Currículo em disputa: as componentes de Sociologia e NTPPS na escola de Ensino Médio

Autores

Palavras-chave:

Currículo escolar, Sociologia, NTPPS,

Resumo

O presente artigo realiza uma análise comparativa da componente curricular Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Prática Social (NTPPS) do estado do Ceará e das competências da área das Ciências Sociais e Humanas da BNCC (MEC, 2018). Tem como objetivo problematizar as temáticas apresentadas no NTPPS e a disciplina de Sociologia. Metodologicamente, configura-se como uma pesquisa bibliográfica e documental, tendo por base autores da teoria crítica e pós-crítica do currículo. A análise dos dados permite inferir que temáticas, como gênero, família, sustentabilidade, ética e trabalhos apresentados no NTPPS, são trabalhados em uma perspectiva de preparação para o mercado de trabalho, no qual a racionalidade neoliberal e o conservadorismo se impõem na construção dos currículos e em disputa entre disciplinas, como a Sociologia, que fomentam a criticidade pelo estranhamento e desnaturalização.

Abstract

This article performs a comparative analysis of the curricular component of the Center for Research and Social Practice (NTPPS) in the state of Ceará and the competences in the area of Social and Human Sciences of the BNCC (MEC, 2018). Its objective is to problematize the topics presented in the NTPPS and the discipline of Sociology. The analysis of the data allows us to infer that issues such as gender, family, sustainability, ethics, work presented in the NTPPS are worked on from a perspective of preparation for the labor market in which neoliberal rationality and conservatism prevail in the construction of curricula and in dispute. to disciplines such as sociology that foster criticality through strangeness and denaturalization.


Biografia do Autor

Joana Elisa Röwer, UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA - UNILAB

Licenciada em Sociologia, bacharel em Ciências Sociais, Doutora em Educação pela UFSM. Professora Adjunta do Instituto de Humanidades da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira - Unilab/Ce.

Brena Kécia Andrade de Oliveira, Universidade Estadual do Rio Grande do Norte

BACHAREL EM HUMANIDADES E LICENCIADA EM SOCIOLOGIA PELA UNILAB/CE. MESTRE EM EDUCAÇÃO PELA UERN.

Newton Malveira Freire, Secretaria da Educação do Estado do Ceará - SEDUC.

Mestrando do programa de Mestrado Profissional em Ensino de Sociologia em Rede Nacional - ProfSocio, na Universidade Federal do Ceará (UFC). Especialista em Ensino de Sociologia. Graduado em Ciências Sociais com título de Bacharel e Licenciatura Plena. Funcionário Público Estadual efetivo nomeado pela Secretaria de Educação do Estado do Ceará (SEDUC-CE).

Referências

APPLE, Michael W. O que os pós-modernistas esquecem: capital cultural e conhecimento oficial. In: GENTILI, Pablo A. A.; SILVA, Tomaz Tadeu da. Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 179-204.

ARROYO, Miguel. Currículo, território em disputa. Petrópolis: Vozes, 2011.

BALL, Stephen J.; MAGUIRE, Meg; BRAUN, Annette. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: UEPG, 2016.

BERGER, Peter. Perspectivas Sociológicas: uma visão humanística. 31. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

BODART, Cristiano; FEIJÓ, Fernanda. As ciências sociais no currículo do Ensino Médiobrasileiro. Revista Espaço do Currículo, João Pessoa, v. 13, n. 2, p. 219-234, 2020.

BOURDIEU, Pierre. Questões de Sociologia. Lisboa: Fim de Século, 2003.

BRASIL. Decreto-Lei nº 11.684 de 02 de junho de 2008. Brasília: Presidência da República, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/ 2008/lei/l11684.htm. Acesso em: 8 jan. 2021.

BRASIL. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Brasília: Presidência da República, 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/ 2017/lei/l13415.htm. Acesso em: 8 jan. 2021.

BRASIL. Medida Provisória n° 746, de 2016. Brasília: Presidência da República, 2016. Disponível em: https://www.congressonacional.leg.br/materias/medidas-provi sorias/-/mpv/126992. Acesso em: 8 jan. 2021.

CEARÁ. Coleção Escola Aprendente: Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Filosofia, Geografia, Sociologia. Fortaleza: Secretaria de Educação, 2008. Disponível em: http://www.spaece.caedufjf.net/wp-content/uploads/2013/05/livro_es cola_aprendente_ciencias_humanas_e_suas_tecnologias.pdf. Acesso em: 8 jan. 2021.

CEARÁ; BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO (BID); INSTITUTO ALIANÇA. Plano de aula DPS/P: Núcleo de trabalho, pesquisa e práticas sociais: Ano 1. Fortaleza: Secretaria da Educação, 2015a. Disponível em: http://www.institutoalianca.org. br/pdfdoc/DPS_P_1_ANO%20_PLANOS_DE_AULA.pdf. Acesso em: 18 mar. 2019.

CEARÁ; BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO (BID); INSTITUTO ALIANÇA. Plano de aula DPS/P: Núcleo de trabalho, pesquisa e práticas sociais: Ano 2. Fortaleza: Secretaria da Educação, 2015b. Disponível em: http://www.institutoalianca. org.br/pdfdoc/DPS_P_2_ANO%20_PLANOS_DE_AULA.pdf. Acesso em: 18 mar. 2019.

CEARÁ; BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO (BID); INSTITUTO ALIANÇA. Plano de aula DPS/P: Núcleo de trabalho, pesquisa e práticas sociais: Ano 3. Fortaleza: Secretaria da Educação, 2015c. Disponível em: http://www.institutoalianca.org. br/pdfdoc/DPS_P_3_ANO%20_PLANOS_DE_AULA.pdf. Acesso em: 18 mar. 2019.

FERREIRA, Wallace; SANTANA, Diego Cavalcanti de. A Reforma do Ensino Médioe o Ensino da Sociologia. Perspectiva Sociológica, n. 21, p. 41-53, 2018.

GENTILLI, Pablo A. A. O discurso da “qualidade” como nova retórica conservadora no campo educacional. In: GENTILI, Pablo A. A.; SILVA, Tomaz Tadeu da. Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 111-178.

GENTILI, Pablo A. A. Neoliberalismo e educação: manual do usuário. In: SILVA, Tomás Tadeu da; GOODSON, Ivor F. Currículo, teoria e história. Petrópolis: Vozes, 2013.

GENTILI, Pablo A. A.; SILVA, Tomaz Tadeu da. Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. 15. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.

GOULART, Débora Cristina Goulart. A Sociologia da BNCC, nem estudos, nem práticas. In: CÁSSIO, Fernando; CATELLI JÚNIOR, Roberto (orgs.). Educação é a base? 23 educadores discutem a BNCC. São Paulo: Ação Educativa, 2019.

LAHIRE, Bernard. Viver e interpretar o mundo social: para que serve o ensino da Sociologia? Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 45, n. 1, p. 45-61, jan./jun. 2014.

LOPES, Alice Casimiro. Itinerários formativos na BNCC do Ensino Médio: identificações docentes e projetos de vida juvenis. Retratos da Escola, v. 13, n. 25, p. 59-75, 2019.

MILLS, Charles Wright. A imaginação sociológica. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1975.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: Secretaria de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum. mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 8 jan. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Base Nacional Comum Curricular: 1ª versão. Brasília: Secretaria da Educação Básica, 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio(OCN). v. 3. Brasília: Secretaria de Educação Básica, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_03_internet.pdf. Acesso em: 8 jan. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Humanas e suas Tecnologias. Brasília: Secretaria de Educação Básica, 2002. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/ images/pcn/CienciasHumanas.pdf. Acesso em: 8 jan. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio: Ciências Humanas e suas Tecnologias. v. 4. Brasília: Secretaria de Educação Básica, 1999. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/cienciah.pdf. Acesso em: 8 jan. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Parecer CNE/CEB nº 2 de 2012. Brasília: Conselho Nacional de Educação; Conselho Nacional de Educação Básica, 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=10243-pceb002-12&category_slug=marco-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 8 jan. 2021.

MORAES, Amaury César (coord.). Sociologia: Ensino Médio. Coleção Explorando o Ensino. v. 15. Brasília: Ministério da Educação; Secretaria de Educação Básica, 2010.

PACHECO, José A.; SOUSA, Joana. O (pós)crítico na desconstrução curricular. Tempos e Espaços em Educação, v. 9, n. 18, p. 65-74, 2016.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed. Porto Alegre: Penso, 2017.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A “nova” direita e as transformações na pedagogia política e na política da pedagogia. In: GENTILI, Pablo A. A.; SILVA, Tomaz Tadeu da. Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 9-20.

SPRING, Joel. Como as corporações globais querem usar as escolas para moldar o homem para o mercado. Campinas: Vide Editorial, 2018.

Downloads

Publicado

25/01/2021

Como Citar

Röwer, J. E., Andrade de Oliveira, B. K., & Freire, N. M. (2021). Currículo em disputa: as componentes de Sociologia e NTPPS na escola de Ensino Médio. Latitude, 14(Esp.), 257–285. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/latitude/article/view/11388