AMBIENTE MUNIFICENTE NA CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO POLO AUDIOVISUAL DA ZONA DA MATA (MG)

Juvêncio Braga de Lima, Claudio Santos Rodrigues, Vanessa Madrona Moreira Salles

Resumo


Neste trabalho aborda-se o cluster cultural identificado como o Polo Audiovisual da Zona da Mata ( MG). O estudo partiu da  polaridade  ambiente munificente ou escasso com base em Feldman (2001), bem como a problemática da diferença entre atributos do ambiente e fatores causais para desenvolvimento de clusters. Foi praticada a observação livre, recorrendo-se registros  em anotações de campo de natureza  descritiva e reflexiva, construindo-se um roteiro para  entrevistas  com um informante-chave e na análise de declarações e reflexões de diferentes agentes expostas em documentos do Polo. Constatou-se que o Polo nasce de ações de empresas industriais da cidade Cataguases (MG) no incentivo à produção cultural, expandindo-se  para  municípios vizinhos com o “Fórum Divercidades Criativas”. Identificaram-se quatro fases: Rede de Cooperação Local (2002-2004); Formação e aproximação do mercado audiovisual (2005-2009); Modelagem e Implantação do Polo Audiovisual (2010 – 2015); Cluster Audiovisual em Rede (2015...), com regularidade  da atividade da cadeia produtiva local. Entre 2010 e 2017 verifica-se que ocorreu um impacto de R$ 18,2 milhões na economia regional. A análise dessas  evidências permite concordar com Feldman (2001), que o vigor do Polo emana de suas características como atributos do ambiente e não como fatores causais, imitáveis para obter resultados semelhantes em outras regiões.


Palavras-chave


Clusters; Economia Criativa; Audiovisual; Cinema; Empreendedorismo

Texto completo:

PDF

Referências


REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALVES,ElderP.Maia.; SOUZA,Carlos Alexandre Carvalho. A economia criativa no Brasil: o capitalismo cultural brasileiro contemporâneo. Latitude, v. 6, n.2, p.119-173, 2012

ANCINE. FUNDO SETORIAL DE CULTURA.https://fsa.ancine.gov.br/?q=o-que-fsa/diretrizes. Acesso em 20.mar.2018.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo.4ªEdição. Lisboa, Edições Setenta, 2009.

CARVALHO,Luísa Margarida Cagica;VIANA,Adriana Backy Noronha; MANTOVANIC,Danielly Melina Nassif.O papel da Fapesp no ecossistema empreendedor do Estado de São Paulo.Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace. v. 7, n. 1, p. 84-101, 2016.

CRUZ,Fernando Manoel Rocha da. Representações sobre o espaço criativo: estudo de caso na cidade de Natal (RN/Brasil). VII Jornadas Santiago Wallace de Investigación en Antropología Social. Sección de Antropología Social. Buenos Aires :Instituto de Ciencias Antropológicas. Facultad de Filosofía y Letras, UBA, 2013

DEHEINZELIN, Lala. Economia Criativa e métodos para dar uma mão ao futuro. Redige, v.2, n. 2, p.343-360, 2011

DESS, Gregory G.; BEARD, Donald W. Dimensions of organizational task environment. Administrative Science Quarterly, v.29,n.1,p.52-73, 1984.

FELDMAN,Maryann P. The entrepreneurial event revisited: firm formation in a regional context.Industrial and corporate change,v.10,n.4, p.861-891, 2001

FLORIDA, Richard L. A ascensão da classe criativa… e seu papel na transformação do trabalho, do lazer, da comunidade e do cotidiano. Porto Alegre: L&PM Editores,2011

GARCIA,Sandro Ruduit; LUCAS,Lis. Desenvolvimento em questão: o curso da inovação no campo da economia criativa.Latitude, v.12,n.2,p.421-460,2017

GARCIA,Caroline Gallo;FLORESSI,Stefano.Economia criativa e políticas publicas: o caso do cluster audiovisual de Pôrto Alegre.Latitude,v.12,n.2,p.343-384,2017

GEURSEN,Gus.;RENTSCHILER,Ruth.Unraveling cultural value.Journal of Arts management,Law, and Society,v.33,n.3, p.193-210, 2003

GORONDUTSE,Abdullahi Hassan; HILMAN,Haim. Influence of differentiation strategy on performance of hotels: the moderating role of environmental munificence. Journal of Business and Retail Management Research, Vol. 11,n. 4,p.150-161, 2017

HALL,S. Quem precisa de identidade?In: SILVA,Thomaz Tadeu. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais.2ª ed.Petrópolis,RJ.Vozes,p.103-133,2000.

HEEBELS,Barbara; AALST,Irina Van. Creative Clusters in Berlin: entrepreneurship and the quality of place in Prenzlauer Berg and Kreuzberg. Geografiska Annaler.Series B, Human Geography,v. 92,n.4,p. 347–363,2010

ISENBERG, Daniel. J. How to start an Entrepreneurial Revolution. Harvard Business Review, v. 88, n. 6,p. 40-51, 2010

KLAMER,Argo. Cultural entrepreneurship. Rev Austrian Econ, v. 24,p.141–156,2011

LANDRY,Charles. Prefácio. Cidades criativas: perspectivas.In: REIS, Ana Carla Fonseca;KAGEYAMA,Peter (orgs.) São Paulo: Garimpo de Soluções, 2011.

LINO,Sônia Cristina. Humberto Mauro e o cinema novo.Locus: Revista de História,v..6,n.1, p.117-126,2000.

MINAS GERAIS. Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado(PMDI).Belo Horizonte:Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, 125 p.,2003

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde.2ªEdição, São Paulo: Hucitec/ABRASCO, 1993.

MINEIRO,Andrea Costa; CORREIA,B.P.M.; OTTOBONI,C.;PASIN,L.E.Investigação do potencial de um polo de inovação para a criação de uma rede de investidores anjos a partir de seu ecossistema empreendedor. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace. v. 7, n. 1, p. 71-83, 2016.

MORAES,Júlio Luchesi. Cultura e Transformação Urbana na Pauta Criativa. Informações FIPE, v.376,p.14-16,2012.

MOTOYAMA,Yasuyuki.; KNOWLTON,Karren. From resource munificence to ecosystem integration: the case of government sponsorship in St. Louis.Entrepreneurship & Regional Development, v. 28, n. 5–6, p.448–470, 2016

ÖZ,Özlem.;ÖZKARACALAR,Kaya. What accounts for resilience and vulnerability of clusters? The case of Istambul film industry. European planning studies.v.19,n.3, p.361-378, 2011.

PAIVA Jr., Fernando Gomes de ; CORRÊA, Maria Iraê de Souza.; SOUZA, Angela Cristina Rocha. A identidade cultural e articulação de caráter empreendedor na busca por um desenvolvimento local. XXX ENCONTRO ANUAL DA ANPAD.Anais...Salvador:ANPAD, 23-27 setembro de 2006.

PORTER, Michael Eugene. Vantagem competitiva das nações. Rio de Janeiro: Campus, 1993

PORTO,E.C.;BRITO,L.A.L.; SILVA,A.A.; BRITO,E.Z. Ambientes organizacionais: uma proposta de classificação com uso de munificência, dinamismo e complexidade. BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 6(2):101-119, maio/agosto 2009

REDESIST - Rede de Pesquisa Interdisciplinar do Instituto de economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. http://www.redesist.ie.ufrj.br/

RELATÓRIO de economia criativa 2010: economia criativa uma, opção de desenvolvimento. Brasília : Secretaria da Economia Criativa/Minc ; São Paulo : Itaú Cultural, 424 p., 2012

SILVA,Paulo Celso; SILVA, Míriam Cristina Carlos; SANTOS,Tarcyane Cajueiro dos. A economia do audiovisual no contexto contemporâneo das Cidades Criativas A economia criativa no Brasil: o capitalismo cultural brasileiro contemporâneo. Revista Geminis,v.3,n.2, p119-173, 2012

TAVARES,Hermes Magalhães.Estratégias de desenvolvimento regional. Da grande indústria ao Arranjo Produtivo Local? Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional.v. 7, n. 1, p. 50-68, 2011

TRIVIÑOS,Augusto .N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação.São Paulo: Editora Atlas, 1987

UCHOA, Gustavo Mota;DIAS,Rinaldo. Cluster cinematográfico de Paulínia: uma análise da inovação e do empreendedorismo da indústria do cinema em Paulínia. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração. v. 7, n. 3,p. 20-37, 2013

YORK,Jeffrey G.; LENOX,Michael.J. Exploring the sociocultural determinants of de novo versus de alio entry in emerging industries. Strategic Management Journal,v.35, p.1930-1951,2014.

YORK,JeffreyG.;VEDULA,Siddarth;CONGER,Michael.;HEKMAN,David.Green to gone?How institutional logics impact the survival of social entrepreneurs. Frontiers of Entreprepreneurship Research,v.36, n.15,2016.






Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


 

                                  Resultado de imagem para doajResultado de imagem para ibict