à subárea Biodinâmica para os ingressantes e para os concluintes, não havendo diferença no Núcleo Central das representações sociais na comparação entre os grupos A pesquisa concluiu que, independentemente do momento em que os alunos se encontravam, as representações sociais da Educação Física na formação de professores estão associadas à subárea biodinâmica e que, ao invés de fomentar a diversidade epistemológica, o curso parece estar reforçando a perspectiva biodinâmica da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe da Silva Triani, Programa de Pó-graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPGCEE-UERJ

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Doutor pelo Programa de Pó-graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPGCEE-UERJ.

Renato Cavalcanti Novaes, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Ciências do Exercício e do Esporte pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Silvio de Cassio Costa Telles, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - PPGCEE-UERJ. Doutor em Educação Física pela Universidade Gama Filho - UGF.

Referências

ABRIC, J. C. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, A. S. P.; OLIVEIRA, D. C. (Orgs). Estudos Interdisciplinares de representação social. Goiânia: AB, 2000, p. 27-38.

ABRIC, J. C. A theoretical and experimental approach to the study of social representations in a situation of interaction. In: FARR, R.; MOSCOVICI, S. (Orgs.). Social representations. Cambridge: University Press, 1984.

APOSTOLIDIS, T. Representations sociales et sante : perspectives theorico-pratiques. In: MOREIRA, R. M.; SALES, Z. N.; DE FREITAS, V. L. C.; VALENÇA, T. D. C. (Orgs.). Representações sociais, educação e saúde: um enfoque multidisciplinar. Curitiba: CRV, 2017,

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BOURDIEU, P. Questões de Sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

BRACHT, V. Educação física escolar no Brasil: o que ela vem sendo e o que pode ser. Ijuí: UNIJUÍ, 2019.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Educação Física Brasília: MEC, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Secretaria da Educação Básica, 2017.

CÂNDIDO, C. M.; OLIVEIRA, A. P.; ASSIS, M. R. Aulas fitness como cenário de uma sátira social: o humor como convite reflexivo à educação física. Valore, v. 4, n. 1, p. 978-992, 2019.

CÂNDIDO, C. M.; PALMA, A.; ASSIS, M. R. A representação da educação física no quadro medida certa/90 dias para reprogramar o corpo exibido pela tv globo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 30, n. 2, p. 345-357, 2016.

CARMO, T. et al. Representações sociais de estudantes do ensino médio sobre problemas ambientais. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 99, n. 252, p. 313-330, 2018.

CASTRO, P. H. et al. A produção científica em educação física de 2001 a 2010: caminhos da construção de um campo. Movimento, Porto Alegre, v. 23, n. 3, p. 869-882, 2017.

CARMO, T., LEITE, J. C.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Aspectos Metodológicos em Representações Sociais: um olhar para as pesquisas no contexto educacional. In: TRIANI, F., MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O.; NOVIKOFF, C. Representações Sociais e Educação: contextos e perspectivas. Rio de Janeiro: Autografia, 2017, p. 104-123.

CORRÊA, M. R.; CORRÊA, L. Q.; RIGO, L. C. A pós-graduação na educação física brasileira: condições e possibilidades das subáreas sociocultural e pedagógica. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 41, n. 4, p. 359-366, 2019.

DAOLIO, J. Fenômeno social esporte na formação profissional em educação física. Revista da Educação Física/UEM, v. 9, n. 1, p. 111-115, 1998.

FÓRUM DE PESQUISADORES DAS SUBÁREAS SOCIOCULTURAL E PEDAGÓGICA. Cenários de um descompasso da Pós-Graduação em Educação Física e demandas encaminhas à CAPES. 2015. Disponível em: <http://www.cbce.org.br/noticias-detalhe.php?id=1074>. Acesso em: 01 jun. 2022.

FREITAS, W. C.; TRIANI, F. S.; NOVIKOFF, C. Representações sociais de estudantes do ensino médio sobre a educação física. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, Brasília, v. 7, n. 2, p. 13-25, 2017.

GALVÃO, C. B.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. A relação entre as representações sociais de professores sobre educação ambiental e os projetos relacionados à conferência nacional infanto-juvenil pelo meio ambiente. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 33, n. 2, p. 124-141, 2016.

GOMES, L. et al. Programas de pós-graduação stricto sensu em educação física no Brasil: diversidades epistemológicas na subárea pedagógica. Movimento, Porto Alegre, v. 25, e25012, 2019.

HALLAL, P.; MELO, V. A. Crescendo e enfraquecendo: um olhar sobre os rumos da educação física no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 39, n. 3, p. 322-327, 2017.

HILGER, T.R.; STIPCICH, M. S.; MOREIRA, M. A. Representações sociais sobre Física Quântica entre estudantes de graduação brasileiros e argentinos. Latin American Journal of Physics Education, v. 11, n. 1, p.1303-1-1303-9, 2017.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In.: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2001. p. 17-44.

LAZZAROTTI FILHO, A.; SILVA, A. M. MASCARENHAS, F. Transformaciones contemporáneas del campo académico científico de la educación física en Brasil: nuevos habitus, modus operandi y objetos de disputa. Movimento, Porto Alegre, v. 20, esp., p. 9-20, 2014.

LÜDORF, S. M. A. Metodologia da pesquisa: do projeto ao trabalho de conclusão de curso. Curitiba: Appris, 2017.

LUTZ, T.; TELLES, S. C. C. Um olhar sobre o cotidiano e condições de trabalho dos professores de educação física em escolas municipais do Rio de Janeiro. In.: TELLES, S.; TRIANI, F. (Org.). Educação física escolar: múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Autografia, 2017.

MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O.; TOMANIK, E. A. Representações sociais e direcionamento para a educação ambiental na Reserva Biológica das Perobas, Paraná. Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 1, p. 227-248, 2012.

MANOEL, E. de J.; CARVALHO, Y. M. de. Pós-graduação na educação física brasileira: a atração (fatal) para a biodinâmica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 2, p. 389-406, 2011.

MATTHIESEN, S. Q. Compartilhando experiências com o ensino do atletismo no ensino superior. In.: ANJOS, J. L. (Org.). Temáticas do Atletismo: ensino e treinamento. Curitiba: Crv, 2017.

MOSCOVICI, S. Psicologia Social: sua imagem, seu público. São Paulo: Vozes, 2012.

MOSCOVICI, S. Representações Sociais: investigações em psicologia social. 6 ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

NOVAES, R.; TRIANI, F.; TELLES, S. A educação física na Base Nacional Comum Curricular: desconstruindo o discurso neoliberal. Revista Humanidades & Inovação, Palmas, v. 7, n. 10, p. 70-84, 2020.

NOVAES, R.; TRIANI, F.; SOARES, A. J.; TELLES, S. Educação física escolar S.A.: mudanças e subjetividades na norma corporativa. Revista Educação & Sociedade, Campinas, v. 42, e233849, 2021.

ORTIZ, A. J.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Ser professor de física: representações sociais na licenciatura. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, v. 21, e10462, 2019.

ORTIZ, A. J.; TRIANI, F; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Representações Sociais: uma teoria, muitos caminhos. In.: MAGALHÃES JÚNIOR, C.A.O.; BATISTA, M. C. Metodologia da pesquisa em educação e ensino de ciências. Maringá: Massoni, 2021, p. 127-146.

PAULA, W. M.; BAPTISTA, T. J. R. O esporte como conteúdo hegemônico das aulas de educação física em uma escola de Anápolis: um estudo de caso. Kinesis, Santa Maria, v. 34, ed. especial, p. 51-69, 2016.

ROCHA, R. L. F.; DAOLIO, J. A prática pedagógica de educação física no currículo de São Paulo: espaço de tensão entre o tradicional e o novo. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 2, p. 517-529, 2014.

SILVA, M. S.; BRACHT, V. Na pista de práticas e professores inovadores na educação física escolar. Kinesis, Santa Maria, v. 30, n. 1, p. 80-94, 2012.

TELLES, S.; LÜDORF, S. A.; PEREIRA, E. Subáreas sociocultural e pedagógica na educação física: ainda a caminho do fim. In.: TELLES, S.; LÜDORF, S.; GIUSEPPE, E. Pesquisa em educação física: perspectivas sociocultural e pedagógica em foco. Rio de Janeiro: Autografia, 2017.

TRIANI, F. S. A disseminação da teoria das representações sociais nos principais periódicos científicos da educação física. Revista Educação e Cultura Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 19, n. 57, p. 181-195, 2022.

TRIANI, F. S. Representações sociais na educação física: investigações do cotidiano. Rio de Janeiro: Autografia, 2021a.

TRIANI, F. S. A Teoria das Representações Sociais nos estudos sobre formação de professores na educação física: mapeando a produção do conhecimento nos periódicos brasileiros. Motrivivência, Florianópolis, v. 33, n. 64, p. 01-18, 2021b.

TRIANI, F. S.; NOVIKOFF, C. Representações sociais do corpo: o universo simbólico da formação de professores de educação física. Rio de Janeiro: Autografia, 2020.

TRIANI, F.; TELLES, S. Desafios para a pós-graduação em Educação Física no Rio de Janeiro. In.: TELLES, S.; LÜDORF, S.; GIUSEPPE, E. Pesquisa em educação física: perspectivas sociocultural e pedagógica em foco. Rio de Janeiro: Autografia, 2017.

ROZENGARDT, R. Pensar las prácticas de formación de profesores en educación física. Pensar a Prática, v. 9, n. 2, p. 281-295, 2006.

SÁ, C. P. Representações sociais: teoria e pesquisa do núcleo central. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 3, n. 1, p.19-33, 1996.

SILVA, G. M.; SILVA, A. C.; LÜDORF, S. M. A. Graduandos de licenciatura em educação física em início e término do curso: concepções sobre a prática docente e o corpo. Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v. 10, n. 2, p. 8-21, 2014.

SOUSA, D. et al. Apropriação da teoria das representações sociais pelo campo acadêmico/científico da educação física no Brasil: o estado do conhecimento. Pensar a Prática, Goiânia, v. 21, n. 4, p. 796-809, 2018.

SOUZA, E.; BENITES, L. C. Teoria das Representações Sociais e Educação Física: análise de teses e dissertações defendidas em programas brasileiros de pós-graduação. Research, Society and Development, v. 10, n. 4, e11710414017, 2021.

Downloads

Publicado

2023-05-10

Como Citar

TRIANI, Felipe da Silva; CAVALCANTI NOVAES, Renato; DE CASSIO COSTA TELLES, Silvio. As representações sociais da educação física na formação docente. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. e14840, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14840. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/14840. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Formação Docente: Políticas e Práticas sob a perspectiva Human

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.