A afetividade no processo de ensino-aprendizagem

contributos da teoria de Henri Wallon

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2022v14nEspp605-620

Palavras-chave:

Afetividade, Ensino-aprendizagem, Wallon

Resumo

Este artigo discute as contribuições da afetividade para as relações entre educador e educando como possibilidade para a obtenção de resultados positivos no processo ensino-aprendizagem. A metodologia utilizada foi de investigação bibliográfica qualitativa, buscando, além de refletir sobre a promoção de um ambiente afetivo favorável, apresentar os contributos da teoria psicogenética de Henri Wallon para o desenvolvimento da criança na pequena infância como um ser biológico, psicológico e social. Para tanto, respalda-se nessa teoria psicogenética, por ela nos possibilitar supor que a qualidade dessas relações influencia, sobremaneira, nos resultados da aprendizagem de crianças, não apenas de conteúdos sistematizados, mas também para a vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciete Bastos, Universidade do Estado da Bahia-UNEB

Doutora em Educação (PUC-Minas-2018) e mestra em Estudos Literários (UFMG-2010). Professora do curso de Licenciatura em Letras e do Programa de Pós-Graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade (PPGELS) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), DCH-Campus VI- Caetité. Lidera o Grupo de Estudos e Pesquisas Culturas das Infâncias (GEPCI). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino e Formação Docente. Atua nos seguintes temas: literaturas, leitura e formação do leitor, cultura das infâncias, crianças negras em situação de vulnerabilidade, relações étnico raciais, Lei 10.639, currículo e feminismo.

Referências

ALMEIDA, L. R. Ser professor: um diálogo com Henri Wallon. In: MAHONEY A. A., ALMEIDA L. R. (orgs). A constituição da pessoa na proposta de Henri Wallon. 2ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

ALMEIDA, L. R. Wallon e a educação. In: MAHONEY A. A., ALMEIDA L.R. (orgs). Henri Wallon. Psicologia e educação. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986.

BOCK, A. M.; FURTADO O., TEIXEIRA M. de L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva: 2003.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, Senado, 1988. BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF: MEC/SEF/COEDI, 2010.

DANTAS, H. A afetividade e a construção do sujeito na psicogenética de Wallon. In: LA TAILLE, Y de. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão / Yves de La Taille, Marta Kohl de Oliveira, Heloisa Dantas. São Paulo: Summus, 2016.

GRATIOT-ALFANDÉRY, H. Henri Wallon. Recife: Massangan, 2010.

MAHONEY, A. A. A Constituição da Pessoa: desenvolvimento e aprendizagem. In: MAHONEY A. A., ALMEIDA L. R. (orgs). A constituição da pessoa na proposta de Henri Wallon. 2 ed. São Paulo: Edições Loyola, 2010.

NASCIMENTO, M. L.B.P.A criança Concreta, Completa e Contextualizada: a Psicologia de Henri Wallon. In: CARRARA K. (Organizador). Introdução à Psicologia da Educação: seis abordagens. São Paul: Avercamp, 2004.

SAVIANI, D. O Plano de Desenvolvimento da Educação: Análise do Projeto do MEC,2007.Disponívelem:https://www.scielo.br/j/es/a/7pgYkYztK6ZyPny97zmQvWx/abstract/?lang=pt

WALLON, H. A evolução psicológica da criança. Trad. Claudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Downloads

Publicado

2022-06-10

Como Citar

SILVA, Dineuza Neves da; SOUZA LIMA BASTOS , Luciete de Cássia. A afetividade no processo de ensino-aprendizagem: contributos da teoria de Henri Wallon. Debates em Educação, [S. l.], v. 14, n. Esp, p. 605–620, 2022. DOI: 10.28998/2175-6600.2022v14nEspp605-620. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/12719. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.