Oportunidades e condições de acesso na educação superior: perfil de estudantes de pedagogia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n23p263-283

Palavras-chave:

Educação Superior, Democratização, Acesso.

Resumo

O estudo analisou as oportunidades e condições de acesso na educação superior a partir da ótica dos itinerários individuais de estudantes do Curso de Pedagogia. Entendemos que a democratização vai além do acesso, e implica também a ampliação das oportunidades educacionais.  O aporte teórico parte dos estudos de Balsa (2008); Balsa et all (2001) ao compreender a democratização como “valor” e como “processo”. Aplicamos questionários on-line com uma amostra de alunos. Há avanços no acesso e no processo formativo, mas ainda é preciso investir esforços em políticas que garantam condições objetivas de permanência e continuidade.

Biografia do Autor

Maria Edgleuma de Andrade, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Profa. Adjunta da Faculdade de Educação - FE/UERN. Docente Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação –POSEDUC/UERN, integrando a linha de pesquisa Políticas e Gestão da Educação.

Referências

BALSA, C. Processo de democratização e acesso ao ensino superior em Portugal In: AMARAL, ALBERTO (Coord.) Politicas De Ensino Superior – Quatro Temas Em Debate/Seminário Políticas de Ensino Superior, Lisboa, Conselho Nacional De Educação, 2008.

BALSA, C., SIMÕES, J.A., NUNES, P., CARMO, R. do, & CAMPOS, R. Perfil dos estudantes do ensino superior: Desigualdades e diferenciação (Col. CEOS/Inquéritos). Lisboa: Edições Colibri/CEOS – Investigações Sociológicas, 2001.

BANCO MUNDIAL. La Enseñanza Superior: las lecciones derivadas de la experiencia (El Desarrollo en la práctica). Washington, D.C.: BIRD/Banco Mundial, 1995.

BARDAN, L. Análise de conteúdo. Edições 70. Lisboa, São Paulo, 2011.

CATANI, A. M.; OLIVEIRA, J. F. Educação superior no Brasil. Reestruturação e metamorfose das universidades públicas. Petrópolis: Vozes, 2003.

CHAUÍ, M A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, s/v, n. 24, p. 5-15, set./dez. 2003.

CHAUÍ, M. A universidade operacional. Revista Avaliação, Campinas, SP, v. 4, n. 3, p. 3-8, set. 1999.

COULON, A. A condição de estudante: a entrada na vida universitária. Salvador: Edufba, 2008.

COULON, A. Etnometodologia e educação. Rio de Janeiro: Vozes, 1995.

COULON, A. O ofício de estudante: a entrada na vida universitária. Educação e. Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 4, p. 1239-1250, out./dez., 2017.

DIAS SOBRINHO, J. Democratização, qualidade e crise da educação superior: faces da exclusão e limites da inclusão Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 31, n.113, p.1223-1245, out./dez. 2010.

DOURADO, L. F. A Reforma do estado e as políticas para a educação superior no Brasil nos anos 90. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 23 n. 80, p. 234-252, set. 2002.

FERNANDES, F. Educação e sociedade no Brasil. São Paulo: EUSP, 1966.

FERREIRA, José Luiz e CARVALHO, Maria Eulina Pessoa de. Gênero, masculinidade e magistério: horizontes de pesquisa. Olhar de Professor, Ponta Grossa, v. 9, n.1, p. 143-157, 2006.

FURLANI. LTM. A claridade da noite: os alunos do ensino superior noturno. 2ª ed. São Paulo: Cortez; 2001.

GISI, M. L. A educação superior no Brasil e o caráter de desigualdade do acesso e da permanência. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 17, p. 97-112, jan./abr. 2006.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2002.

MATIJASCIC, Milko. Professores da educação básica no Brasil: condições de vida, inserção no mercado de trabalho e remuneração Texto para discussão / Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.- Brasília : Rio de Janeiro : Ipea , 2017.

NEAVE, G.; van VUGHT, F. (Org.). Government and Higher and Higher Education Relationships Across Three Continents: The Winds of Change, Oxford: Pergamon Press, 1994.

NEVES, C. E. B.; RAIZER, L.; FACHINETTO, R. Fi. Acesso, expansão e eqüidade na educação superior: novos desafios para a política educacional brasileira. Sociologias, n.17, Porto Alegre, jan./jun. 2007.

NÓVOA. A. As ciências da educação e os processos de mudança. In: NÓVOA A.; CAMPOS, B. P.; PONTE, J. P.; SANTOS, M. E. B Ciências de educação e mudança. Porto, PT: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 1991.

OCDE. Education at the glass 2007. 2007

OLIVEIRA, J. F; CATANI, A. M; HEY, A. P; AZEVEDO, M. L. N. Democratização do acesso e inclusão na educação superior no Brasil. In: BITTAR, M; OLIVEIRA, J. F.; MOROSINI, M.. (Orgs.). Educação superior no Brasil: 10 anos pós-LDB. 1 ed. Brasília: INEP, 2008, v. 1, p. 71-88.

OLIVEN, A. C. Ações afirmativas nas universidades brasileiras: uma questão política, um desafio pedagógico. In: FRANCO, M. E. D. P.; KRAHE,E. D. Pedagogia Universitária e Áreas de Conhecimento. Porto Alegre: EdiPucrs, 2007. p. 151-160.

PEIXOTO, M. C. L. Universidade e democracia: experiências e alternativas para ampliação do acesso à Universidade pública brasileira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.

RISTOF, D. Educação superior no Brasil – 10 anos pós-LDB: da expansão à democratização In: BITTAR, M; OLIVEIRA, J. F; MOROSINI, M (Org.). Educação superior no Brasil - 10 anos pós-LDB. Brasília: INEP, 2008 – (Coleção Inep 70 anos, v. 2).

ROMANELLI, O. O. História da Educação no Brasil (1930/1973). Petrópolis: Vozes, 2001.

SANTOS, B. S. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez, 2004.

SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 1995.

TOSTA, Tania Ludmila Dias. A participação de estudantes universitários no trabalho produtivo e reprodutivo. Cad. Pesqui.[online]. 2017, vol.47, n.165, p.896-910. http://dx.doi.org/10.1590/198053144119

UNESCO. O perfil dos professores brasileiros: o que fazem, o que pensam, o que almejam. São Paulo: Moderna, 2004.

URPIA, A.M.O; SAMPAIO, S.M.R. Mães e universitárias: transitando para a vida adulta. In SAMPAIO, S.M.R., org. Observatório da vida estudantil: primeiros estudos [online]. Salvador: EDUFBA, 2011, p. 145-168. Available from SciELO Books http://books.scielo.org

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução Daniel Grassi, Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

25/04/2019

Como Citar

ANDRADE, M. E. de. Oportunidades e condições de acesso na educação superior: perfil de estudantes de pedagogia. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 23, p. 263–283, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n23p263-283. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6854. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos