A crônica e a prática escolar da leitura no ensino médio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p668-692

Palavras-chave:

Leitura no Ensino Médio, Prática escolar da leitura, Crônica

Resumo

Este artigo resulta de uma pesquisa de mestrado realizada em 2010 pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas, cujo objetivo foi o de verificar em que medida a crônica contribuía para as práticas de leitura significativa nas aulas de Língua Portuguesa no Ensino Médio, em duas escolas públicas e duas particulares, localizadas em cidade do interior de Alagoas. Os dados coletados permitiram verificar que, embora fosse um gênero apreciado pelos alunos informantes, ainda era atribuída pouca importância à crônica nas escolas onde a pesquisa foi realizada, especialmente nas escolas particulares. Cremos que se trate de uma situação ainda evidente em salas de aula do Ensino Médio na cidade onde ocorreu a coleta dos dados, o que atualiza o estudo aqui apresentado.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Araujo Lima Cavalcante, Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Instituto Federal de Alagoas (IFAL)

Possui Graduação em Letras pela Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL), é mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas - UFAL (2012).Doutoranda em Linguística, no Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal de Alagoas - UFAL.  Professora efetiva do Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Arapiraca. E membro do GETEL- Grupo de Estudos do Texto e da Leitura - Perspectivas Interdisciplinares (Diretório de Pesquisas - CNPq).

 

Maria Inez Matoso Silveira, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Possui Licenciatura em Letras Português/Inglês pela Universidade Federal de Alagoas - UFAL (1974), Mestrado em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Alagoas - UFAL (1993) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2002). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Alagoas. É também professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística e do Mestrado Profissional em Letras da Faculdade de Letras da UFAL. Tem experiência nas áreas de Leitura e Cognição, Linguística Textual, com ênfase em componentes sociocognitivos no processamento de compreensão de textos, atuando principalmente nos seguintes campos: formação de professores, ensino de línguas, leitura instrumental, teoria e análise de gênero textual (concepção sociorretórica) e letramento. Líder do GETEL – Grupo de Estudos do Texto e da Leitura – Perspectivas Interdisciplinares (Diretório de Pesquisas-CNPq). Coordena, no momento, um projeto dentro do Programa Observatório da Educação (CAPES/INEP-049/2012-Proposta 22456) no Centro de Educação da UFAL, relacionado ao ensino da lectoescritura nos anos iniciais do ensino fundamental.

Referências

ADAM, Jean-Michel; HEIDMANN, Ute. O texto literário: por uma abordagem interdisciplinar. Revisão cientifica João Gomes da Silva Neto. São Paulo: Cortez, 2011.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BENDER, Flora Christina. Teoria. In: BENDER, Flora Christina; LAURITO, Ilka Brunhilde. Crônica: história, teoria e prática. São Paulo: Scipione, 1993.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização e lingüística. São Paulo: Scipione, 2003.

CANDIDO, Antonio. Recortes. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CANDIDO, Antonio et. al. A crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas: Editora da UNICAMP; Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1992.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2007.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Miniaurélio Século XXI: o minidicionário da língua portuguesa. 5. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

FRANCHETTI, Paulo Elias Allane; PECORA, Antônio Alcir Bernardez. Rubem Braga: literatura comentada. São Paulo: Abril Educação, 1980.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender os sentidos do texto. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

LAURITO, Ilka Brunhilde. História. In: BENDER, Flora Christina; LAURITO, Ilka Brunhilde. Crônica: história, teoria e prática. São Paulo: Scipione, 1993.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2008.

MARCUSCHI, Luiz Antonio. .Gêneros textuais: configuração, dinamicidade e circulação. In: KARWOSKI, Alcir Mário; GAYDECZKA, Beatriz; BRITO, Karim Siebeneicher (Org.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

MARIA, Luzia de. Leitura & colheita: Livros, leitura e formação de leitores. Petrópolis: Vozes, 2008.

MARQUESI, Sueli Cristina. Lendo crônicas: perspectivas para a formação de leitores críticos. In: ANDRADE, Carlos Augusto B.; ROSSATTO, Edson (Org.). Prática de escrita: a crônica - um estímulo à percepção e à criatividade. São Paulo: Andross, 2005.

MOISÉS, Massaud. A criação literária: prosa. São Paulo: Cultrix, 1985.

MONTEIRO, Maria da Conceição Silva Dantas. Crônica literária: um gênero e sua tradição. In: GOMES, João Bosco Figueiredo; OLIVEIRA, Risoleide Rosa Freire de; ARAÚJO, Silvano Pereira de. (Org.). Práticas linguageiras, literatura e ensino. Mossoró: Edições UERN, 2011.

PROENÇA FILHO, Domício. Reflexões sobre a crônica na literatura brasileira. In: CAVALIERE, Ricardo (Org.). Entrelaços entre textos: miscelânea a Evanildo Bechara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

SANTOS, Leonor Werneck dos. Leitura na escola: como estimular os alunos a ler. In: TAVARES, Kátia; BECHER, Sílvia; FRANCO, Claudio (Org.). Ensino médio: fundamentos, práticas e reflexões para professores da era digital. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras da UFRJ, 2011.

SILVA, Ezequiel Theodoro da. Leitura na escola e na biblioteca. Campinas: Papirus, 1986.

SILVEIRA, Maria Inez Matoso. Análise de gênero textual: concepção sócio-retórica. Maceió: EDUFAL, 2005 a.

SILVEIRA, Maria Inez Matoso. Modelos teóricos e estratégias de leitura: suas implicações no ensino. Maceió: EDUFAL, 2005b.

SILVEIRA, Maria Inez Matoso. Ateliê de crônicas & portfólio. Leitura: Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da UFAL, v. 42 p. 237-249, 2009.

SOARES, Magda. As condições sociais da leitura: uma reflexão em contraponto. ZILBERMAN, Regina; SILVA, Ezequiel Theodoro (Org.). Leitura: perspectivas interdisciplinares. São Paulo: Ática, 2004.

TONELLI, Regina de Oliveira. A desfronteirização do gênero crônica na comunicação contemporânea. 2004. Dissertação ( Mestrado em Comunicação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, Rio de Janeiro, 2004.

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

CAVALCANTE, Sandra Araujo Lima; SILVEIRA, Maria Inez Matoso. A crônica e a prática escolar da leitura no ensino médio. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. Esp2, p. 668–692, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p668-692. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/11102. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.