Crianças em avaliação e (re)organização de escola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p331-347

Palavras-chave:

Participação infantil, Avaliação da escola, Base Nacional Comum Curricular para a educação infantil

Resumo

Em pesquisa com crianças buscou-se conhecer o ponto de vista de meninos e meninas sobre a sua escola. Trata-se de compartilhar experiência prática onde por meio de fotografias, desenhos e narrativas as informações são organizadas, as percepções sobre as relações educativas delineadas e duas delas mobilizam processo reflexivo. As informações são compartilhadas pelas crianças em diálogo com a Base Nacional Comum Curricular e com autores, buscando sugestões de como avaliar e (re)organizar as escolas para a primeira infância. Resultados apontam ser proveitoso potencializar iniciativas das crianças com propósito de auxílio ao processo avaliativo e organizacional da escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivo José Both, Centro Universitário Internacional-Uninter Programa de mestrado e doutorado em educação profissional e novas tecnologias

É licenciado em Filosofia pela Universidade de Passo Fundo-RS (1975). Possui mestrado em Educação na área de Planejamento Educacional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul-RS (1982). Tem doutorado em Educação na área de Política Educativa pela Universidade do Minho, Portugal (1992). Possui pós-doutorado em Avaliação e Pesquisa obtido em Audiência Pública na Universidade Federal do Paraná (2018). É Técnico em Enfermagem: COREN PR 001003488. No Centro Universitário Internacional Uninter (Curitiba-PR) é: professor titular em cursos de graduação e de pós-graduação presenciais e a distância, pesquisador e escritor; atua no Núcleo de Pesquisa em Educação; é Presidente do Conselho Editorial da Editora Intersaberes (desde 05/2005); é docente no Programa de mestrado e doutorado profissional em Educação e Novas Tecnologias. No MEC é avaliador de cursos e avaliador institucional. Tem larga experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação de Sistemas, Instituições, Planos e Programas Educacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação da aprendizagem, educação, instituição, educação a distância e qualidade. Foi Presidente da Comissão Própria de Avaliação na Universidade Estadual de Ponta Grossa-PR (1993 a 1999) e na (então) Faculdade Internacional de Curitiba-FACINTER-PR (2006 e 2007). Foi Coordenador do Programa de Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (1994-1998). Foi Pró-Diretor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, bem como Diretor Acadêmico da (então) Faculdade Internacional de Curitiba-FACINTER. Moção recebida da Assembleia Legislativa do Paraná pela contribuição na docência superior e publicação de obras relevantes à área acadêmica (2013). Honra ao Mérito por atuação exemplar no combate ao câncer infantil (2015). Conselheiro do Conselho Estadual de Educação do Estado do Paraná (Decreto Estadual/PR nº 11.672, de 16/07/2014) de 2014 a 2019. É Líder da linha de pesquisa (CNPq): Formação docente e novas tecnologias. Foi Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias do Centro Universitário Internacional-UNINTER de 27/01 a 06/12/2016. Integrante do Conselho de Pesquisa do Centro Universitário Internacional UNINTER. ORCID: http://orcid.org/0000-0001-9663-7257. Professor pesquisador da Fundação Wilson Picler de Amparo à Educação, Ciência e Tecnologia-FAMPECT

http://lattes.cnpq.br/1846811798094932

Neusa Aparecida Radeck, Centro Universitário Internacional-Uninter Programa de Mestrado e Doutorado Profissional em Educação e Novas Tecnologias.

Mestrado em Educação e Novas tecnologias (2019) pelo Centro Universitário Internacional-Uninter. Especialização em Educação Infantil (2009) pela PUC/PR e em Educação Especial e Inclusiva (2007) pela Uninter. Graduação em Pedagogia (2000) pela UnC- Universidade do Contestado/Canoinhas. Atua como pedagoga na Rede Municipal de Ensino de Curitiba. http://lattes.cnpq.br/5439313594216164- http://orcid.org/0000-0002-9631-8640

Contato:nradeck@hotmail.com

Referências

BARBOSA, Maria Carmen Silveira.Tempo e Cotidiano – tempos para viver a infância. Leitura: Teoria & Prática, Campinas, v.31, n.61, p.213-222, nov. 2013.Disponível em:

<https://ltp.emnuvens.com.br/ltp/article/view/185/122>. Acesso em: 11 mai. 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução: Luis Antero Reto. Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BARROS. Maria Isabel Amando de. Desemparedamento da infância. A escola como lugar de encontro com a natureza. Rio de Janeiro: 2. edição. 2018.

BONDIOLI, Anna; SAVIO, Donatella. Participação e Qualidade em educação da infância: percurso de compartilhamento reflexivo em contextos educativos; tradução de Luiz Ernani Fritoli. Curitiba: Ed. UFPR, 2013.

BOTH, Ivo José. Avaliação planejada, aprendizagem consentida: a filosofia do conhecimento. Curitiba: Editora IBPEX, 2007.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Ministério da Educação. 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf Acesso em: 11 set. 2018.

BRASÍLIA. Contribuições para a Política Nacional: a avaliação em educação infantil a partir da avaliação de contexto. -- Curitiba: Imprensa/UFPR; Brasília: Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Coordenação Geral de Educação Infantil -MEC/SEB/COEDI, 2015, 104p.

CARVALHO, Rodrigo Saballa de; FOCHI, Paulo Sergio. O muro serve para separar os grandes dos pequenos : narrativas para pensar uma pedagogia do cotidiano na educação infantil. Textura, v. 18 n.36, jan./abr.2016.

FAVORETO, Elizabeth Dantas de Amorin; EAS, Romilda Teodora. Pesquisas com crianças: contribuições para se repensar a prática pedagógica na educação infantil e os cursos de formação de professores. In ENS, Romilda Teodora; GARANHANI, Marinelma Camargo. Pesquisa com crianças e a formação de professores. (org.) Curitiba: PUCRess, 2015.

FERNANDES, Natália. Ética na pesquisa com crianças: ausências e desafios.Revista Brasileira de Educação v. 21 n. 66 jul.-set. 2016.

FILHO, Altino José Martins; PRADO, Patrícia Dias. Das pesquisas com crianças à complexidade da infância. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

GARANHANI, Marinelma Camargo; MARTINS, Rita de Cássia; ALESSI, Viviane Maria. Instrumentos e procedimentos metodológicos para pesquisas com crianças: desafios e proposições. In. ENS, Romilda Teodora; GARANHANI, Marinelma Camargo. Pesquisa com crianças e a formação de professores. (org.) Curitiba: PUCRess, 2015.

GOBBI, Márcia. Desenho infantil e oralidade: instrumentos para pesquisas com crianças pequenas. In: Por uma cultura da infância: metodologias de pesquisa com crianças. 3. Ed. Campinas, SP. Autores Associados, 2009.

GOBBI, Márcia. Num click: meninos e meninas nas fotografias. In: Das pesquisas com crianças à complexidade da infância. Autores associados, 2011.

GUIMARÃES, Daniela. Ética e cuidado, cultura e humanização: eixos do trabalho com as crianças pequenas na educação infantil. In Educação infantil: construção de sentidos e formação. Dados eletrônicos. – [Curitiba]: NEPIE/UFPR, 2018.

MAFRA, Aline Helena. Metodologias de pesquisa com crianças: desafios e perspectivas.Revista Zero-a-seis. Revista Eletrônica editada pelo Núcleo de Estudos de Educação na Pequena Infância. v. 17, n. 31 p. 107-119 | Florianópolis | jan-jun 2015.

RADECK, Neusa Aparecida; BOTH, Ivo José, UNINTER. Percepções de crianças sobre o seu cotidiano escolar. In: Anais XIV ENFOC. Curitiba (PR) UNINTER, 2019. Disponível em: https://www.even3.com.br/anais/uninterenfoc2018/133212-percepcoes-de-criancas-sobre-o-seu-cotidiano-escolar. Acesso em: 08/03/2019 22:50

RODRIGUES, Silvia Adriana; BORGES, Tammi Flavie Peres; SILVA Anamaria Santana da. “Com olhos de criança”: a Metodologia de pesquisa com crianças pequenas no cenário brasileiro. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente-SP, v. 25, n. 2, p. 270-290, maio/ago. 2014.

SARMENTO, Manuel Jacinto. Crianças: educação, culturas e cidadania activa. Refletindo em torno de uma proposta de trabalho. Perspectiva, Florianópolis, v. 23, n. 01, p. 17-40, jan./jul. 2005. Disponível em:

http://www.ced.ufsc.br/nucleos/nup/perspectiva.html Acesso em 20 de out. de 2018.

Natália Fernandes; SARMENTO, Manuel Jacinto; TOMÁS, Catarina. Investigação da infância e crianças como investigadoras: metodologias participativas dos mundos sociais das crianças. Nuances: estudos sobre educação – ano XI, v. 12, n. 13, jan./dez. 2005. Disponível em: <http://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/1678/1593> Acesso em: 11/05/2019.

QUINTEIRO, Jucirema. Infância e educação no Brasil: um estudo em construção. In FARIA, Ana Lucia Goulart; DEMARTINI, Zeila de Brito Fabri; PRADO, Patrícia Dias, (org.)- Por uma cultura da infância: metodologias de pesquisa com crianças. 3. Ed. Campinas, SP. Autores Associados, 2009.

TIRIBA, Léa. Criança e Natureza. Anais do I seminário nacional: currículo em movimento – Perspectivas Atuais Belo Horizonte, Nov. 2010.

TIRIBA, Léa. Educação infantil como direito e alegria. Laplage em Revista (Sorocaba), v.3, n.1, jan.-abr. 2017, p.72-86 ISSN:2446

WUNSCH, Luana Priscila. O que fiz bem, o que fiz mal: desenvolvimento de competências reflexivas na formação inicial dos professores, 2008.

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

BOTH, Ivo José; RADECK, Neusa Aparecida. Crianças em avaliação e (re)organização de escola. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. Esp2, p. 331–347, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p331-347. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/10956. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.