PIBID de história no Paraná: concepções de formação de professores (2011-2017)

Autores

  • Ruhama Ariella Sabião Batista Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Luis Fernando Cerri Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n31p356-377

Palavras-chave:

Formação de professores de História, ciclo de políticas, licenciatura, análise documental

Resumo

Este texto avalia a política pública Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) em dois recortes: a área de história e a abrangência do Estado do Paraná. O corpus documental foi composto pelas publicações e relatórios do programa em cada universidade enfatizando nas concepções subjacentes a eles quanto à formação de professores e o ensino de história. Verificou-se a diversidade de interpretações quanto ao Programa no processo de recepção e execução das atividades. No que tange à concepção do PIBID, os coordenadores se dividem entre os que o compreenderam como complemento dos estágios curriculares, como grupo de pesquisa em Ensino de História e como laboratório de ensino, o que é um indicador para compreender como variou a concepção de formação de professores.

Biografia do Autor

Ruhama Ariella Sabião Batista, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa

Luis Fernando Cerri, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Professor associado ao Departamento de História da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Downloads

Publicado

26/06/2021

Como Citar

SABIÃO BATISTA, R. A.; CERRI, L. F. PIBID de história no Paraná: concepções de formação de professores (2011-2017). Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. 31, p. 356–377, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13n31p356-377. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/10175. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos