Educação Física no Ensino Médio

o contexto das aulas na rede estadual do Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2022v14n34p212-233

Palavras-chave:

Educação Física, Ensino Médio, Contexto das aulas

Resumo

O estudo teve como objetivo analisar o panorama das aulas de Educação Física das escolas de Ensino Médio da rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul. A amostra constituiu-se de 239 escolas de Ensino Médio, representadas por 147 professores de Educação Física e 193 gestores escolares. Para a coleta de dados, utilizou-se um questionário online, sobre o perfil dos professores de Educação Física e o desenvolvimento das aulas. Para a análise dos dados utilizou-se a análise de conteúdo e a estatística descritiva. Os resultados apontam a presença do esporte como conteúdo hegemônico, a existência de aulas no contraturno escolar e aulas separadas por gênero. Conclui-se necessário compreender o contexto da Educação física no Ensino Médio, buscando uma reflexão sobre a prática pedagógica.

Biografia do Autor

Thais de Lima dos Santos, Universidade Federal do Pampa/Doutoranda

Doutoranda no curso Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde; Mestra no curso Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde - Universidade Federal do Pampa (Unipampa); Graduada em Licenciatura em Educação Física- Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA - Campus Uruguaiana (2015 - 2018); Graduada em Letras e suas Respectivas Linguagens- Universidade Pitágoras Unopar - Campus Uruguaiana (2013 - 2016); Atua nas áreas de Ensino de Educação Física Escolar. Pesquisadora do Grupo de Estudo em Educação Física e Esportes (GEEFE) da UNIPAMPA Campus Uruguaiana e do Grupo de Estudos e Pesquisa em Estágios e Formação de Professores (GEPEF).

Any Gracyelle Brum dos Santos, Universidade Federal do Pampa/Mestranda

Mestranda no curso Educação em Ciências: Química da vida e saúde- Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Graduada em Educação Física pela Universidade Federal do Pampa, UNIPAMPA (2018), Especialista em Lúdico e Psicomotricidade na Educação Infantil e Supervisão e Orientação Educacional. Atua nas áreas de Ensino de Educação Física Escolar. Pesquisadora do Grupo de Estudo em Educação Física e Esportes (GEEFE) da UNIPAMPA Câmpus Uruguaiana e do Grupo de Estudos e Pesquisa em Estágios e Formação de Professores (GEPEF) - Atua como Tutora presencial do Curso em Licenciatura em Matemática Ead - UAB- IFAAR- Pólo Uruguaiana.

Patrícia Becker Engers, Universidade Federal do Pampa/Doutoranda

Licenciada em Educação Física (2014) e Especialista em Atividade Física e Saúde (2018), ambas pela Universidade Federal do Pampa/UNIPAMPA - Campus Uruguaiana. Mestra em Educação Física pela Universidade Federal de Pelotas (2016). Doutoranda do PPG Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde - UNIPAMPA. Integrante dos Grupos de Pesquisa: GPAFSIA- Grupo de Pesquisas em Atividade Física e Saúde na Infância e Adolescência e GEPEF - Grupo de Estudo e Pesquisa em Estágio e Formação de Professores.

Phillip Vilanova Ilha, Universidade Federal do Pampa/Doutor

Possui Licenciatura Plena em Educação Física (2000), especialização em Ciência do Movimento Humano (2003), especialização em Mídias na Educação (2004), mestrado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde (2013) e Doutorado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde (2016), todos pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente é professor do magistério superior da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) e docente permanente do Programa de Pós-Graduação de Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da Unipampa. Atua na área de Educação Física e Ensino, trabalhando principalmente nos seguintes temas: Práticas pedagógicas na educação física escolar; Metodologia e ensino aprendizagem dos esportes; Projetos de aprendizagem; Formação de professores; Atividade física e promoção da saúde. Coordenador-Líder do Grupo de Estudos em Educação Física e Esportes - GEEFE, da Unipampa.

Referências

ABRÃO, K. R; BAYSDORF, G. C. O Trabalho Docente do Professor de Educação Física em escolas com diferentes fatores socioeconômicos e demográficos: Estratégias e saberes construídos. Revista Contexto & Educação, v. 28, n. 91, p. 37-57, 2013.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BETTI, M. Educação Física e sociedade. São Paulo: Movimento, 1991.

BETTI, M.; ZULIANI, L. R. Educação Física escolar: uma proposta de diretrizes pedagógicas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.1, n.1, p. 73- 81, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução nº 3, de 21 de novembro de 2018. Brasília, 2018b. Disponível em < https://bit.ly/2SDocdR> Acesso em: 15 set 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução nº 3, de 21 de novembro de 2018. Brasília, 2018b. Disponível em < https://bit.ly/2SDocdR> Acesso em: 05 out 2020.

CAPARRÓS, F. E, BRACHT, V. O tempo e o lugar de uma didática da educação física. Rev. Bras Ciênc Esporte, p.21-37, 2007.

CORREIA, W. R. Educação física no ensino médio: questões insólitas. In: Carreira Filho D, Correia, W. R, organizadores. Educação física escolar: docência e cotidiano. Curitiba: CRV; v. 1, p. 165-76, 2010.

CRUZ, R. M.; LEMOS, J. C. Atividade docente, condições de trabalho e processos de saúde. Motrivivência, v. 17, n. 24, p. 59-80, 2005.

DAOLIO, J. A cultura da/na Educação Física. 112 f. Tese (Livre docência) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

DARIDO, S. C. Os conteúdos da Educação Física escolar: influências, tendências, dificuldades e possibilidades. Revista Fluminense de Educação Física Escolar, Niterói, v.2, n.1, p.5-25, 2001.

DARIDO, S. C.; RANGEL, I. C. A. Educação Física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

DARIDO, S. C.; SOUZA JÚNIOR, O. M. Para ensinar Educação Física: possibilidades de intervenção na escola. 7. ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

DARIDO, S. C; RANGEL, I. C. A. Educação Física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara, 2005.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Educação. Busca de escolas, 2020. Disponível em <https://educacao.rs.gov.br/busca-de-escolas> Acesso em: 22 set. 2019.

FARIAS, G. O. et al. Carreira docente em educação física: uma abordagem sobre a qualidade de vida no trabalho de professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 19, n. 1, p. 11-22, jan./mar., 2008.

FARIAS, G. O.; LEMOS, C. A. F.; BOTH, J.; NASCIMENTO, J. V.; FOLLE, A. A Carreira docente em educação física: uma abordagem sobre a qualidade de vida no trabalho de professores da rede Estadual de ensino do Rio Grande do Sul. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 19, n. 1, p. 11-22, 2008.

FREIRE, J. B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione, 2009.

GARIGLIO, J. Â; JUNIOR, A. S. A; OLIVEIRA, C. M. O “novo” Ensino Médio: implicações ao processo de legitimação da Educação Física. Motrivivência, v. 29, n. 52, p. 53-70, 2017.

GOIS, F. et al. Caracterização dos comportamentos de ensino, contexto de aula e atividade física em dois programas distintos de educação física. Retos, v. 38, p. 379-384, 2020.

GONÇALVES, L. R.; PASSOS, S. R. M. M. D. Processo de desenvolvimento profissional do professor – educação continuada. PARADOXA: Projetivas Múltiplas em Educação, São Gonçalo, v. 10, n. 17, p. 45-56, 2004.

IBGE. INTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Divisão Territorial Brasileira - DTB. São Paulo, 2019. Disponível em: <https://bit.ly/34Rjcav> Acesso em: 12 out 2020.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 6. ed. Ijuí: Unijuí, 2004.

LEMOS, C. A. F. Qualidade de vida na carreira profissional de professores de educação física do magistério público estadual do Rio Grande do Sul. 2007. xx f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Curso de Educação Física, UFSC, Florianópolis, 2007.

LOURO, G. L. Gênero, Sexualidade e Educação: uma perspectiva pósestruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

MATTOS, M. G.; NEIRA, M. G. Educação Física na adolescência: construindo o conhecimento na escola. São Paulo: Phorte, 2008.

MELO, R. Z. de; FERRAZ, O. L. O novo ensino médio e a Educação Física. Motriz, Rio Claro, v. 13, n. 2, p. 86-96, 2007.

MENEZES, R; VERENGUER, R, de C, G. Educação Física no Ensino Médio: o sucesso de uma proposta segundo os alunos. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, v. 5, n. 3, 2006.

MEYER, D. E.; SOARES, R. F. R. Corpo, gênero e sexualidade nas práticas escolares: um início de reflexão. In.: MEYER, D. E.; SOARES, R. de F. R. (org.). Corpo, gênero e sexualidade. Porto Alegre: Mediação, p. 5-16, 2004.

NUNES, F. S. A Dispensa nas aulas de Educação Física no ensino médio: legalidade e legitimidade, 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Bahia, 2007.

PEREIRA, F. M; SILVA, A. C da. Sobre os conteúdos da educação física no Ensino Médio em diferentes redes educacionais do Rio Grande do Sul. Revista da Educação Física, Maringá, v. 15, n. 2, p. 67-77, 2004.

RÖESCH, I. C. C. Ressignificando a formação docente: um estudo sobre as histórias de vida dos afro-brasileiros. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL EDUCAÇÃO INTERCULTURAL, GÊNERO E MOVIMENTOS SOCIAIS, 2, 2003. Florianópolis. Anais, Florianópolis, [s. n], 2003.

SARAIVA, M. do C. Por que investigar as questões de gênero no âmbito da Educação Física, Esporte e Lazer? Motrivivência, v.13, n. 19, p. 79-85, 2002.

SILVA, F, M; COFFANI, M, C, R, da S. O lugar da Educação Física no Ensino Médio: entre a presença e ausência do aluno. Conexões: revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, v. 11, n. 4, p. 159-178, 2013.

SILVA, M. F. P; DAMAZIO, M. S. O ensino da educação física e o espaço físico em questão. Revista Pensar a Prática, v. 11, n. 2, p. 189-196, 2008.

SILVA, R, da; MACIEL, P. B. Características da Educação Física do Ensino Médio noturno. Revista Motriz, Rio Claro, v. 15 n. 2 p. 247-256, 2009.

SOARES, C. TAFFAREL, C. N. Z; VARJAL. E; CASTELLANI FILHO, L; ESCOBAR. M, O, BRACHT, V. Metodologia do ensino de educação física. 2 ed. rev. São Paulo: Cortez; 2009.

VASCONSELLOS, C. D. S., Currículo: a atividade humana como princípio educativo. 3. ed. São Paulo, Libertad Editora, 2011.

ZONTA, A. F. Z.; BETTI, M.; LIZ, L.C. Dispensa das aulas de Educação Física: os motivos de alunas do ensino médio. In: VIII CONGRESSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E CIÊNCIAS DO DESPORTO DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Anais. Lisboa. Universidade Técnica de Lisboa, 2000.

Downloads

Publicado

27/04/2022

Como Citar

DOS SANTOS, T. de L.; DOS SANTOS, A. G. B.; ENGERS, P. B.; ILHA, P. V. Educação Física no Ensino Médio: o contexto das aulas na rede estadual do Rio Grande do Sul. Debates em Educação, [S. l.], v. 14, n. 34, p. 212–233, 2022. DOI: 10.28998/2175-6600.2022v14n34p212-233. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/12029. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos