Narrativas do leitor do literário pelo viés da análise progressiva de Roland Barthes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n27p105-124

Palavras-chave:

Análise progressiva, Formação de leitores, Leitor do literário, Mediação de leitura.

Resumo

Este artigo apresenta uma proposta de análise metodológica de textos narrativos em pesquisas acadêmicas que busca ampliar as possibilidades interpretativas do pesquisador, tendo como palimpsesto a análise progressiva do texto literário, proposta por Barthes (1999). O objetivo é exemplificar a utilização dessa metodologia a partir de dados construídos em uma pesquisa mais ampla, envolvendo narrativas de leitores do literário. Foi possível constatar que a utilização dessa metodologia coloca em foco o processo de escuta do pesquisado, no qual o pesquisador é um articulador, um mediador entre a narrativa e os sentidos que nela emergem. A análise progressiva da narrativa apresenta-se como outra possibilidade metodológica de pesquisas que envolvam as artes, no campo das Ciências Humanas, em especial o da Educação.

 

Biografia do Autor

Janete Ribeiro Nhoque, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí. Cursando POS DOC em Lingua Portuguesa na PUC São Paulo.  Diretora de escola aposentada da Prefeitura Municipal de São Paulo.

Adair de Aguiar Neitzel, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Doutora em Literatura pela Univesidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Desenvolveu seu Pós-Doutorado na Universidade Paris VII. Professora do Doutorado e do mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)

Referências

ALMEIDA, Maria de Fátima Xavier da Anunciação de. O ensino de leitura literária nas vozes de professores de português recém-formados. 2016. 178 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2016.

BARTHES, Roland. S/Z. Coleção Signo. Tradução Maria de Santana Cruz e Ana Mafalda Leite. Lisboa: Edições 70, 1999.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. Tradução J. Guinsburg. 6. ed. São Paulo: Perspectiva, 2013.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Tradução Andréa Stahel M. da Silva. 3. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

BLOG DO PROLIJ. Sobre o Prolij. 2017. Disponível em: http://blogdoprolij.blogspot.com.br/. Acesso em: 14 fev. 2018.

BRIDON, Janete. Entre um texto e outro, o leitor em formação. 2013. 161 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.

ECO, Humberto. Ensaios sobre literatura. 2. ed. Tradução Elaine Aguiar. Rio de Janeiro: Record, 2003.

FLICK, Uwe. Entrevista Episódica. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 3. ed. . reimp. Tradução Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 114-136.

GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. 15. ed. 1. reimp. Tradução Flávio Paulo Meurer. Petrópolis: Vozes, 2016.

GASKELL, George. Entrevistas individuais e grupais. In: BAUER, Martin. W.; GASKELL, George. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 3. ed. 1. reimp. Tradução Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 64-89.

HEIDEGGER, Martin. Caminhos da linguagem. Tradução Marcia Sá Cavalcante Schuback. 5. ed. Petrópolis: Vozes; São Paulo: Editora Universitária São Francisco, 2011.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin. W. Entrevista Narrativa. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 3. ed. 1. reimp. Tradução Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis: Vozes, 2015. p. 90-113.

LISPECTOR, Clarice. Crônicas Parágrafo Jovens: de amor e amizade. Organizado por Pedro Karp Vasquez. Rio de Janeiro: Rocco, 2010. p. 67-68.

MANGUEL, Alberto. Os livros e os dias, um ano de leituras prazerosas. Tradução José Geraldo Couto. 1. reimp. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

MINHAS TARDES com Margueritte. Direção de Jean Becker. Produção de Louis Becker

e Gérard Depardieu. França: Imovision, 2010. 1 DVD (82 min), son., color.

NHOQUE, Janete Ribeiro. A leitura do literário como experiência. 2019. 314 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2019.

OCTÁVIO, Raquel Gonçalves. Práticas de leitura entre leitores escolares e leitores contemporâneos: a ilusão do real. 2014. 133 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014.

OFFIAL, Patrícia Cesário Pereira. Formação de leitores do literário: uma experiência na Escola da Ponte. 2012. 134 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2012.

PETIT, Michèle. A arte de ler: ou como resistir à adversidade. 2. ed. 1. reimp. Tradução Arthur Bueno e Camila Boldrini. São Paulo: 34, 2012.

PISKE, Gabriela. Encontros literários pela mediação em leitura. 2017. 158 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2017.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Tradução Caio Meira. 3. ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2010.

VERTER, Lívia da Silva Perenha. Mediação de leitura do literário no Ensino Médio pela via fruitiva. 2019. 95 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2019.

WEISS, Cláudia Suéli. A leitura de literário e a sala de aula: mediações em/de leitura. 2016. 136 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2016.

Downloads

Publicado

22/06/2020

Como Citar

NHOQUE, J. R.; NEITZEL, A. de A. Narrativas do leitor do literário pelo viés da análise progressiva de Roland Barthes. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 105–124, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12n27p105-124. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/8283. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos