Literatura e docência com bebês e crianças pequenas

lendo e amando como infância

Autores

  • Sandra Regina Simonis Richter Universidade de santa Cruz do Sul (Unisc)
  • Inara Moraes dos Santos Educação Infantil na rede privada de Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2022v14nEspp400-420

Palavras-chave:

Leitura literária, Vocalização, Educação infantil, Imaginação Poética

Resumo

Para abordar o gesto pedagógico das palavras na convivência entre adultos, bebês e crianças pequenas na escola de educação infantil o ensaio parte de uma experiência de leitura literária em voz alta com um grupo de professoras do sistema municipal de educação no interior do Rio Grande do Sul. O objetivo é afirmar a potência da vocalidade no encontro com a palavra viva na formação pedagógica para destacar as experiências estésica e poética que escapam à ordem das análises ao dizerem do corpo linguageiro que vive e sente o mundo, com suas ressonâncias e repercussões imagéticas. As fenomenologias de Gaston Bachelard e Paul Zumthor sustentam a opção metodológica pela escrita ensaística para reter o vivido a partir da memória escrita dos encontros entre leitura literária e professoras de crianças pequenas. A experiência de leitura literária em voz alta na formação docente contribui para refletir a relevância educacional de promover a imaginação como um valor na escola de educação infantil na qual a docência assume ser provocadora da ação de imaginar com palavras e com imagens literárias ao favorecer ambientes lúdicos de escuta de devaneios e banhados em linguagem às crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Regina Simonis Richter, Universidade de santa Cruz do Sul (Unisc)

Doutora em Educação, professora adjunta e pesquisadora do Departamento de Ciências, Humanidades e Educação da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISC, líder do grupo de pesquisa Estudos Poéticos: Educação e Linguagem (UNISC), pesquisadora do Grupo Peabiru: Educação Ameríndia e Interculturalidade (UFRGS/UNISC).

 

ORCID https://orcid.org/0000-0002-7902-5918

ID Lattes http://lattes.cnpq.br/8984188058707610

 

 

Inara Moraes dos Santos , Educação Infantil na rede privada de Porto Alegre

Inara Moraes dos Santos, Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Bacharel em Comunicação Social - UNISC. Mestra em Educação- UNISC. Especialista em Educação Infantil - Universidade do Vale do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS. Escritora de livros para crianças, pesquisadora do grupo Estudos Poéticos: Educação e Linguagem UNISC/CNPq. 

ID Lattes: 4471810566898063

 

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O fogo e o relato: ensaios sobre criação, escrita, arte e livros. Tradução de Andrea Santurbano, Patricia Peterle. 1. ed. São Paulo: Boitempo, 2018.

ARENDT, Hanna. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. 9. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999.

BACHELARD, Gaston. A água e o sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. Tradução de Antônio de Pádua Danesi. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2018.

BACHELARD, Gaston. O ar e os sonhos: ensaio sobre a imaginação do movimento. Tradução de Antônio de Pádua Danesi. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

BACHELARD, Gaston. A terra e os devaneios da vontade: ensaio sobre a imaginação das forças. Tradução de Paulo Neves da Silva. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

BACHELARD, Gaston. A terra e os devaneios do repouso. Tradução Paulo Neves da Silva. São Paulo: Martins Fontes, 1990a.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. Tradução de Antonio de Pádua Danesi. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BACHELARD, Gaston. Os devaneios voltados para a infância. In: BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. São Paulo: Martins Fontes, 1988. p. 93-137.

BACHELARD, Gaston. O direito de sonhar. Tradução de José Américo Motta Pessanha. São Paulo: DIFEL,1985.

BACHELARD, Gaston. Fragmentos de uma poética do fogo. Organização e notas de Suzanne Bachelard. São Paulo: Brasiliense, 1990b.

BAJARD, Élie. Ler e dizer: compreensão e comunicação do texto escrito. São Paulo: Cortez, 2014.

BÁRCENA, Fernando. El alma del lector: la educacíon como gesto literario. Bogotá: Babel Livros, 2012.

DELEUZE, Gilles. “O ato de criação”. Tradução de José Marcos Macedo. Folha de São Paulo, São Paulo, 27 jun. 1999. Caderno Mais!, p. 4-5.

FRONCKOWIAK, Ângela C. Com a palavra a palavra: escutar crianças e adultos em convívio poético. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

HILLMAN, James. O pensamento do coração e a alma do mundo. Tradução Gustavo Barcellos. Campinas: Verus, 2010.

JEAN, Georges. Bachelard, la infancia y la pedagogía. México: Fondo de Cultura Económica, 1989.

JEAN, Georges. Na escola da poesia. Lisboa: Instituto Piaget, 1996.

LARROSA, Jorge. Lenguaje y educación. Revista Brasileira de Educação [online], n. 16, p. 68-80, jan./abr. 2001.

MATURANA, Humberto. A ontologia da realidade. Organização de Cristina Magro, Miriam Graciano, Nelson Vaz. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1997.

NANCY, Jean-Luc. A la escucha. Buenos Aires: Amorrortu, 2007.

NANCY, Jean-Luc. El arte hoy. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Prometeo Libros, 2014.

ORDINE, Nuccio. A utilidade do inútil: um manifesto. 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.

PARREIRAS, Ninfa. Do ventre ao colo, do som à literatura: livros para bebês e crianças. Belo Horizonte: RHJ, 2012.

PRADO, Adélia. Poesia reunida. 10. ed. São Paulo: Siciliano, 2001.

QUEIRÓS, Bartolomeu Campos. Indez. São Paulo: Global, 2004.

RICOEUR, Paul. O único e o singular.Tradução Maria Leonor F. R. Loureiro. – São Paulo: Editora UNESP; Belém, PA: Editora da Universidade Estadual do Pará, 2002.

RODARI, Gianni. Gramática da fantasia. Tradução de Antônio Negrini: São Paulo: Summus, 1982.

RICHTER, Sandra Regina Simonis. Educação, arte e infância: tensões filosóficas em torno do fenômeno poético. Crítica Educativa, Sorocaba, v. 2, n. 2, p. 90-106, jul./dez 2016.

RICHTER, Sandra R.S.; LINO, Dulcimarta Lemos. estar à escuta: música e docência na educação infantil. childhood & philosophy, rio de janeiro, v. 15, out. 2019, pp. 01 – 24.

SANTOS, Inara Moraes. Literatura e formação docente na Educação Infantil: lendo e amando commo infância. Santa Cruz do Sul: UNISC, 2020. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Santa Cruz do Sul, 2020.

ZUMTHOR, Paul. Presença da voz. In: ZUMTHOR, Paul. Escritura e Nomadismo. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Sonia Queiroz. São Paulo: Ateliê Editorial, 2005.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção e leitura. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac & Naify, 2007.

Downloads

Publicado

2022-06-10

Como Citar

RICHTER, Sandra Regina Simonis; SANTOS , Inara Moraes dos. Literatura e docência com bebês e crianças pequenas: lendo e amando como infância. Debates em Educação, [S. l.], v. 14, n. Esp, p. 400–420, 2022. DOI: 10.28998/2175-6600.2022v14nEspp400-420. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/12800. Acesso em: 27 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Educação Infantil e currículo(s):culturas, docência e formação em debate

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.