Tempo, Educação e Saúde: um ensaio sobre o cotidiano do Atendimento Escolar Hospitalar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n23p135-147

Palavras-chave:

Alunos Gravemente Enfermos. Educação e Saúde. Tempo.

Resumo

Este artigo objetiva trazer para o debate aportes teóricos do concernentes ao atendimento escolar hospitalar, com base nas vivências de um grupo de doutorandos de um programa de pós-graduação em Educação e Saúde de uma universidade pública brasileira. O referencial epistemológico vem principalmente de autores da filosofia, da construção curricular escolar, do atendimento escolar hospitalar e da saúde. Tendo em vista a complexidade dos problemas relativos à vida humana, cujas respostas também carecem de serem pensadas nessa rede multidisciplinar, o grupo de doutorandos, tendo como pano de fundo um hospital infanto-juvenil, que atende pacientes em tratamento oncológico, possibilitou o aprofundamento em temas correlacionados, entre eles: o tempo, a memória, o corpo, a vida, a morte e as instituições.

Biografia do Autor

Amália Neide Covic, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Possui graduação (Bacharelado e Licenciatura) em Física pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, especialização em Física Médica PUC/SP , mestrado e doutorado em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo . Atualmente é Coordenadora e Formadora de Professores para atuação em Atendimento Escolar Hospitalar no Instituto de Oncologia Pediátrica - Grupo de Apoio ao Adolescente e a Criança com Câncer - Universidade Federal de São Paulo, docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência da UNIFESP/campus Guarulhos. 

Diego Eugênio Roquette Godoy Almeida, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Doutor e mestre em Ciências: Educação e Saúde na Infância e adolescência, pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Bacharel em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Especialização em Terapia Ocupacional em Saúde Mental. Professor Adjunto no curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Pelotas. Interesso-me pelos temas: educação, lazer, juventudes, gênero/sexualidade. Experiência profissional como terapeuta ocupacional no Núcleo de Apoio à Saúde da Família - NASF, Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas e tutoria em Ensino à Distância. 

Thalita Catarina Decome Poker, Universidade de São Paulo (USP)

Doutoranda no Programa de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo - USP. Mestre em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Tem como principais temas de pesquisa: o acolhimento institucional, identidade, socialização/individuação criança e adolescência, políticas de identidade/identidade política e reconhecimento social . Tem experiência na área de Psicologia clínica com orientação cognitivo comportamental, psicologia institucional ,Psicologia Social, docência no ensino superior.

Referências

AGAMBEN, G. Homo sacer: o poder soberano e a vida nua. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2004.

AGAMBEN, G. A Linguagem e a Morte: um seminário sobre o lugar da negatividade. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

AGAMBEN, G. Infância e história: destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

AGAMBEN, G. O uso dos corpos. São Paulo: Boitempo, 2017.

ALMEIDA FILHO, N. de.; ANDRADE, R. F. S. Holopatogênese: esboço de uma teoria geral de saúde-doença como base para a promoção da saúde. In: CZERESNIA, D.; FREITAS, C. M. de. (Org.) Promoção da Saúde: conceitos, reflexões e tendências. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2003. p. 97-115.

APPLE, M.W. Política, Cultura e Educação. São Paulo: Cortez, 2000.

AYRES, J.de C. M. O cuidado, os modos de ser (do) humano e as práticas de saúde. Saúde soc. [online]. 2004, vol.13, n.3, pp.16-29. ISSN 0104-1290. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902004000300003.

BATISTELLA, C. Abordagens Contemporâneas do Conceito de Saúde. In: FONSECA AF, CORBO AD, organizadores. O território e o processo saúde-doença. Rio de Janeiro: EPSJV, Fiocruz, 2007. p. 25-49. 12128

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

CANGUILHEM, G. O normal e o patológico. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

COVIC, A.N. Atendimento pedagógico hospitalar: convalidando uma experiência e sugerindo ideias para a formação de professores. 2003. Dissertação (mestrado em educação e currículo). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

______. Aprendizagem da docência: um estudo a partir do atendimento escolar hospitalar. 2008. Tese (doutorado em educação e currículo). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

COVIC, A.N.; OLIVEIRA, F.A.M. O Aluno Gravemente Enfermo. São Paulo: Cortez, 2011.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade: Curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo. Martins Fontes. 1999

FOUCAULT, M. História da Sexualidade 3: o cuidado de si. São Paulo: Terra e Paz, 2014.

GIDDENS, A. A constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

KANEMOTO, E. Tempo e Memória nos Poemas de Cecília Meireles. 2004. Dissertação de Mestrado (Programa de Literatura e Crítica Literária) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2004.

LOGGETTO, S.R.; PARK, M.V.F. e BRAGA, J.A.P. Oncologia para Pediatra. São Paulo: Atheneu, 2012.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Constituição da Organização Mundial da Saúde (OMS/WHO) - 1946. Disponível em: http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/OMS-Organiza%C3%A7%C3%A3o-Mundial-da-Sa%C3%BAde/constituicao-da-organizacao-mundial-da-saude-omswho.html Acesso em: 18 maio 2017.

SILVA, T.T. da (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, Vozes, 2004.

Downloads

Publicado

25/04/2019

Como Citar

COVIC, A. N.; ALMEIDA, D. E. R. G.; POKER, T. C. D. Tempo, Educação e Saúde: um ensaio sobre o cotidiano do Atendimento Escolar Hospitalar. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 23, p. 135–147, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n23p135-147. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6277. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos