A Pedagogia da Escola da Ponte: um olhar para a avaliação e a autonomia no Ensino de Química

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12nEsp2p351-365

Palavras-chave:

Avaliação. Autonomia, Ensino de Química, Escola da Ponte.

Resumo

A Escola da Ponte, localizada em Portugal, possui um projeto pedagógico que tem inspirado algumas escolas brasileiras. Neste estudo, buscou-se investigar o ensino das Ciências da Natureza, mais especificamente, a apropriação de conhecimentos da química em suas relações na sociedade no ensino fundamental na Escola da Ponte. Metodologicamente, como fontes primárias, observamos a organização e os círculos de estudo da escola, realizamos entrevistas semiestruturadas com o professor de química e com seis alunos. Como fontes secundárias, analisamos as anotações dos alunos e diário de campo.  Quanto à técnica de análise dos dados, fizemos uso dos estudos de conteúdo de Bardin (2011) e Bogdan e Biklen (1994). Como referencial teórico, particularmente, valemo-nos de estudos que problematizam a autonomia (FREIRE, 2007) e a avaliação (GATTI, 2009) (LOCH, 2000) e (LEMOS; SÁ, 2013). Os resultados evidenciam aspectos do projeto educacional da Escola da Ponte que contribuem para a formação crítica e cidadã dos estudantes, como por exemplo, a ênfase na autonomia e responsabilidade, a avaliação individual e diferenciada, dentre outros. Em relação ao ensino de química, a pesquisa revela que a apropriação dos conhecimentos na escola apresenta aspectos próximos ao ensino tradicional escolar, a exemplo da fragmentação do conteúdo e pouca contextualização histórico-social.

Biografia do Autor

Fernanda Luiza de Faria, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Docente do quadro permanente da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina. Atua no Departamento de Ciências Exatas e Educação do Campus Blumenau. Possui graduação em Química (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal de Viçosa. Mestrado e Doutorado em Química, área de concentração em Educação Química pela Universidade Federal de Juiz de Fora.  Linhas de pesquisa de interesse: Estratégias de Ensino Diferenciadas no contexto da Educação Básica, Pedagogias Diferenciadas, A abordagem do conteúdo químico no Ensino Fundamental, História da Ciência e Ensino. 

Alaim Souza Neto, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Possui Doutorado e Mestrado em Educação pela UDESC, especialização em Literatura Brasileira, Construção do Texto e Informática na Educação. É graduado em Licenciatura em Letras, Pedagogia e Engenharia Química. É Professor do Departamento de Ciências Exatas e Educação, do Programa de Pós-Graduação em Métodos e Gestão em Avaliação (PPGMGA), do Programa de Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) da UFSC e do Mestrado Profissional em Física (MNPEF) da UFSC.

Downloads

Publicado

30/12/2020

Como Citar

FARIA, F. L. de; NETO, A. S. A Pedagogia da Escola da Ponte: um olhar para a avaliação e a autonomia no Ensino de Química. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. Esp2, p. 351–365, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12nEsp2p351-365. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/10799. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos