Web semântica em repositórios: ontologia para representação de bibliotecas digitais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/cirev.2019v6n1f

Palavras-chave:

Modelo conceitual. Ontologia. Repositório digital. Web semântica.

Resumo

A quantidade de objetos digitais armazenados em repositórios digitais cresce substancialmente, tornando iminente a necessidade de softwares interoperáveis e semânticos, que permitam às máquinas realizar, de forma automatizada, serviços como, processar, recuperar e reutilizar conteúdo. Para tal, é essencial o uso de ontologias que expressem as relações semânticas entre os objetos digitais. Dessa forma, este estudo propôs um modelo conceitual de ontologia voltada à representação de conteúdo semântico em repositórios digitais, utilizando como base duas consolidadas metodologias de desenvolvimento de ontologias, o Método 101, desenvolvido por Noy e McGuinnes (2001) e o método de Uschold e King (1995), assim como baseou-se nos preceitos da ontologia SIOC e do DSpace. Ao final, apresentou-se um modelo conceitual da ontologia para representação do conteúdo de um repositório digital em UML. O resultado visa aprimorar os processos, principalmente, para recuperação de dados na web, possibilitando ao usuário melhores resultados em suas buscas.

Downloads

Publicado

02/05/2019

Como Citar

Silva, M. F., Martins, D. L., & Siqueira, J. (2019). Web semântica em repositórios: ontologia para representação de bibliotecas digitais. Ciência Da Informação Em Revista, 6(1), 99–113. https://doi.org/10.28998/cirev.2019v6n1f

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa | Research Reports