A (RE)CRIAÇÃO DA INFÂNCIA NA SOCIEDADE MIDIÁTICA E SUAS REPRESENTAÇÕES NO AUDIOVISUAL.

Autores

  • Taís Moreira Mendes da Cruz UFRB

Palavras-chave:

Infância, cinema, audiovisual, criança, educação.

Resumo

Tendo em mente que a infância é uma construção cultural, social e histórica, sujeita a transições, podemos dizer que a sociedade midiática tem modificado a imagem da criança e transformado a relação entre criança/adulto. Esse artigo tem como objetivo discutir sobre a nostalgia da velha infância e a chamada aqui de criança “perfeita” na era digital, a partir da análise do filme A creche do papai (Steve Carr, 2022). Visamos compreender como o filme dialoga sobre essas questões, em termos de linguagem e narrativa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taís Moreira Mendes da Cruz, UFRB

Coordenadora de produção do I Festival Mimoso de Cinema 1.Cursa Cinema e Audiovisual
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB.

Referências

REFERÊNCIAS

ALC NTARA, Alessandra; GUEDES, Brenda (org.). Culturas infantis do consumo: práticas e experiências contemporâneas. São Paulo: Pimenta Cultural, 2014.

ARENDT, Hanna. A crise na educação. In: Entre o passado e o futuro. Tradução Mauro W. Barbosa de Almeida. 3a reimpressão da 5a ed. de 2000. São Paulo: Perspectiva, 2005.

ARIÈS, P. História Social da Criança e da Família. 2ª edição. Rio de Janeiro: LTC, 1981.

AVELLAR, José Carlos. Pai, país, mãe, mátria. ALCEU - v.8 - n.15 - p. 217 a 237- jul./dez. 2007

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Juventude e mídia: possíveis singularidades de uma audiência ativa. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2005.

FOUCAULT, Michel. “Sobre a genealogia da ética”. In: FOUCAULT, Michel. Dossier/Últimas entrevistas. Org. de Carlos Henrique de Escobar. Rio de Janeiro: Taurus, 1984.

FRESQUET, Adriana. Cinema, infância e educação. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED,

Caxambu, MG, 07 a 10 de outubro de 2007. Disponível em:

. Acesso em: 06 de setembro de 2017.

HERMANN, Nadja. Razão e sensibilidade: notas sobre a contribuição do estético para a ética. Educação & Realidade , v. 27, n. 1, p. 11-26, jan./jun. 2002.

ISER, Wolfgang. O ressurgimento da estética. In: ROSENFIELD, Denis (Org.). “Ética e estética”. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

RANCIERE, Jacques. A revolução da estética e seus resultados. In: New Left Review, NLR 14, Março-Abril 2002, pp. 133-15.

SODRÉ, Muniz. “Espaço e cognição”. In: SODRÉ, M. Reinventando a educação:

diversidade, descolonização e redes. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 2012

Filmografia:

A invenção da infância. Documentário, 26 mim. Direção: Liliana Sulzbach. 2000.

A creche do papai. 2002. Direção: Steve Carr.

Educação. 2009. Direção: Lone Scherfig.

Palavras de amor. 2012. Direção: Bee Season.

O menino maluquinho. 1995. Direção: Helvécio Ratton. Ratatoille. Pixar, 2007.

Pequeno príncipe. 2015 Direção: Mark Osborne. Big Little lies. HBO, 2017.

Publicado

2022-11-30

Como Citar

Moreira Mendes da Cruz, T. (2022). A (RE)CRIAÇÃO DA INFÂNCIA NA SOCIEDADE MIDIÁTICA E SUAS REPRESENTAÇÕES NO AUDIOVISUAL. REVISTA ELETRÔNICA EXTENSÃO EM DEBATE, 11(09). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/extensaoemdebate/article/view/14490

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.