UMA JOVEM MULHER NEGRA FAVELADA: SINGULARIDADE COMPARTILHADA EM NARRATIVAS BIOGRÁFICAS

Autores

  • Juliana Batista dos Reis Universidade Federal de Minas Gerais
  • Juarez Tarcísio Dayrell Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2018v10n20p83

Palavras-chave:

Juventudes. Socialização. Individuação.

Resumo

Este texto busca descrever e compreender como se configuram os processos de socialização e individuação, através do acompanhamento de uma jovem moradora de uma periferia urbana da cidade de Belo Horizonte. A pesquisa acompanhou suas vivências cotidianas e na internet, além da realização de entrevistas individuais, privilegiando a dimensão biográfica. A partir de uma sociologia dos indivíduos, o caminho teórico-metodológico priorizou compreensões sobre o contemporâneo processo estrutural de singularização através das narrativas biográficas de plurais experiências da jovem. A potência de sua individuação é revelada por narrativas biográficas reflexivas sobre suas vivências como jovem negra favelada em processos socializadores familiares, escolares e profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Batista dos Reis, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduada em Ciências Sociais (Bacharelado/Licenciatura) pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (2009). Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais com estágio sanduíche na Universidade do Porto (2014). Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Ciências Aplicadas à Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais e coordena o Observatório da Juventude da UFMG (http://observatoriodajuventude.ufmg.br). Atua nas áreas da Sociologia da Educação e Sociologia da Juventude, com ênfase nos temas: processos de socialização e individuação contemporâneos, culturas juvenis, territórios urbanos, cibercultura. 

Juarez Tarcísio Dayrell, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1983), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1989) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2001). Em 2006 realizou o pós-doutorado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Atualmente é professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais e pesquisador do CNPq. É fundador e integrante do Observatório da Juventude da UFMG (www.observatoriodajuventude.ufmg.br). Está integrado à Pós Graduação da Faculdade de Educação na linha de pesquisa: Educação, cultura, movimentos sociais e ações coletivas, desenvolvendo pesquisas em torno da temática Juventude, Educação e Cultura.

Downloads

Publicado

2018-04-29

Como Citar

REIS, Juliana Batista dos; DAYRELL, Juarez Tarcísio. UMA JOVEM MULHER NEGRA FAVELADA: SINGULARIDADE COMPARTILHADA EM NARRATIVAS BIOGRÁFICAS. Debates em Educação, [S. l.], v. 10, n. 20, p. 83, 2018. DOI: 10.28998/2175-6600.2018v10n20p83. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/4041. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Estudantes da universidade, narrativas e relação com o saber"

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.