Os entrelugares e o futuro aberto da formação e atuação docente em língua alemã na luta contra o latifúndio linguístico

Autores

  • Milan Puh Universidade de São Paulo
  • Elaine Cristina Roschel Nunes Universidade de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14201

Palavras-chave:

entrelugares, latifúndio linguístico, formação na pós-graduação, ensino de alemão

Resumo

Neste trabalho, discutimos possíveis caminhos de iniciação e atuação na profissão docente na área do alemão, no âmbito da práxis pedagógica, em termos freirianos. Para tanto, analisamos dois entrelugares: a formação de docentes na (pós)graduação em uma disciplina de metodologia de ensino em língua alemã e as possibilidades de reflexão e ação sobre “latifúndio linguístico” brasileiro, metáfora operacional que concebemos diante de sentidos instáveis da ação pedagógica na educação. Nesse caminho, traçamos uma crítica à política hegemônica monolíngue e à “autocolonização” na docência como aspectos obstrutivos do reconhecimento da condição plurilíngue do Brasil e sua manutenção no futuro. Por fim, como resultados de nossa prática, apresentamos a relevância de uma ação pedagógica decolonial, com a emersão de falares diversos no meio acadêmico e nas demais instâncias educativas, acompanhada da escuta ativa, alinhada à colaboração e à cooperação, como ações fundamentais não apenas para nosso trabalho docente, mas também para inserção na complexidade do mundo atual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AUSWÄRTIGES AMT. Deutsch als Fremdsprache weltweit: Datenerhebung 2020. Disponível em: http://www.bundesregierung.de/breg-de/suche/deutsch-als-fremdsprache-weltweit-1764250. Acesso em: 10 jul. 2022.

BELLETTI, T. de F. M. O conceito de ‘jeitinho brasileiro’ no âmbito do ensino de português LE/L2: Para além dos lugares-comuns. Diacrítica, v. 32, n. 2, p. 413-435. Disponível em: http://diacritica.ilch.uminho.pt/index.php/dia/article/view/448. Acesso em: 26 jun. 2022.

BENIAS, P. C.; WELLS, R. G.; SACKEY-ABOAGYE, B.; KLAVAN, H.; REIDY, J.; BUONOCORE, D.; MIRANDA, M.; KORNACKI, S.; WAYNE, M.; CARR-LOCKE, D. L.; THEISE, N. D. Structure and Distribution of an Unrecognized Interstitium in Human Tissues. Scientific Reports, v. 8, n. 4947, 2018. Disponível em: http://www.nature.com/articles/s41598-018-23062-6. Acesso em: 30 jul. 2022.

BIAZOLLI, C.; GREGOLIN, I. V; STASSI-SÉ, J. C. Contribuições do Programa Residência Pedagógica à formação inicial de futuros professores de línguas: aspectos da parceria colaborativa. Revista Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores (RBPFP), v. 13, n. 26, p. 155-170, jan.-abr. 2021. Disponível em: http://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/420. Acesso em: 26 jan. 2022.

CELANI, M. A. A. Ensino de línguas estrangeiras: ocupação ou profissão? In: LEFFA, V. (org.). O professor de línguas: construindo a profissão. Pelotas: Educat, 2008. p. 23-44.

CONSALTÉR, E; FÁVERO, A. A.; TONIETO, C. A. A formação continuada de professores a partir de três perspectivas: o senso comum pedagógico, pacotes formativos e a práxis pedagógica. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 10, p. e019040, 2019. Disponível em: http://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/7121. Acesso em: 22 jul. 2022.

GRILLI, M.; PUH, M. O ensino de alemão enquanto ato político-pedagógico: reflexões a partir de um estágio de docência na universidade. Revista Trama, v. 17, n. 41, p. 123-133, 2021.

GROSFOGUEL, R. Para descolonizar os estudos de economia política e os estudos pós-coloniais: transmodernidade, pensamento de fronteira e colonialidade global. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 80, p. 115-147, 2008. Disponível em: http://journals.openedition.org/rccs/697. Acesso em: 26 jan. 2022.

KUMARAVADIVELU, B. Beyond Methods: Macrostrategies for Language Teaching. New Haven and London: Yale University Press, 2003.

KUMARAVADIVELU, B. Language Teacher Education for a Global Society: A Modular Model for Knowing, Analyzing, Recognizing, Doing, and Seeing. New York: Routledge, 2012.

MARTIN-FRANCHI, G. O. de O. O programa de aperfeiçoamento de ensino (PAE) na EERP como lugar de formação do professor universitário: limites e possibilidades. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59140/tde-18042017-142027/pt-br.php. Acesso em: 23 maio 2022.

MIGNOLO, W. Desafios decoloniais hoje. Epistemologias do Sul, Foz do Iguaçu, v. 1, n. 1, p. 12-32, 2017. Disponível em: http://revistas.unila.edu.br/epistemologiasdosul/article/view/772. Acesso em: 28 jun. 2022.

NAKANO, M. M.; CAMARGO, R. A. A. de; GONÇALVES, M. F. C. Programa de aperfeiçoamento de ensino (PAE) na formação docente: uma experiência de avaliação formativa. In: GUILHERME, W. D. (org.). A educação como diálogo intercultural e sua relação com as políticas públicas 2, Ponta Grossa: Atena, 2020. p. 173-180.

NOLASCO, E. C. Silviano Santiago e o lugar onde o sol se põe: entrelugares epistemológicos ao sul da fronteira-sul. Cadernos de Estudos Culturais. Campo Grande, v. 6, n. 11, p. 17-29, jan./jun. 2014. Silviano Santiago: uma homenagem. Disponível em: http://periodicos.ufms.br/index.php/cadec/article/view/3657. Acesso em: 28 jul. 2022.

NUNES, E. C. R. Entre "becos sem saídas" e o "pulo do gato": Criatividade Local e mentoria na formação inicial de professores de alemão no Brasil. Tese (Doutorado em Língua e Literatura Alemã) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-11032022-212301/pt-br.php. Acesso em: 28 jun. 2022.

PEREIRA, G. T.; PINHEIRO, C. M.; KUNZ, M. A. Criatividade à brasileira: o jeitinho para driblar crises. Revista Pensamento & Realidade, v. 29, n. 3, 2014. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/pensamentorealidade/article/view/21192. Acesso em: 13 jun. 2022.

PUH, M. “Tudo junto e misturado?”: as contribuições e os limites do multiculturalismo no ensino de línguas. El Toldo de Astier, v. 11, n. 20-21, p. 415-432, 2020. Disponível em: http://www.eltoldodeastier.fahce.unlp.edu.ar/numeros/numero20/pdf/Puh.pdf. Acesso em: 28 jul. 2022.

PUH, M.; SAMPAIO, I. Da teoria para a prática: propostas formativas interculturais e decoloniais para quem ensina(rá) línguas no Brasil. In: FIGUEIREDO, C. (org.). Línguas em movimento. Salvador: EDUFBA, 2020. p. 107-125.

RIVAS, N. P. P.; LEAL, A. I.; MARQUES, M. A. de R. B. A pós-graduação como espaço do diálogo entre ensino e pesquisa: contradições e possibilidades da formação docente universitária. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA (CIDU), 10., 2018, Porto Alegre. Anais… Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS, 2018. Disponível em: http://editora.pucrs.br/edipucrs/acessolivre//anais/cidu/assets/edicoes/2018/arquivos/363.pdf. Acesso em: 28 jul. 2022.

SANTOS, B. de S. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. Novos estudos - CEBRAP, São Paulo, n. 79, p. 71-94, nov. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010133002007000300004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 9 mar. 2021.

STENGERS, I. A proposição cosmopolítica. Revista do Instituto De Estudos Brasileiros, n. 69, p. 442-464, 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rieb/article/view/145663. Acesso em: 28 jul. 2022.

UEKANE, M; RIVAS, N.P.P.; SILVA, G.M.; GONÇALVEZ, M.F.C. O Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) na formação docente de pós-graduandos: um estudo a partir do processo avaliativo. In: CONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 4.; CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 14., 2018, Águas de Lindóia. Anais… Águas de Lindóia: UNESP, 2018.

UPHOFF, D. O lugar da política linguística na formação inicial de professores de alemão. Revista Letras Raras, v. 8, n. 3, p. 110-130, set. 2019. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/ch/index.php/RLR/article/view/1467. Acesso em: 09 out. 2022.

Downloads

Publicado

2023-06-05

Como Citar

PUH, Milan; NUNES, Elaine Cristina Roschel. Os entrelugares e o futuro aberto da formação e atuação docente em língua alemã na luta contra o latifúndio linguístico. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. e14201, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14201. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/14201. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.