A percepção do professor sobre a abordagem das tecnologias na sua trajetória formativa e profissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p730-753

Palavras-chave:

Percepções, Tecnologias, Formação docente, Atuação Profissional

Resumo

O uso de tecnologias pode configurar um elemento promotor de transformações no ensino e na aprendizagem, razão pela qual é relevante investigar as percepções que têm alicerçado o uso desses artefatos pelos educadores e a sua trajetória formativa na dinâmica do espaço escolar. Para tanto, metodologicamente, vale-se de um estudo de caso através de um questionário aberto, cujas respostas foram interpretadas à luz da análise textual discursiva. Os resultados apontaram para um professor interessado pela tecnologia, mas desprovido do conhecimento necessário para desenvolvê-la, uma vez que a sua formação inicial pouco contribuiu nesse objetivo, o que fica a cargo de formações continuadas. Esse fato merece discussões no campo da formação docente e no uso dos recursos tecnológicos na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cazimiro de Sousa Campos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Mestre em Ensino pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Brasil. Membro do Núcleo de Pesquisas em Ensino e Educação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Brasil. 

Francisca Vilani de Souza, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Doutora em Ciências da Educação pela Universidad Internacional Tres Fronteras (UNINTER), Paraguai. Membro do Grupo de Pesquisa em Educação à Distância da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Brasil. Docente da Especialização em Mídias na Educação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Brasil.

Emanuel Neto Alves de Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Pós-Doutor em Engenharia Química pela Universidade de Coimbra (UC), Portugal. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Brasil. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGE) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Brasil.

Márcia Mychelle Nogueira Nascimento, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Membro do grupo de pesquisa Tecnologia, Inovação e Comportamento Organizacional no Setor Público da Universidade Internacional da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB).

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Prática e formação de professores na integração de mídias. Integração das Tecnologias na Educação/ Secretaria de Educação a Distância. Brasília: Ministério da Educação, SEED, 2005.

ALONSO, K. M. Cultura digital e formação: entre um devir e realidades pungentes. In: CERNY, R. Z. et al. (Org.). Formação de Educadores na Cultura Digital: a construção coletiva de uma proposta. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017. p. 23-39.

ARAÚJO, M. I. A. M. Uma abordagem sobre as tecnologias da informação e comunicação na formação do professor. In: MERCADO, L. P. L.; KULLOK, M. B. G. (Org.). Formação de professores: política e profissionalização. Maceió: EDUFAL, 2004. p. 63-82.

BATES, A. W. T. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo:

Artesanato Educacional. 2016. 640p.

BRAGA, D. B. (org.). Tecnologias digitais da informação e comunicação e participação social. São Paulo: Cortez. 2018. 272p.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/CNE. 2016. 600p.

BRITO, G. S.; PURIFICAÇÃO, I. Educação e novas tecnologias: um (re)pensar. 2. ed. Curitiba: Editora Intersaberes. 2015. 141p.

CARNEIRO, A. P.; FIGUEIREDO, I. S. S.; LADEIRA, T. A. A importância das tecnologias digitais na Educação e seus desafios. Educação Pública, [s.l.], v. 20, n. 35, Dez. 2020.

CASTELLS, M. A. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. 340p.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa qualitativa em Ciências Humanas e Sociais. Petrópolis: Vozes, 2006. 144p.

COLL, C.; MONEREO, C. Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010. 362p.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 39 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2009. 144p.

GUIMARÃES, J. A. L. Educação e tecnologia: a educação a distância e as rupturas paradigmáticas no ensino/aprendizagem. In: Simpósio internacional de educação a distância, 2016, São Carlos/SP. Disponível em: < https://goo.gl/4yhP2U> Acesso em: 18 jan. 2020

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9 ed. São Paulo: Papirus, 2012. 132p.

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 3.ed. Campinas: Papirus, 2008. 144p.

LOPES, N. M. A Sociedade Digital: a redefinição da escola, do papel do professor e do aluno. Saber & Educar, [S.l.], n. 25, set. 2018.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2 ed. São Paulo: EPU, 2013. 128p.

MACHADO, N. J. Conhecimento e Valor. São Paulo: Moderna, 2004. 165p.

MASETTO, M. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: :MERCADO, Luís Leopoldo (org.) Novas tecnologias na educação: reflexão sobre a prática/ – Maceió: EDUFAL, 2002. 131-176p.

MERCADO, L. P. L.(Org.). Tendências na utilização das tecnologias de informação e comunicação na educação. Maceió: EDUFAL, 2004. 153-182p.

MIZUKAMI, M. G. N. Formadores de professores e educação a distância: algumas

aprendizagens. In: REALI, A. M. de M. R.; MILL, D. R. S. (Org.). Educação a distância e

tecnologias digitais: reflexões sobre sujeitos, saberes, contextos e processos. São Carlos: EdUFSCar, 2014.p. 149-172.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. rev. ampl. Ijuí: Unijuí, 2016. 224p.

MORAN, J. M., MASETO, M.T.; BEHRENS M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 21. ed. Campinas: Papirus, 2013, 233p.

NASCIMENTO, M. M. N.; CAETANO, L. M. D. Integração de Recursos Digitais no Ensino Fundamental. EducaOnline, v. 11, n. 3, p. 15–32, 2017.

NICOLÁS, Ó. E. Los auténticos nativos digitales: ¿estamos preparados para la Generación Z? Revista de Estudios de Juventud, Madri, n. 114, p.5-5, dez. 2016.

NÓVOA, A. Devolver a formação de professores aos professores. Cadernos de pesquisa em Educação. PPGE/UFES, Vitória. v.18, P. 11-22, n.35, 2012.

PAIS, L. C. Educação escolar e as tecnologias da informática. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. 168p.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2015. 192p.

PIMENTA, S. G. Org. Saberes pedagógicos e atividade docente. 7 ed. São Paulo: Cortez, 2009. 304p.

PISCHETOLA, M. Inclusão digital e educação: a nova cultura da sala de aula. Petrópolis: Vozes. 2016. 187p.

PLACCO, V. M. S.; O coordenador pedagógico no confronto com o cotidiano da escola. In: PLACCO, V. M. N. S.; ALMEIDA, L. R. O coordenador pedagógico e o cotidiano da escola. São Paulo: Loyola, 2010. pp. 47-60.

POZO, J. I. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. Porto Alegre: Artmed. 2002. 296p.

PRENSKY, M. Homo Sapiens Digital: From digital and natives to digital wisdom. Innovate: Jornal Of Online Education, Davie, Florida, v. 5, n. 3, p.1-11, jan. 2009.

RAMOS, E. M. F., Introdução à Educação Digital. 2. ed. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação à Distância, 2009. 292p.

RICHARDSON, R K. Pesquisa social: métodos e técnicas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2017. 287p.

ROMANOWSKI, J. P. Formação e Profissionalização docente. Curitiba: Ibpex, 2007. 208p.

SAMPAIO, M. N.; LEITE, L. S. Alfabetização tecnológica do professor. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2010. 111p.

SANTOS, C. N.; ARAÚJO, M. S. T. A Influência das Tecnologias de Informação e Comunicação na Atividade Didática dos Professores de Física em São João Del Rei - MG. Revista Tecnologias na Educação, [s.l.], v. 6, n. 11, p. 1-14, Dez. 2014.

SETTON, M. G. Mídia e Educação. São Paulo: Contexto, 2010. 231p.

SILVA, M.; PESCE, L.; ZUIN, A. Educação online: cenário, formação e questões didático metodológicas. Rio de Janeiro: Walk. 2010. 384p.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2014. 328p.

VEEN, W.; VRAKKING, B. Homo Zappiens: educando na era digital. Porto Alegre: Artmed, 2009. 134p.

VIEIRA, L. A.; ALMEIDA, S. C. D.; WESTPHAL, E. A utilização das tecnologias da informação e da comunicação no processo ensino-aprendizagem: o olhar da educação a distância. In: IX Congresso Nacional de Educação – EDUCERE. 2009. Curitiba, PR. Anais (on-line). Curitiba: IX EDUCERE, 2009. Disponível: , Acesso em 15/02/2021.

ZABALA, A.; ARNAU, L. Como aprender e ensinar competências. Porto Alegre: Artmed, 2010. 221p.

ZEICHNER, K. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Revista Educação. v. 35, n.3 UFSM, Santa Maria: RS, 2010.

Downloads

Publicado

2021-11-30

Como Citar

CAMPOS, Cazimiro de Sousa; SOUZA, Francisca Vilani de; OLIVEIRA, Emanuel Neto Alves de; NASCIMENTO, Márcia Mychelle Nogueira. A percepção do professor sobre a abordagem das tecnologias na sua trajetória formativa e profissional. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. Esp2, p. 730–753, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13nEsp2p730-753. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/11189. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.