REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE A PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA NA BASE DE DADOS SciELO SOBRE PEDAGOGIA HOSPITALAR

Autores

  • Lúcia Maria Santos Tinós Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC. http://orcid.org/0000-0002-0901-9416
  • Sheila Maria Mazer-Gonçalves Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.
  • Isabella Maria Cruz Fantacini Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.
  • Gabriella Viccari Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2018v10n20p238

Palavras-chave:

Pedagogia Hospitalar. Atendimento escolar hospitalar. Revisão Sistemática.

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi efetuar um levantamento das publicações científicas brasileiras na Base de Dados SciELO sobre Pedagogia Hospitalar, campo teórico-prático da Educação Especial. As informações foram coletadas e sistematizadas em planilhas eletrônicas e gráficas para tratamento dos dados. Inicialmente foram encontrados 569 artigos e após aplicação dos critérios de exclusão, selecionou-se 18 artigos para compor o corpus de análise. Na interpretação dos dados foram identificados: 1) as áreas de conhecimento ; 2) quantidade de artigos por palavras chave; 3) os autores que mais publicam sobre a temática e as Universidades de origem das pesquisas; 4) período de publicação (1999-2015); 5) os periódicos nos quais os artigos são publicados; 6) metodologia de pesquisa. Conclui-se que a Pedagogia Hospitalar é uma área de conhecimento relativamente nova que vem buscando espaço de reconhecimento no meio acadêmico. Por este motivo, existe a necessidade de maior produção e divulgação para que seja possível utilizá-la como estratégia na luta política para ampliação do atendimento pedagógico-educacional nos hospitais brasileiros.

Biografia do Autor

Lúcia Maria Santos Tinós, Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.

Possui graduação em Pedagogia, com habilitação em Educação Especial pela Universidade Federal do Ceará (1995). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Amazonas (1998). Doutora em Educação Especial (2010) pela Universidade Federal de São Carlos. Atualmente é educadora da Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia Hospitalar - GEPPH.

Sheila Maria Mazer-Gonçalves, Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.

Doutorado em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos - PPGEEs/ UFSCar (2013). Mestrado em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo- FFCLRP/ USP (2007). Graduação em Formação de Psicólogo e Licenciatura Plena em Psicologia pela Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (2003). Graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - FFCLRP/ USP (2010). Educadora (Supervisora dos estágios das licenciaturas) do Departamento de Educação, Informação e Comunicação (DEDIC) da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo- FFCLRP/ USP. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia Hospitalar - GEPPH.

Isabella Maria Cruz Fantacini, Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.

Licencianda em Pedagogia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação de Professores e Currículo - GEPEFOR, cadastrado no CNPq (dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2302128411037763) e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia Hospitalar - GEPPH. Bolsista do Programa Unificado de Bolsas de Estudo para Graduação da Universidade de São Paulo (2017 - 2018), sob a orientação da Profa. Dra. Noeli Prestes Padilha Rivas. Com experiência na área de Educação, com ênfase em Pedagogia Escolar e Hospitalar, Formação de Professores e Currículo. 


Gabriella Viccari, Faculdade De Filosofia Ciências Letras de Ribeirão Preto - USP, Departamento de Educação, Comunicação e Informação – DEDIC.

Licencianda em Pedagogia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP). Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogia Hospitalar - GEPPH.

Downloads

Publicado

29/04/2018

Como Citar

TINÓS, L. M. S.; MAZER-GONÇALVES, S. M.; FANTACINI, I. M. C.; VICCARI, G. REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE A PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA NA BASE DE DADOS SciELO SOBRE PEDAGOGIA HOSPITALAR. Debates em Educação, [S. l.], v. 10, n. 20, p. 238, 2018. DOI: 10.28998/2175-6600.2018v10n20p238. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/4094. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos