RELATO DE EXPERIÊNCIA DA ATIVIDADE CURRICULAR DE EXTENSÃO II NO CURSO DE CIENCIAS SOCIAIS

EXPERIENCE REPORT OF EXTENSION CURRICULAR ACTIVITY II IN THE SOCIAL SCIENCES COURSE

Autores

  • Tatyane Tais Nascimento Marques dos Santos Universidade Federal de Alagoas - UFAL
  • Luís Fernando de Oliveira Santos Universidade Federal de Alagoas - UFAL
  • Joyce Miranda Leão Martins Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Palavras-chave:

Práticas de Extensão; Audiovisual; Desigualdade; Ciência Política; Educação.

Resumo

A Disciplina Práticas de Extensão em Ciências Sociais 2 escolheu utilizar o audiovisual por ser uma ferramenta poderosa para a apresentação de temas importantes como a desigualdade social, a desigualdade de gênero, o machismo, entre outros. Por meio de recursos visuais e sonoros, o audiovisual é capaz de impactar emocionalmente e conscientizar o público de forma eficaz. Ao transmitir mensagens relevantes e promover reflexões, pequenos vídeos, documentários e filmes tornam-se instrumentos de transformação social. Esta iniciativa propõe estabelecer relações dialógicas entre a Universidade Federal de Alagoas e a sociedade. Segundo a Resolução nº 7 de dezoito de dezembro de 2008 a Extensão na educação superior no Brasil consiste na “[...] atividade que se integra à matriz curricular e à organização da pesquisa (p.1). Com a capacidade de atingir e engajar diferentes públicos, a utilização do documentário “Desigualdade mata!", criado por jornalistas de Curitiba-PR e produzido pelo canal Meteoro Brasil e o curta-metragem escolhido é "Purl" da Pixar, aborda diversos temas, como cultura pop, ciência, filosofia e política, e oferece análises críticas de aspectos e eventos importantes no Brasil e internacionalmente. O material foi escolhido com base em critérios metodológicos, buscando uma aproximação com a realidade vivida pelos estudantes. Após a exibição deste conteúdo audiovisual, foram promovidos debates e solicitado aos alunos a elaboração de uma análise crítica dos temas apresentados.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatyane Tais Nascimento Marques dos Santos, Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Graduanda, Instituto de Ciências Sociais - UFAL

Luís Fernando de Oliveira Santos, Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Graduando, Instituto de Ciências Sociais - UFAL

Joyce Miranda Leão Martins, Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Doutora em Ciência Política (UFRGS), Pós-doutorado em Ciência Política (PUC/SP), Professora do Instituto de Ciências Sociais - UFAL

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. 2018

CIGALES, Marcelo; BODART, Cristiano das Neves. O que ler sobre o ensino de Sociologia no Brasil? Pensar Educação em Revista. Ano 5, vol. 5, n. 4, dez 2019 - fev. 2020.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora, 1989.

LANNERT, Ana Lúcia. Condições de trabalho do professor de Sociologia. Cadernos Cedes, Campinas, vol. 31, n. 85, p. 383-403, set.-dez. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v31n85/05v31n85.pdf&gt> Acesso em: 10 de maio de 2023.

RAWLS, John. Uma Teoria da Justiça. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

TAYLOR, Charles (org). A Política de Reconhecimento. In: ______. Multiculturalismo. Lisboa: Instituto Piaget, 1994.

Publicado

2024-03-19

Como Citar

dos Santos, T. T. N. M., Santos, L. F. de O. ., & Martins, J. M. L. (2024). RELATO DE EXPERIÊNCIA DA ATIVIDADE CURRICULAR DE EXTENSÃO II NO CURSO DE CIENCIAS SOCIAIS: EXPERIENCE REPORT OF EXTENSION CURRICULAR ACTIVITY II IN THE SOCIAL SCIENCES COURSE. REVISTA ELETRÔNICA EXTENSÃO EM DEBATE, 13(17). Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/extensaoemdebate/article/view/16820

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.